Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal

Publicado: Sex, 16/02/2024 08:06
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
  • Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal
    Setores ligados ao setor produtivo rural participam de encontro com a gestão municipal

 

Com o intuito de ampliar as conversas com o setor produtivo rural, a administração municipal promoveu, nesta quinta-feira (15), um encontro com várias entidades ligadas ao agronegócio toledano. Demandas em relação à suinocultura, bovinocultura de leite, avicultura e piscicultura e de entidades como o Sindicato Rural de Toledo (SRT) e o Colégio Agrícola Estadual de Toledo (CAET) foram ouvidas e realizado o encaminhamento de soluções. 

O prefeito Beto Lunitti abriu a reunião agradecendo ao papel do agronegócio para o desenvolvimento do município e a contribuição para o fortalecimento da economia toledana. “Estamos abertos para as discussões e ouvir as necessidades. Temos um grande respeito pela atividade agropecuária e sabemos da importância de cada um dos setores que vocês representam para sermos o maior produtor de alimentos do Paraná”, disse.

A primeira pauta foi relacionada ao CAET. O diretor da unidade escolar Gerson Boff e o professor José Augusto de Souza agradeceram ao empenho do setor público para manutenção das atividades durante o período de estiagem, por meio do transporte de água e demais parcerias. Também aproveitaram o momento para solicitar apoio na realização de melhorias. “Precisamos de uma retroescavadeira e um caminhão para uma pequena escavação, a aplicação de brita em alguns pontos, a pavimentação da entrada do CAET e a pintura da sinalização viária nas proximidades”, solicitou José Augusto. “Com o que nos for permitido legalmente, vamos contribuir”, disse Beto.

Em relação à avicultura, o presidente da Associação dos Avicultores do Oeste do Paraná (Aviopar), Edenílson Carlos Copini, citou a questão da entrega de pedras nas propriedades e o atendimento aos protocolos. “Temos dado toda a atenção às questões ligadas aos pedidos, mas dependemos da avaliação de um servidor municipal, com conhecimento técnico e fé pública, conforme a legislação preconiza”. Diante do exposto, o grupo discutiu a necessidade de atualização dos parâmetros desta lei. “Vamos aguardar uma provocação das entidades aqui presentes para tensionar alguma mudança”, disse o secretário do Agronegócio, de Turismo, Inovação e Desenvolvimento Econômico, Diego Bonaldo.

As necessidades da bovinocultura de leite foram destacadas pela Associação dos Produtores de Leite de Toledo e Região (Aproltol). Entre os principais pontos estava a dificuldade dos produtores para a manutenção da atividade, o apoio na busca de novas tecnologias para o setor, segurança no campo e incentivos a agroindústrias para produção de derivados do leite. “É um setor que tem sofrido bastante. Vamos aprofundar discussões sobre os problemas apresentados aqui”, comentou Bonaldo.

Uma questão unânime levantada pelos presentes foi a manutenção das estradas rurais. “Estamos fazendo manutenções duradouras, pois precisamos dar uma resposta eficaz. Temos atuado fortemente com o Programa de Apoio ao Produtor (PAP), mas podemos melhorar. Uma ideia é apresentar a vocês o cronograma do PAP para que os protocolos da região atendida sejam feitos com antecedência”, disse o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, destacando a qualidade da malha viária do interior. “É preciso que a gente mantenha esse diálogo para os avanços”, reforçou. 

Lunitti aproveitou o encontro para apresentar detalhes do Inovameat, evento que trará a Toledo grandes lideranças do setor produtivo rural e diversas autoridades políticas. “Já tivemos muitos avanços a partir das duas primeiras edições do Inovameat. Acredito que diante disso que nos foi apresentado por vocês, podemos inserir câmaras técnicas para discutir essas dores e construir documentos para o poder público, em especial as esferas federais e estaduais, possam atuar diretamente onde precisamos”. Beto lembrou que o evento pretende trazer a massa crítica para discutir a cadeia da proteína animal e apresentar novidades para o fortalecimento do setor. 

Ainda estiveram presentes os representantes do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Gafuri e Genuir Nodari, integrantes de entidades ligadas à suinocultura Geni Bamberg e Eloi Favero, entre outros participantes.