jose.seide 14 de Janeiro de 2022 at 07:55h

Em várias frentes, ações da SMST aproximam poder público da população

Impactar positivamente a vida do cidadão, aproximando-o do poder público. Foi com este objetivo que a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (SMST) trabalhou em várias ações no decorrer de 2021. Dos 8.915 atendimentos realizados pelos servidores da pasta, 7.370 (82,67% do total) ficaram a carga da Guarda Municipal - 2.199 abordagens diretas (532 só em março, pior momento da pandemia, quando os agentes precisaram intervir em situações de descumprimento de isolamento social), 2.220 em resposta ao disparo de alarmes instalados em prédios públicos e 2.951 em monitoramento pontual de áreas com falha no serviço de iluminação pública.

 

O Departamento de Trânsito (Deptrans) foi acionado em 1.431 oportunidades. Coube a este setor coordenar e executar as melhorias das sinalizações viárias horizontais, com a pintura de 120 mil metros quadrados (4.200 no interior), um investimento de R$ 2,4 milhões. Este valor representa quase o mesmo (R$ 2,410 milhões) do que foi destinado para esta finalidade nos quatro anos anteriores: R$ 720 mil em 2017, R$ 440 mil em 2018, R$ 510 mil em 2019 e R$ 740 mil em 2020. 

 

Os outros quatro setores da SMST - Defesa Civil (84), Vigilância e Saúde (17), Conselho Tutelar (7) e Meio Ambiente (6) - realizaram, ao todo, 114 atendimentos. “O importante é que todo esse esforço é fruto da vontade e da perspicácia dos nossa equipe, que, apesar de reduzida, trabalha sempre no intuito de bem atender a comunidade. Esperamos em 2022 reeditar o sucesso e a qualidade dos serviços prestados, e vamos trabalhar com a tranquilidade de quem tem o apoio irrestrito do Poder Executivo e a confiança da nossa população”, avalia o secretário de Segurança e Trânsito, Arthur Rodrigues de Almeida.

 

Maria da Penha

O ano foi bastante intenso para a Patrulha Maria da Penha, serviço da Guarda Municipal de Toledo de acompanhamento de mulheres vítimas de violência doméstica e que estão amparadas por medidas protetivas ordenadas pelo Poder Judiciário a fim de protegê-las de seus agressores. Entre 1º de janeiro e 27 de dezembro de 2021, a patrulha acompanhou 527 mulheres que se encontravam nesta situação, realizou 179 visitas domiciliares, fez 1.808 atendimentos via telefone ou WhatsApp, e atuou de forma ostensiva para coibir 35 casos de descumprimentos de medidas.

 

Neste período, a patrulha recebeu da Justiça 1.401 processos para análise. Deste total, 418 novas medidas protetivas foram recebidas e houve o desligamento de 317. De forma direta ou indireta, 2.351 mulheres de Toledo receberam atenção da Patrulha Maria da Penha em 2021, o que gerou 2.344 relatórios que foram enviados ao Judiciário.