rodrigo.hansen 08 de dezembro de 2017 at 10:31h

Licitação para venda de 15 terrenos públicos acontece dia 22

 

Implementar uma política de incentivo para as empresas do ramo industrial ou serviços é um dos objetivos da administração pública, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Inovação e Turismo. Visando isso, no próximo dia 22, será realizada uma licitação na modalidade concorrente para a venda de 15 terrenos urbanos situados no loteamento Tecnoparque, estrada da Usina S/N e Centro Industrial ‘Casemiro Balcewicz’ no distrito de Novo Sarandi.

Poderão participar empresas privadas e cooperativas legalmente constituídas que preencham as condições exigidas e esteja com o CNPJ ativo, não necessariamente ser do município.

O secretário da pasta Paulo Victor Almeida explica que as empresas interessadas devem anexar a planilha técnica quantitativa e qualitativa os seguintes documentos: cópia do último balanço patrimonial; do último demonstrativo do resultado do exercício (DRE); do contrato social e última alteração e prévia do layout de ocupação da área pretendida. “Os empresários devem se atentar ao prazo final de cinco dias úteis antes do dia 22 para enviar e protocolar esses documentos, assim será averiguado se os interessados cumpriram com os requisitos pedidos” informa.

Almeida esclarece que “não poderão participar da presente licitação os servidores públicos municipais, empresas que tenham em seu quadro social funcionários públicos ou dirigentes da administração diretas ou indiretas, pessoas impedidas de participar de licitação e menores de 18 anos”.

O secretário informa que cinco terrenos estão locados no loteamento Tecnoparque, próximo ao Clube Caça e Pesca e dez no Centro Industrial ‘Casemiro Balcewicz’ no distrito de Novo Sarandi. “Os dois espaços já estão aptos para receberem as empresas. Além disso, o nosso objetivo é colocar em prática os incentivos indústrias da lei R38 existindo a possibilidade de conceder até 50% de desconto sobre o valor de avaliação”.

LICITAÇÃO

Almeida ainda comenta como será a forma da licitação. “Cada empresário irá apresentar um envelope fechado com a sugestão de valor que será aberto no momento dos lances de determinado espaço, não sendo do caráter lance na hora”.

“A intenção é justamente aplicar um incentivo industrial, usando esse modelo de venda de terrenos antigos, para se obter o retorno e assim empregar também no loteamento João Bortolotto. Por isso é interessante a categoria dos empresários participar, ver como funcionará o processo, pois assim que a infraestrutura do João Bortolotto estiver pronta, abriremos o edital para o processo licitatório”, finaliza o secretário.

 

Veja mais informações a respeito desse edital da licitação clicando aqui.

Confira mais informações das disposições dos terrenos clicando aqui.

 

 Autora: Núbia Hauer