Informações e programas da Secretaria

Fale Conosco

LOCALIZAÇÃO

Rua Piratini, 2228 - 1º andar
CEP: 85901-010 - Centro
Toledo PR


CONTATOS

Atendimento

Fone: (45) 3378-8355
meioambiente@toledo.pr.gov.br

 

Ajardinamento Público




Espaçamento entre as árvores: O espaçamento entre as árvores está em função da largura da via pública, largura dos passeios, recuo das construções, altura da rede elétrica, profundidade e localização da rede de água e esgoto.

Espécies Potenciais para Ajardinamentos em Toledo
Nome Científico Nome Vulgar Altura Insolação Época Plantio Floração Multiplicação
Justicia Brandegeana Camarão-vermelho 0,8-1,0m Pleno Sol Final Inverno Primavera Estacas
Pachystachys Lutea Camarão-vermelho 0,5-1,0m P.som/ M.Sombra Final Florecim. Primavera Estacas
Iresine Herbstii Coração-de-maria 0,8-1,5m Pleno Sol Verão Primavera Estacas
Catharantus Roseus Boa-noite/Vinca 30-50cm Pleno Sol Anual Verão Sementes e Mudas
Duranta repens Pingo-de-ouro 1,0-1,5m Pleno Sol Outono/ Inverno Primavera/ Verão Estacas
Vebena Hybrida Verbera 20-30cm Pleno Sol Anual Anual Mudas e sementes
Tradescantia Pallida Coração-roxo 15-25cm Pleno Sol Anual Anual Estacas
Senecio Douglasii Cinerária 50-90cm Pleno Sol Primavera Insignific. Estacas
Tagetes patula Flor-de-estudantes 20-30cm Pleno Sol Anual Anual Sementes
Kalanchoë Blossfeldiana Calancoê 20-30cm Pleno Sol Anual Anual Sementes
Pluenbago Capensis Bela Emília 1,0-2,0m Pleno Sol Ano todo Anual Sementes e Estacas
Chlorophytum Comosum Gravatinha 15-20cm Meia Sombra Anual Insignific. Mudas de base

Aquário Municipal Romolo Martinelli

                                          AQUÁRIO MUNICIPAL DOUTOR ROMOLO MARTINELLI

 

                              Parque Ecólogico Diva Paim Barth - Toledo-Pr. CEP 85903-000

 

O Aquário Municipal Dr. Romolo Martinelli é um espaço construído a partir da estrutura da Concha Acústica Bonifácio Dewes. A obra realizada pela Prefeitura de Toledo, por meio da Secretária Municipal do Meio Ambiente, constitui-se de uma área física de 410 m² e conta com nove tanques de água doce de tamanhos variados, a fim de abrigar os peixes de acordo com seus portes, hábitos e espécies. No local há também um aquário marinho onde abriga espécies de peixes exóticos e diversos corais. Ao todos estão expostos mais de 60 espécies, originárias das bacias hidrográficas dos rios Paraná, Iguaçu e Amazonas.

Cascudos, lambaris, dourados, matrinxãs, pintados, mandis, arraias e barbados são algumas espécies presentes no Aquário Municipal.

O funcionamento desta estrutura conta com apoio do Curso de Engenharia de Pesca, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) que por meio de convênio firmado com a Prefeitura e Secretaria Municipal do Meio Ambiente, mantém uma equipe técnica composta por professores, pesquisadores, acadêmicos de graduação e pós graduação.

Portanto, os laboratórios e o Instituto de Pesquisa em Aquicultura Ambiental (INPAA) são utilizados para promover o monitoramento da qualidade da água, produção de alimento vivo (pequenos peixes) e de plantas aquáticas empregadas na ornamentação dos aquários. É um espaço que promove o lazer, a cultura e a preservação ambiental e tem como alternativa também, projetos de educação ambiental e pedagógicos.

Desde a sua inauguração, em 8 de dezembro de 2007, o Aquário Municipal vem recebendo visitantes de diversos lugares do Paraná, de outros estados e inclusive de outros países, conforme livro de registro.

Aberto para visitação de terça-feira a domingo – das 10h às 12h; das 14h às 16h e das 18h às 20h.

O acesso ao local é gratuito e possui sistema de rampas, garantindo maior acessibilidade.

