Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense

Publicado: Qua, 13/03/2024 17:29 | Modificado: Qui, 14/03/2024 17:24
  • Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
    Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
  • Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
    Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
  • Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
    Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
  • Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
    Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
  • Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense
    Encontro discute a cadeia produtiva da suinocultura paranaense

 

Toledo sedia, nesta quarta e quinta-feira (13 e 14), o 18º Encontro Regional Abraves-PR. O evento teve aproximadamente 600 inscritos e acontece no Teatro Municipal. Durante os dois dias, médicos veterinários, zootecnistas, técnicos agrícolas e demais pessoas ligadas à cadeia produtiva da suinocultura no Paraná, em especial da Região Oeste, tratarão sobre temas relacionados à atividade. O tema deste ano é “Gerando valor: da produção à comercialização”. 

O encontro é organizado pela Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves) e a presidente da entidade, Luciana Diniz, destacou as potencialidades na produção de alimentos e no desenvolvimento econômico. Outro fator reforçado por Luciana é que o evento ganhou corpo após a realização da edição nacional em Toledo. 

A presidente, em fala anterior junto ao prefeito de Toledo, Beto Lunitti, pontuou sobre os benefícios que o evento traz para o município, seja em conhecimento técnico, em estrutura hoteleira e gastronômica. “Além do Paraná possuir o maior rebanho da suinocultura, Toledo foi escolhido para sediar o 18º Encontro Regional Abraves-PR em função de todas as condições que oferece para receber os participantes e palestrantes”, disse.

Sobre a programação deste ano, o objetivo é discutir sobre os desafios do setor, como o mercado de grãos, o cenário político atual, os desafios ligados ao transporte e carregamento. Os profissionais do mercado escolhidos para as palestras apresentarão  perspectivas futuras para o produtor. As discussões, conforme a coordenação do evento,  serão bastante técnicas e virão ao encontro dos anseios das pessoas envolvidas com a suinocultura. 

Para o gestor toledano, presente na abertura do Encontro acompanhado do presidente da Câmara Municipal Dudu Barbosa, a suinocultura tem papel preponderante na economia do município. “Toledo se orgulha em recepcionar profissionais que cuidam daquilo que é essencial para a humanidade, o alimento. Temos a certeza que encontros como este buscam novos meios para ampliarmos ainda mais nossa participação na distribuição de alimentos para o mundo”, comentou Beto, lembrando que Toledo hoje é o maior produtor de alimentos do Paraná e tem seus produtos em aproximadamente 170 países. 

Lunitti ainda destacou os avanços e pesquisas para o setor, em especial a partir da criação da Unidade Mista de Pesquisa (UMIPI) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em Toledo com foco em suínos, aves e peixes. “São áreas de destaque dentro da nossa produção agropecuária e que com certeza serão potencializadas”. O prefeito aproveitou a oportunidade para convidar os presentes a participarem da 3ª edição do Inovameat, evento que vai discutir as inovações voltadas ao setor de proteína animal.

“A presença da Embrapa em Toledo hoje é fruto deste evento. Nossa intenção ao organizar o Inovameat, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT) e o Sindicato Rural (SRT), é propor um fórum para discussões das nossas vocações de produção. Já podemos considerar um dos grandes eventos do Paraná e do Brasil nesta área. Nossa intenção é ir além das fronteiras e fazer um momento para a América Latina discutir a proteína animal”.