jose.seide 18 de Janeiro de 2022 at 17:22h

Segurança e prevenção: GM vai reforçar vigilância no CJU/Coopagro

Em encontro realizado na manhã desta terça-feira (18) com servidores da Secretaria de Políticas para Infância, Juventude, Mulher, Família e Desenvolvimento Humano (SMDH) e da Guarda Municipal (GM), ficou definido que o Centro da Juventude (CJU) Mariana Luiza Von Borstel, no Jardim Coopagro, receberá vigilância especial. A partir desta terça-feira (18), das 18h às 24h, de segunda a sexta-feira, um agente da corporação ficará no local, evitando casos de depredação do patrimônio público e prevenindo incidentes.

 

A prática de pular o muro para usufruir da piscina quando o CJU está fechado tornou-se frequente nos últimos dias e essa infração quase terminou em tragédia na noite de segunda-feira (17), quando um adolescente quase se afogou na piscina. “A pedido do prefeito, colocamos várias placas no entorno informando que só se pode nadar sob a supervisão técnica de um profissional e também sobre a profundidade da piscina, que varia entre 1,5 e 2 metros. Esta medida, contudo, não surtiu efeito e agora foi preciso acionar a Guarda Municipal”, pontua a secretária responsável pela SMDH, Jennifer Thays Chagas Teixeira.

 

Após a reunião com a GM, a equipe da SMDH foi analisar as imagens do circuito de videomonitoramento do CJU Mariana Luiza Von Borstel e percebeu que havia muitas crianças entre as pessoas que invadiram o local na noite anterior. “A partir desta constatação, entramos em contato com o Conselho Tutelar e, em caso de novas irregularidades que envolvam crianças e adolescentes, o acionaremos imediatamente”, salienta Jennifer.

 

Em razão de problemas técnicos constatados no começo do ano, a piscina do CJU do Coopagro está fechada. “Já acionamos a empresa que fará os reparos, mas ainda levará alguns dias para o funcionamento da piscina ser restabelecido, mas, enquanto isso não acontece, precisamos deixá-la cheia, pois esvaziá-la tornaria a avaria ainda pior”, explica a secretária. 

 

Quem cuida, tem!

Jennifer relata que as dependências do CJU do Coopagro também tem sido alvo de atos de vandalismo. “Somente nos últimos dias, várias grades foram entortadas, o registro da caixa d'água foi aberto, desperdiçando uma quantidade gigantesca de água, e percebemos dia desses que um dos pilares da frente do prédio também foi retirado”, recorda. “Temos que deixar claro para toda a população, sobretudo a deste bairro, que devemos zelar por este e por todos os demais equipamentos públicos, pois o mau uso acarreta em duplo prejuízo: de quem fica sem poder utilizá-lo e o de todos, pois o poder público, ao reparar esta depredação, deixa de investir em outras coisas mais importantes. Esta é a mensagem do ‘Quem cuida tem!’, uma campanha lançada no ano passado e cujo prosseguimento se faz necessário diante destes fatos”, salienta.