07 de novembro de 2011 at 17:26h

Programa Toopedalando começa a funcionar nesta quinta-feira

Será inaugurado nesta quinta-feira, 10, o programa Toopedalando, que visa incentivar a utilização de um meio de transporte limpo, além da prática de atividades físicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas. O programa será lançado nesta quinta-feira, 10, às 10h, na Estação da Rodoviária. O prefeito José Carlos Schiavinato, o vice-prefeito, Lúcio de Marchi, demais autoridades e imprensa serão convidados a fazer o percurso de uma estação a outra para testar o sistema. Nos primeiros seis meses o acesso será gratuito e após este prazo será cobrada uma taxa para a manutenção do cartão magnético.
Para utilizar o serviço, o usuário deverá cadastrar-se no site da prefeitura de Toledo (www.toledo.pr.gov.br), clicando no ícone de acesso ao programa. Ele receberá um e-mail com todas as informações. Depois de preencher o cadastro terá que procurar a Secretaria de Segurança e Trânsito, onde assinará um termo de uso, responsabilizando-se pelo zelo do equipamento, e receberá um cartão que permite a liberação das bicicletas em cada uma das estações.
As estações estão localizadas na Avenida Parigot de Souza, nos dois extremos, uma no Jardim Coopagro e outra no Jardim Porto Alegre; no Parque Ecológico Diva Paim Barth, em frente ao Shopping Panambi; em frente à Rodoviária; na Praça Willy Barth e no Parque Frei Alceu, onde foi instalada a primeira unidade para testes. A estação do centro, na Praça Willy Barth, ainda depende de alguns ajustes para a liberação do seu uso, enquanto a do Frei Alceu será mantida inicialmente para funcionamento interno. “Foi a primeira estação implantada apenas para testes. Vamos fazer os ajustes necessários e ela também deverá ser colocada posteriormente no sistema, para a entrega e retirada de bicicletas”, explica o secretário municipal de Segurança e Trânsito, João Vianei Crespão.
Segundo ele, a procura pelos cartões, que dão acesso ao sistema, ainda é pequena. Ele acredita, no entanto, que com o início do funcionamento do programa muitas pessoas vão se cadastrar, habitando-se assim para utilizar este tipo de transporte que não polui o meio ambiente ao mesmo tempo que estimula a prática de atividades físicas. Os usuários poderão utilizar as ciclovias existentes na Parigot de Souza ou compartilhar com pedestres pela rua Barão do Rio Branco. A prefeitura pretende demarcar áreas compartilhadas para circulação de pedestres e ciclistas por esta via.
Paralelamente, explicou o secretário, dependendo do andamento do programa, também deverão ser feitos investimentos em orientação aos ciclistas, evitando riscos de acidentes no trânsito. Cada usuário poderá utilizar a bicicleta por até 45 minutos, quando deverá devolver a uma estação mais próxima. Se precisar utilizar novamente, poderá retirar em 15 minutos. “A idéia é que a bicicleta não fique parada. A pessoa deve utilizar e devolver em uma das estações para que outra pessoa possa utilizar”, explica ele.
O cartão é de responsabilidade do usuário. Através dele, o usuário será responsabilizado por eventuais danos. Também deverá informar ao sistema no caso de roubo ou extravio.