Agendamento para visitas técnicas ou supervisionadas poderão ser realizadas pelo telefone (45) 3196-2311. Contato de e-mail: aquario@toledo.pr.gov.br

 

                                                                       COORDENAÇÃO - Antônio Carlos de Azevedo

AnexoTamanho
Ícone de imagem AquárioMarinho312.11 KB
Ícone de imagem Corais 430.99 KB
Ícone de imagem Fachada1.99 MB
Ícone de imagem EspaçoInterno287.49 KB
Ícone de imagem PeixeMarinho924.6 KB
Ícone de imagem PeixesMarinhos244.05 KB
Ícone de imagem ElementosdaNaturezaMarinha359.14 KB
Ícone de imagem Entrada469.39 KB

Arborização Urbana

Entende-se por arborização urbana toda cobertura vegetal de porte arbóreo existente nas cidades. Essa vegetação ocupa, basicamente, três espaços distintos, as áreas livres de uso público e potencialmente coletivas, as áreas livres particulares e as áreas acompanhando o sistema viário. 

Desde o ano de 2012, a Prefeitura do Município de Toledo dispõe de um "Plano Diretor de Arborização Urbana - PDAU" que teve como objetivo realizar o diagnóstico da arborização urbana do município de Toledo – PR. Através deste estudo foi possível saber a realidade das espécies arbóreas do município e com isso propor medidas necessárias para melhoria da arborização urbana do sistema viário.

O referido plano está disponível no link abaixo:

//www.toledo.pr.gov.br/sites/default/files/planodearborizacaotoledo.pdf

Aterro Sanitário

De acordo com a ABNT NBR 8419:1992  "aterro sanitário é uma técnica de disposição de resíduos sólidos urbanos no solo, sem causar danos à saúde pública e ao meio ambiente, minimizando os impactos ambientais. Tal método utiliza princípios de engenharia para confinar os resíduos sólidos à menor área possível e reduzi-los ao menor volume permissível, cobrindo-os com uma camada de terra na conclusão de cada trabalho, ou intervalos menores, se necessário."

INFORMAÇÕES SOBRE O ATERRO:

- O funcionamento do Aterro Sanitário iniciou-se em dezembro de 2002 e têm previsão de término da vida útil da área atual em 2014. Uma nova área está sendo estudada para aquisição.

- O aterro sanitário de Toledo, é licenciado para o recebimento de RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, que são: Os resíduos provenientes de residências, estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços (domiciliares), da varrição, de podas e da limpeza de vias, logradouros públicos e sistemas de drenagem urbana passíveis de contratação ou delegação a particular, nos termos de lei municipal.

- NÃO são recebidos no Aterro Sanitário de Toledo: resíduos de serviço de saúde; resíduos da construção civil; resíduos sólidos industriais e resíduos especiais.

- São recebidas em média 90 toneladas de resíduos sólidos domiciliares, e 110 toneladas de resíduos recicláveis ao dia.

- Toda a área urbana do município é atendida pela coleta dos resíduos sólidos, incluindo os seguintes distritos e localidades: Dez de Maio; Vila Nova; Dois Irmãos; Cerro da Lola; Km 41; Distrito de Concórdia do Oeste e Vila Rural; Vila Ipiranga, Novo Sarandi; Novo Sobradinho; Boa Vista; Vista Alegre; Linha Gramado; Bom Princípio; São Luiz do Oeste; Ouro Preto e; Aeroporto Municipal Luiz Dalcanale Filho.

Curiosidade: O biogás gerado pela decomposição dos resíduos do aterro, é coletado e transformado em energia elétrica através de um motogerador, que alimenta a Central de Triagem e o Escritório.

Desde o ano de 2011, a Prefeitura do Município de Toledo dispõe de um "Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos - PMGIRS" que teve por finalidade apresentar um levantamento da situação atual da  geração, coleta, transporte, disposição final  e/ou  reciclagem dos resíduos sólidos em Toledo, propondo  alternativas viáveis ao Município, para adequá-lo à legislação ambiental vigente. 

O referido plano está disponível no link abaixo:

//www.toledo.pr.gov.br/portal/meio-ambiente/plano-municipal-de-gestao-integrada-de-residuos-solidos

LOCALIZAÇÃO DO ATERRO SANITÁRIO

Rodovia PR–317, Km 07, estrada sentido ao município de Ouro Verde do Oeste.

CONTATO

(45) 3252-1976

Educação Ambiental

A Educação Ambiental é uma abordagem multidisciplinar para nova área de conhecimento, abrangendo todos os níveis de ensino, incluindo o nível não formal, com a finalidade de sensibilizar a população para os cuidados ambientais. Pode ser divida em educação ambiental: formal, não formal, informal.

