jose.seide 11 de Fevereiro de 2022 at 07:54h

Investimentos em equipamentos dão cara nova a escolas e Cmeis de Toledo

A Secretaria da Educação de Toledo (Smed) destinou, em 2021, um total de R$ 2.408.196,47 para mobiliários escolares, equipamentos diversos e complementação da estrutura dos laboratórios de robótica. Todo este investimento já pode ser notado em 15 estabelecimentos de ensino – 11 escolas e quatro centros municipais de educação infantil (Cmeis).

 

Entre eles, está a Escola Arsênio Heiss, no Jardim Modelo, onde a mobília do refeitório foi toda renovada. “As crianças gostaram muito da novidade, pois agora as mesas e os bancos estão no tamanho adequado para alunos de todas as turmas. Com um ambiente mais colorido, tudo fica mais alegre”, comenta a diretora da instituição, Maria de Fatima Cardoso Utzig.

 

A secretária da Educação, Elisângela Batista, destaca que o investimento em mobiliários em geral e equipamentos diversos propicia mais conforto para os estudantes. “Essas ações são para garantir que as escolas tenham condições materiais para atender as crianças em ambientes organizados, o que favorece na questão do estímulo à aprendizagem. Em razão disso, estamos promovendo, dentro das nossas possibilidades, as melhorias necessárias em móveis e equipamentos das escolas e Cmeis”, observa.

 

R$ 31 milhões

A aquisição de mobiliários e equipamentos representam 7,69% do total investido em infraestrutura (mobiliários, equipamentos gerais e de processamento de dados - R$ 31.328.450,83) no plano de investimentos da Smed. A maior parte (R$ 20.520.035,18 ou 65,50% do total) será para equipamentos de processamento de dados (computadores, tablets e notebooks).

 

Outro item deste plano que chega a sete dígitos antes da vírgula é a aquisição de equipamentos de áudio, vídeo e foto (R$ 2.003.784,58/6,40%). Em seguida, aparecem máquinas e utensílios diversos (R$ 744.773,40/2,38%), aparelhos e utensílios domésticos (R$ 534.806,05/1,71%), veículos de tração mecânica (R$ 522.300,00/1,67%), aparelhos e equipamentos para esportes e diversões (R$ 88.990,00/0,28%), máquinas e equipamentos energéticos (R$ 11.874,00/0,04%) e instrumentos musicais (R$ 550,00/0,002%).

 

O plano conta ainda com R$ 4.493.141,15 (14,34%) em obras de pequeno, médio e grande porte. A maior parte deste orçamento destina-se às construções da escola nova do Jardim Porto Alegre (R$ 2.497.129,04) e do Cmei no distrito de Vila Nova (R$ 1.178.715,08). Por ordem decrescente, aparecem na lista a ampliação e reforma do Cmei Otília Stédile (R$ 193.599,49), a reforma do Cmei Cantinho Feliz (R$ 161.678,97), reforma e ampliação da Escola Arsênio Heiss (R$ 129.400,00), reforma da Escola Nossa Senhora das Graças (R$ 127.450,00), instalação da cobertura metálica na Escola José Pedro Brum (R$ 82.449,09), reforma do Cmei Nona Gema (R$ 77.646,98) e construção do muro no Cmei Iraci de Souza Batista (R$ 45.079,50).