suzi.lira 31 de julho de 2020 at 13:52h

Agosto dá início à nova fase das ações de Toledo no combate à Covid-19

A humanidade ainda está longe da vitória definitiva na guerra contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), mas a batalha travada por Toledo contra este inimigo invisível começa a dar resultado. Não é possível afirmar ainda que “o pior já passou”, mas a queda no número de novos casos por dia e a situação da taxa de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) específicos para Covid-19 em níveis menos preocupantes que os de algumas semanas atrás motivaram o município a elaborar ações que objetivam a retomada gradual dos serviços de saúde dentro da normalidade pré-pandemia.

 

A primeira delas é a reabertura, nesta segunda-feira (03), de quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS): Vila Industrial, Novo Sobradinho, Dois Irmãos e Boa Vista, fechadas há mais de quatro meses como maneira de adequar o sistema municipal para o combate ao novo coronavírus. A UBS da Vila Industrial atenderá, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. No interior, as unidades de Novo Sobradinho, Dois Irmãos e Boa Vista também ficarão abertas de segunda a sexta-feira, mas das 7h às 13h.

 

Apesar de o quadro médico ainda não estar completo em função da mobilização promovido pelo município no atendimento a pacientes suspeitos ou confirmados com Covid-19, trata-se de um passo importante para os moradores destas comunidades. Com este retorno às atividades, as quatro UBS se juntam às dos bairros Coopagro, São Francisco, Europa, Centro e Maracanã, e dos distritos de São Luiz do Oeste, Vila Nova e Vila Ipiranga, na realização de procedimentos gerais (curativos, vacinas, consultas e dispensa de medicamentos), exceto aqueles que envolvam pacientes com sintomas de síndrome gripal (tosse, febre, dor de garganta, falta de ar, entre outros). 

 

Estes devem se dirigir aos postos do Santa Clara, Panorama e Cosmos, que funcionam de segunda a segunda, das 7h às 19h. Antes, é fundamental ligar para o TeleCorona - (45) 3055-8872 - para que uma equipe de médicos avalie se é necessário buscar atendimento - e, caso precisem, onde fazê-lo. 

 

As unidades do Coopagro e Europa também foram destinadas como referência para atendimentos odontológicos e as gestantes estão sendo encaminhadas para a unidade do Paulista. Permanecem fechadas as UBS do Porto Alegre, Alto Panorama, Pancera, Concórdia e Bressan. 

 

Urgência e emergência
O Pronto Atendimento Municipal Doutor Jorge Milton Nunes, o Mini Hospital da Vila Pioneiro, atende exclusivamente pacientes com suspeita ou diagnóstico positivo de Covid-19 que necessitem de internação. Esta é uma medida provisória que foi tomada em junho, quando houve um crescimento dos casos da doença em Toledo. A população que necessite de outro tipo de atendimento de urgência deve se dirigir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Vila Becker.

 

Atendimento especializado

Em razão da proximidade do Pronto Atendimento com a Central de Especialidades, os atendimentos administrativos e assistenciais (entrega de guias das unidades básicas de saúde, agendamentos, pagamento de passagem e pensão para Curitiba, agendamentos e atendimentos de assistentes sociais) do órgão estão sendo realizados no Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer, localizado na Rua Dr. Ciro Fernandes do Lago, 1.  Por sua vez, os atendimentos ambulatoriais da Central de Especialidades, realizados por uma equipe de oito médicos, continuarão ser realizados na sede da Secretaria Municipal de Saúde, na Rua Carmelita Nodari, 132 (Jardim Gisela).

 

Cuidado permanente

Embora tudo indique que Toledo tenha passado pela pior fase da pandemia, a secretária de Saúde, Denise Liell, pede que a população mantenha os cuidados de prevenção, lavando as mãos (incluindo os pulsos, as unhas e os espaço entre os dedos) com água e sabão ou utilizar álcool gel várias vezes ao dia; higienizando os objetos mais manuseados com álcool; mantendo os ambientes sempre ventilados e arejados; e cobrindo o rosto com o braço ou um lenço descartável ao tossir ou espirrar.  Além disso, o isolamento social é essencial para evitar a disseminação do vírus. “A Secretaria da Saúde, alinhada com os órgãos de saúde, reforça que ficar em casa e só sair quando preciso e usando máscara é fundamental para evitarmos a contaminação de mais pessoas”, salienta.