Educação Ambiental Formal
Aquela compreendida no âmbito da rede de ensino regular, cujos objetivos estão distribuídos por uma malha curricular, multidisciplinar, envolvendo atividades de ensino regular, extra-classe, núcleos de estudos ambientais ou centros interdisciplinares. Abrange 1º, 2º e 3º graus, envolvendo professores, estudantes e funcionários da rede escolar.

Educação Ambiental Não Formal
Aquela que opera através de programas direcionados para os aspectos bem definidos da realidade social e ambiental. Usa meios multivariados. Tem a função de informar e formar. Atua sobre e com comunidades. Desenvolve ações na área da educação, comunicação, extensão e cultura. Tem ainda propósitos informativos para o esclarecimento e orientação de questões de ordem tecnológica.

Educação Ambiental Informal
Aquela que se dirige ao grande público, ou à sociedade, e que se vale dos meios de comunicação convencionais. Ela se presta à difusão de informações ou ao esforço de programas institucionais no âmbito da política, da educação e da cultura ambiental. Ex.: pesquisa, campanhas de opinião pública, articulações políticas com entidades ambientais, comemorações de datas e eventos sobre o meio ambiente.

PROGRAMA CIDADÃO AMBIENTAL

 
Na história da humanidade, a relação Homem/Natureza se estabeleceu através da exploração dos recursos naturais. A pequena quantidade de população em um meio natural tão vasto permitiu, durante muito tempo, uma convivência quase pacífica, pois o meio natural agredido em pequena escala tinha como responder a essas ações através dos ciclos naturais característicos do equilíbrio ecológico. Com o crescimento acelerado da população do planeta, houve também um acelerado processo de urbanização, bem como um incessante crescimento da industrialização provocando mudanças nos padrões de consumo do homem moderno e a relação homem/natureza passou, em consequência, a se ver ameaçada. Para uma sociedade que se tornou industrial a partir do século XVIII, progresso significa produzir mais, induzindo paralelamente um consumo cada vez maior. Esse conceito de progresso e o aumento da produção a qualquer custo acabaram por tornar o meio ambiente/homem a maior vítima desse modelo. Hoje, a sociedade se preocupa, questiona, debate e cobra ações que modifiquem esse estado de coisas resultante desse processo, dito de desenvolvimento e progresso, que convulsiona o planeta e coloca em risco a sobrevivência das próximas gerações. O grande problema é que estamos ainda numa fase de muitas discussões e pouca ação, vivendo, sem nos aperceber, num círculo vicioso de atitudes individuais equivocadas. Jogamos papéis, vidros, plásticos e metais no lixo e cobramos dos governos ações que preservem o planeta, que salvem a floresta amazônica, que impeçam a destruição da camada de ozônio ... Quando uma agressão ao meio ambiente ou um acidente mais grave acontece, manchetes são imediatamente veiculadas através dos meios de comunicação, ensejando como resposta reuniões, debates, protestos, muita indignação e campanhas de fôlego curto, o que é pouco para reverter o problema ocorrido, bem como para evitar que novos e mais graves aconteçam. O homem, como único ser vivo que atua conscientemente sobre o meio ambiente, precisa estar preparado para o futuro e essa preparação passa necessariamente pelo processo educativo de formação consciente de cada cidadão. Precisamos tratar da questão como um processo de mudança de mentalidade, em que campanhas e ações isoladas não têm efetividade, pois carecem da sinergia necessária para qualquer processo de mudança que só é conseguida através de conjuntos de ações efetivas, permanentes e integradas. O PROGRAMA CIDADÃO AMBIENTAL busca, através das empresas e das instituições (Escolas, Clubes de Serviço, Associações de Classe e de Moradores, Sindicatos, Grupos da Terceira Idade, etc.) envolver a comunidade para que cada cidadão (alunos, pais, professores, diretores, moradores, funcionários de empresas, etc.) busque, além de elencar problemas e cobrar ações, fazer a sua parte, assumindo de fato a sua responsabilidade como agente transformador do ambiente em que vive.

