comunicacao.eliane 24 de novembro de 2011 at 17:50h

Famílias participam de sorteio de casas do Loteamento Orquídeas

O sonho da casa própria está mais próximo para 244 famílias de Toledo beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida, uma parceria entre o governo federal, a Caixa Econômica Federal e a prefeitura de Toledo. Na quinta-feira, 24, em um ato no Teatro Municipal, integrantes das 244 famílias contempladas, participaram do sorteio das casas, que serão entregues oficialmente na primeira quinzena de dezembro. “No feriado de 15 de novembro as famílias foram liberadas para visitar as casas e nesta quinta-feira fizeram a escolha, conforme sorteio”, explicou a secretária de Habitação e Urbanismo, Ione Bernhard, que juntamente com representantes da CEF coordenou o sorteio. “A seleção por sorteio é uma forma democrática das famílias escolherem o local onde irão morar”, explica ela.
As novas casas foram construídas no Loteamento Orquídeas, no Jardim Fachini. Pelo programa, a prestação vai equivaler a 10 por cento do valor da renda mensal da família e a casa deverá ser quitada em dez anos. O programa beneficia famílias de baixa renda com uma casa de 41,82 metros quadrados com sala, cozinha, dois quartos e banheiro. Além destas, o município conta com outros projetos em andamento para a construção de novas casas. Destas sete casas são adaptadas e com 52 metros para atender mutuários cadeirantes.
Quatro dos novos projetos, cujos contratos deverão ser assinados em breve, serão executados através de financiamento com a CEF. Eles vão contemplar moradores de Vila Nova, com oito unidades; Dois Irmãos, com seis casas; Loteamento residencial Imperial, com 46 unidades, e Loteamento Residencial Barcelona, com 218 residências. O outro projeto será uma parceria do município com a Cohapar e prevê a construção de 315 residências no Jardim da Mata. Depois de assinados os contratos, a previsão é de que as casas sejam concluídas em até um ano.
Janice dos Santos de Souza não vê a hora de mudar para a casa nova. O sorteio da casa nesta quinta-feira será comemorado junto com o aniversário da filha caçula, que completou nesta data 4 anos. Ela aguardava desde 2007 na fila de espera a possibilidade de ter a casa própria. Agora ela pretende destinar o valor do aluguel da casa onde reside atualmente pela prestação da casa. “Será um dinheiro bem melhor investido”, avalia ela, que tem dois filhos, uma de quatro e um menino cadeirante de 11 anos de idade.
Rosângela Ferreira da Silva, quatro filhos, não acha que a casa ficará pequena para seis pessoas. Além dela e das crianças, seu pai irá mudar-se junto para a casa nova. “A gente se aperta e vai dar um jeito”, avisa. Para ela, a casa própria é a realização de um sonho de anos e representará um grande presente de Natal em 2011. Com 55 anos de idade, a auxiliar de serviços gerais Itália Krilov, viúva e com um filho deficiente, acha que a casa própria vai dar mais segurança à família. “Agora não vou mais me preocupar com o aluguel. O dinheiro será destinado para a prestação da casa. Vou pagar por algo que será nosso”, diz.
O prefeito em exercício, Lúcio de Marchi, acompanhou o início do sorteio das casas e ressaltou o esforço da administração municipal para assegurar este benefício às famílias. Segundo ele, a casa própria é o maior sonho das pessoas, independente da renda, e a prefeitura de Toledo tem trabalhado bastante neste sentido, juntamente com os parceiros. ”Casa própria significa endereço fixo, mais tranqüilidade e segurança para a família”, destacou ele.