suzi.lira 17 de julho de 2019 at 17:07h

Com foco e determinação, atleta de Toledo é convocado para Seleção Brasileira de Paraciclismo

Toledo se tornou um “celeiro” de atletas de alto rendimento há algum tempo. O apoio e suporte oferecido pela Prefeitura de Toledo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SMEL), se destaca pelo incentivo dado a essas pessoas que vivem em prol da atividade física e representar o nome do município nas competições a nível estadual e nacional. 

 

Luis Steffens, é um destes atletas, com foco e determinação, alavancam o nome de Toledo para o lugar mais alto que é representar em alguma modalidade o país em uma equipe da Seleção Brasileira. Luis é paraciclista e recebeu a notícia na terça-feira (16) que o órgão que regulamenta o Ciclismo e Paraciclismo no Mundo (UCI) disponibilizou as convocações, e ele é um dos convidados. 

 

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), informa que o primeiro compromisso de Luis na equipe é representar o Brasil nos Jogos ParaPan-Americanos que acontecerão em Lima, no Peru, a partir do dia 21 de Agosto de 2019. Ele irá competir nas provas de pista, contra relógio e estrada.

 

“Este é o resultado de muita dedicação e trabalho. Um período de espera que valeu a pena. São horas e horas por dia para chegar ao nível que estamos competindo atualmente. Quando recebi a notícia fiquei muito feliz e vamos trabalhar mais forte ainda”, destacou Luis. 

 

O Secretário da SMEL, André Alcará, salienta que este é momento de alegria para a área esportiva de Toledo. “Este atleta, como vários outros de Toledo, treinam diariamente para conquistar o lugar mais alto do pódio. São várias modalidades onde os toledanos estão se destacando. Em várias competições de ciclismo Toledo já garantiu boas posições, como no último Campeonato de Mountain Bike realizado em Medianeira. Estamos contentes com o desempenho de todos os nossos atletas que representam Toledo muito bem”, define.

 

História de Luis Steffens

 

O atleta vai representar o Brasil e Toledo, na categoria CLASSE C4, em Lima no Peru. Não foi fácil sua trajetória até então. Ele que é Campeão Brasileiro de Contra Relógio Individual no Campeonato Brasileiro de Paraciclismo, na categoria MC4, vem de uma história de superação. Após sofrer um acidente há 10 anos, o atleta teve uma lesão no nervo ciático na perna esquerda, e foi na bicicleta que ele buscou superação. 

 

Em Toledo, Luis compete de igual para qualquer outro atleta no ciclismo, na maioria das vezes, ele se destaca em alguns eventos, como o “Treino da Soja”, que reuniu vários ciclistas de Toledo e região, e Luis correndo ao lado de vários ciclistas de Elite chegou em primeiro lugar, num percurso de 100 km. 

 

Além de ser Campeão Brasileiro de Contra Relógio Individual no Campeonato Brasileiro de Paraciclismo categoria MC4 (2018), ele também ficou em 2° lugar na prova de estrada no Campeonato Brasileiro de Paraciclismo categoria MC4 (2018); 3° lugar nas provas de Perseguição Individual, KM e Scratch no Campeonato Brasileiro de Pista – Paraciclismo (2018);  Campeão geral do ParaJaps (2018); Campeão Paranaense ciclismo de estrada categoria Sub 30 (2018); 3° lugar na prova de estrada no Campeonato Brasileiro de Paraciclismo cat. MC4 (2017).

 

Outros destaques também foram as posições conquistadas por ele, como, o 4° lugar na prova de contrarrelógio no Campeonato Brasileiro de Paraciclismo categoria MC4 (2017); Vice-campeão Paranaense de Mountain Bike Marathon Categoria Sub 30 (2017); Campeão Paranaense de Mountain Bike Marathon categoria Sub 30 (2016); Campeão Geral do Campeonato Regional Oeste de MTB categoria Open Pró (2015); Campeão Desafio Trans Itapua UCI Marathon e Campeonato Nacional do Paraguai (2015).