AnexoTamanho
Ícone de documento do Microsoft Office PROGRAMA CIDADAO AMBIENTAL.doc146 KB

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES NA SEMANA DO MEIO AMBIENTE

AnexoTamanho
Ícone de apresentação do Office Folder2010[1].ppt664 KB

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

DIA MUNDIAL DA ÁGUA
Neste dia 22 de março, em que comemoramos o DIA MUNDIAL DA ÁGUA, com mobilização conjunta pelas águas em todos os municípios da Bacia Hidrográfica do Paraná 3, nos une o sentimento de pertencimento e cuidados com esse nosso “pedaço” do Planeta. Quem ama cuida! Esse movimento regional, de exercício de cidadania e “ética do cuidado”, foi pensado pelos Gestores de Educação Ambiental dos nossos Municípios, com apoio da Itaipu Binacional, Programa Cultivando Água Boa, das prefeituras municipais, do Comitê Gestor e do Coletivo Educador Municipal. Queremos, todas e todos, compartilhar e conhecer mais nossas microbacias, desde a nascente até a foz, através de exposições fotográficas, depoimentos, reflexões e outras iniciativas conjuntas ou individuais que nos levem a refletir sobre a situação das nossas águas e nos sensibilizarmos para o desenvolvimento de atitudes de cuidado para sua qualidade e quantidade. Cultivar água boa é cultivar a vida!!! De forma sincronizada, porém com a identidade própria de cada “pedaço”, neste início de tarde estamos juntos celebrando a mística “Encontro das Águas”, simbolicamente reunindo as porções de água de cada microbacia do município em um único recipiente, representando a conexão entre nossas águas, nossas comunidades e nós, que ajudamos a construir dia-a-dia a qualidade de vida em nossa região, com cuidados e saberes! Ainda, cada município tem atividades específicas do seu pedaço, bem como as instituições públicas e privadas, lideranças comunitárias e a comunidade em geral, “de cada cantinho desse nosso chão”, que estão participando desse movimento, identificando e pactuando ações conjuntas pela água e a sustentabilidade. Em resumo, e em especial, incentivando e buscando mudanças de hábitos e atitudes voltadas a um novo jeito de ser, viver, produzir e consumir na Bacia Hidrográfica do Paraná 3. Afinal, um novo mundo, muito melhor, é possível e depende de cada um de nós!! Vamos fazer a nossa parte, para ajudar a compor o todo da nossa região, do nosso País, do nosso Planeta!.

AnexoTamanho
Ícone de imagem DSC00746.JPG14.37 KB
Ícone de imagem DSC00753.JPG19.37 KB
Ícone de imagem DSC00755.JPG21.4 KB

Noticias da semana do Meio Ambiente

AnexoTamanho
Ícone de documento do Microsoft Office noticia jornal.doc42 KB

Projeto Horta Saudável

SALA VERDE

A Sala Verde do Municipio de Toledo hoje se encontra sob responsabilidade da Secretaria Municipal da Educação, localizada na bilbioteca pública no centro da cidade.
 
DADOS DA SALA VERDE
Nome da Sala Verde: Centro de Educação Ambiental de Toledo - CEAT
Modalidade da Sala Verde: Fixa ( x ) Móvel: ( )
Endereço: AV. Tiradentes,1165
Bairro: Centro
Cidade: Toledo
UF: PR
CEP: 85900-230
Telefone / Fax: (45) 32526225  (45)30558790 
E-mail:
biblioteca@toledo.pr.gov.br

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Município de Toledo
População Urbana: 81.511 habitantes
População Rural: 16.689 habitantes
TOTAL: 98.200 habitantes
Fonte: IBGE Censo 2000.

Toledo, com 105.687 HABITANTES (IBGE Estimativa 2005), situa-se no oeste do Paraná, formando um trinômio com Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu. Conta com o 3º lugar em qualidade de vida do estado do Paraná.
Pólo agroindustrial e universitário, contando com 8 instituições de ensino superior, e varias de ensino profissionalizantes.
Integrante da Bacia do Paraná III, sendo sede do núcleo de Toledo no Programa de Formação de Educadores Ambientais (FEA). Conta com 100 integrantes do PAP 3 em seu núcleo, sendo 22 no município.


Figura 01: Inserção Internacional do Município
Fonte: Plano Diretor – Toledo.


Figura 02: Aspectos Físicos e Ambientais
Fonte: Plano Diretor – Toledo.


Figura 01: Inserção Internacional do Município
Fonte: Plano Diretor – Toledo.


Legenda
Taxa de Analfabetismo acima de 18 anos

 
3%

4%

de 5 a 6%

de 7 a 8%

10%



Figura 04: Taxa de Analfabetismo no Interior do Município
Fonte: Plano Diretor – Toledo.


