Prefeitura entrega premiação aos vencedores do Concurso de Decoração Natalina

Publicado: Seg, 18/12/2023 17:11
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
  • Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial
    Mais de R$ 56 mil em prêmios foram entregues nas categorias residencial e comercial

 

A Comissão Avaliadora do Concurso de Decoração Natalina deste ano teve trabalho para julgar os 54 participantes nas categorias comercial e residencial. Alguns décimos de notas distinguiram os principais premiados. O concurso é promovido pela Prefeitura de Toledo, por meio da Secretaria do Agronegócio, de Inovação, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Agrodesenvolvimento). A divulgação dos vencedores e a entrega dos prêmios aconteceu neste domingo (17) no Parque Ecológico Diva Paim Barth, durante as festividades de comemoração dos 71 anos de emancipação política do município. 

José Raymundo Lunkes, do distrito de 10 de Maio, levou um cheque de R$ 7.806,40 pelo primeiro lugar na categoria residencial; Tamara da Silva Souza (São Francisco) recebeu R$ 4.879,00 (50 URTs) pelo segundo lugar; e Vera Maria Heck Potrich R$ 2.439,50 (25 URTs) pelo terceiro lugar. 

Na categoria comercial, a empresa Maxiluz foi destaque e ficou com o primeiro prêmio no valor de R$ 21.467,60 (220 URTs); Vacinum ficou com a segunda colocação e o prêmio de R$ 12.685,40 (130 URTs); e Matilde Rouparia levou R$ 7.806,40 (80 URTs) pela terceira posição.

A coordenadora de Turismo da Agrodesenvolvimento, Luana Rivas, comentou alguns detalhes sobre os vencedores. “Achamos muito original a decoração da Maxiluz, pois sendo uma empresa de iluminação, eles investiram no oposto: peças decorativas, casinha, árvores natalinas de vários tipos, isso nos encantou. A Vacinum fez um clima "Disney", com uma decoração toda nessa temática. Ficou muito criativo e encantador até para os adultos. A decoração da Matilde Rouparia também ficou encantadora, criativa, iluminada e elegante em cada detalhe”, disse a coordenadora. 

Luana também compartilhou o elogio dos jurados aos responsáveis pelas decorações nas residências. “A dedicação da família do seu José em fazer tudo com garrafas PET e ficar incrivelmente bonito nos encantou. A Tamara investiu muito em iluminação e a criatividade foi nos itens decorativos feitos à mão, mostrou dedicação e carinho com cada parte da decoração. A Vera apresentou muitos detalhes, peças antigas fazendo parte da decoração e entrando no clima natalino, foi muita criatividade em vários pontos do quintal e fachada”, salientou. 

Espírito de Natal - Mais que uma competição, participar do concurso de decoração natalina é uma forma de manter o espírito de Natal vivo para a maioria dos participantes. José Raymundo Lunkes é eletricista e decora a casa há 24 anos. Há pelo menos uns 10 anos ele utiliza garrafas PET como insumo principal para essa atividade. Ele conta que inicialmente era apenas uma competição entre colegas, onde cada um queria fazer mais bonito que o outro. Como sou eletricista, sempre levo alguma vantagem no processo [risos]. Minha esposa, muito dedicada na confecção dos enfeites, não deixa ninguém desanimar. Pra completar, minha filha Tânia e seu parceiro deram uma força especial. Esse ano, todas as noites ficamos todos juntos tomando um tereré, uma cervejinha, beliscando alguma coisa. Essa convivência, praticamente sem celular, já fez valer muito a pena, além dos visitantes que se alegram. Com tudo isso, conseguimos enriquecer nossos sentimentos em relação ao Natal”, relata Lunkes.

No ano passado a família Lunkes ficou na segunda posição do concurso de decoração natalina. Ele assegura que é algo que não pode mais parar. “Creio que sem a decoração ficaria um pouco estranho e um certo vazio. Fazemos porque gostamos, e já que tem concurso participamos. A primeira colocação nos deixa muito felizes pelo reconhecimento”, salienta.

Surpresa - A empresa Maxluz, ganhadora na categoria comercial, participa pela primeira vez do concurso. “Montar esse cenário já estava na minha cabeça desde antes da pandemia, quando fizemos um cenário natalino na empresa. Mas eu via tantas coisas lindas na cidade e realmente não esperava classificar e muito menos ficar em primeiro lugar. Não acreditei quando me ligaram e disseram que estávamos entre as três primeiras colocações. Receber aquele prêmio foi uma alegria, é uma honra, nossa família está muito feliz, estamos orgulhosos e nos sentimos privilegiados e abençoados por deus”, exaltou Gorete Leoni, responsável pela decoração. 

Ela conta que a proposta foi de resgatar memórias de criança, criar um cenário que remetesse a uma floresta encantada onde todo cliente se sentisse abraçado pelo espírito natalino. “Essa época de Natal mexe muito com a gente. Menino Jesus é o Natal, e o Papai Noel vem em seguida. Minha ideia era que tivesse o encanto do Natal e na floresta não cabia a ideia de muitas luzes e sim o que colocamos. Preferi seguir com minha ideia, mesmo sabendo que um dos quesitos era a iluminação”, discorre sobre a trajetória da montagem. 

Gorete mencionou que muitas pessoas estiveram envolvidas para a decoração da loja e elogiou a organização do evento, o empenho dos demais comerciantes e das casas decoradas. “Só escutamos elogios de famílias falando de como está a cidade, como está o centro, a ideia disso tudo trouxe muito o sentimento natalino. Essa é uma das épocas mais lindas do ano, só temos a elogiar, é necessário dar sequência a esse trabalho. Pessoal da organização está de parabéns!”, reforçou.