suzi.lira 19 de março de 2020 at 17:52h

Prefeitura publica novo decreto e determina medidas para o comércio

Outra decisão do Centro de Operações de Emergência (COE) junto com o Prefeito Lucio de Marchi resolve orientar a suspensão das atividades dos estabelecimentos comerciais varejistas, de casas noturnas, pubs, lounges, tabacarias, boates, similares, academias de ginástica, teatros, cinemas, casas de eventos, clubes, associações recreativas e afins, playgrounds, salões de festas, piscinas, bares, lanchonetes, mesmo os localizados junto a postos de combustíveis, atividades religiosas coletivas e demais atividades em espaços e áreas de uso comum.

 

As medidas preventivas foram adotadas após o aumento de três para oito casos com suspeita de coronavírus no município e começam a valer a partir desta sexta-feira (20) até dia 29 de março. Apenas atividades essenciais ao atendimento das necessidades da população, como postos de combustíveis, supermercados, mercados, mercearias, panificadoras, confeitarias, farmácias, hospitais, clínicas, laboratórios e estabelecimentos congêneres aos mencionados permanecerão abertos.

 

Supermercados

Os supermercados e estabelecimentos similares deverão adotar as seguintes medidas:I – funcionar com número reduzido de clientes no interior da loja; II – não permitir a venda de mercadorias em quantidade superior à normal, a fim de evitar o desabastecimento; III – adotar medidas para evitar a aglomeração e a aproximação dos clientes; IV – adotar os demais procedimentos já recomendados pelos órgãos de saúde.

 

Restaurantes

Os restaurantes e estabelecimentos congêneres poderão prestar atendimento ao público no local somente para o almoço, com aumento do espaço entre as mesas e redução de sua capacidade de lotação e de atendimento em, no mínimo, 50% com higienização constante do mobiliário, utensílios e demais equipamentos e espaços.

 

Delivery

No horário noturno, os restaurantes, food trucks e estabelecimentos congêneres somente poderão prestar atendimento mediante entrega no local, tele entrega, delivery ou forma similar.

 

A decisão foi anunciada pelo Prefeito Lucio de Marchi, acompanhado da Secretária de Saúde, Denise Liell, pelo Médico do Departamento de Gestão da Secretaria Municipal de Saúde, Fernando Pedroti, representantes da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), e do Sindicato do Comércio Varejista de Toledo (SINVAR) em entrevista coletiva nesta quinta-feira (19) na Sala de Reuniões da Prefeitura. 

 

Rodoviária

Apesar do Decreto Nº 754 /2020 anunciando o fechamento do comércio varejista não anunciar o fechamento da Rodoviária de Toledo, essa medida está sendo estudada e deverá ser adotada em breve. 

 

“Estamos nos antecipando em tomar essas decisões. Não queremos aguardar a primeira pessoa infectada pelo coronavírus se confirmar para então tomar essas medidas. Nossa intenção é fazer o possível para que esse vírus não chegue em Toledo. Mas o mais importante é que as pessoas cumpram a quarentena e fiquem em casa nesse período, saindo apenas se extremamente necessário”, salientou o Prefeito Lucio de Marchi.