Legenda
Taxa de Analfabetismo acima de 15 anos

 

de 0 a 2%

de 3 a 4%

de 5 a 7%

de 8 a 11%

13 a 17%



Figura 05: Taxa de Analfabetismo na Cidade
Fonte: Plano Diretor – Toledo.


Figura 06: Programa Lixo Útil - Material Reciclável Coletado em Toneladas de 1999 a 2004.
Fonte: Plano Diretor – Toledo

DURAÇÃO DO PROJETO

* Permanente

JUSTIFICATIVA
Em cumprimento as propostas de políticas publicas da atual gestão do município de Toledo, juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente, e órgãos ambientais competentes do município e região e considerando que fazemos parte de um pólo importante de referência ambiental como: Aqüífero Guarani, Bacia do Paraná III, Municípios Educadores Sustentáveis, Formação de Educadores Ambientais, Ecoclube Cidadão Ambiental, Programa Educacional de Orientação para Ajardinamento e Paisagismo em todo o município, projeto de mais de 1 milhão de reais com distribuição gratuita de flores, arvores nativas, de ornamentação e frutíferas, Linha Ecológica, preservação das encostas e nascentes de rios, pioneirismo em tratamento de resíduos sólidos agrícolas, Associação de Catadores de Materiais Recicláveis, Programa Lixo Útil, Programa Cidadão Ambiental, Fórum de Experiências de Meio Ambiente, Simpósio das Águas, Semana do Meio Ambiente, Fórum Lixo e Cidadania, Programa Cultivando Água Boa (ITAIPU), Superintendência Regional da SEMA, Escritório Regional do IAP/SUDERHSA, orientação de projetos de educação ambiental nas escolas e atendimento de 2250 alunos anuais, eventualmente visitas abertas ao publico de forma geral.
Para tanto, a implantação de um Centro de Referencia de Educação Ambiental para o município, vem fortalecer em âmbitos gerais e regionais um processo de cooperação visando uma sustentabilidade de todos os programas já implantados.
A Secretaria do Meio Ambiente se propõe a dar continuidade e sustentabilidade inclusive estrutural e de recursos humanos.
É de suma importância para o município uma Sala Verde, visando uma democratização do Ensino Ambiental.

OBJETIVO GERAL

* Implantar Centro de Referencia de Educação Ambiental, no município de Toledo, fornecendo mecanismos de acesso à democratização da Educação Ambiental.

OBJETIVOS ESPECIFICOS

* Disponibilizar espaço de interação e socialização sobre meio ambiente;
* Facilitar o acesso a documentos, materiais e publicações disponíveis em meio digital, sobre temas e práticas relativas ao meio ambiente;
* Distribuir material gratuito informativo, referentes à educação ambiental;
* Desenvolver campanhas comunitárias dentro do calendário ambiental;
* Orientação de alunos e familiares de escolas públicas e privadas para trabalhos escolares e comunitários;
* Informar a população, através dos meios de comunicações, sobre assuntos relativos a meio ambiente;
* Colaborar, orientar e apoiar tecnicamente e institucionalmente a realização de eventos e de outras atividades educacionais e informações de educação ambiental;
* Apoiar o intercâmbio ambiental com outras instituições ambientalistas;
* Estimular parcerias com órgãos governamentais, não governamentais e representações da sociedade civil organizada, visando apoio material e técnico para potencialização do Centro de Educação Ambiental de Toledo (CEAT).

PROGRAMAÇÃO DE AÇÕES E METAS

* Construção de acesso democrático ao conhecimento de educação ambiental gerando qualidade de vida e mudanças que garantam um futuro de desenvolvimento equilibrado e um ambiente saudável.

METODOLOGIA
O Trabalho a ser desenvolvido dar-se-á imediatamente aos recursos federais serem disponibilizados para o município.
Trabalhar-se-á de forma a despertar na população a observação da natureza interagindo o EU e o meio ambiente, tomando-se como referência próxima, os recursos ambientais do Parque Ecológico Diva Paim Barth - Centro
Incentivar a criatividade de atividades lúdicas referentes ao meio ambiente, fazendo exposições, apresentações de teatro, musica, dança, cartazes, maquetes, fotos, mapas, criação de artesanato com material reciclável...
O Centro contará com 02 (dois) funcionários devidamente treinados e capacitados para a realização dos objetivos propostos.
A sala equipada terá disponível Internet com horários pré-agendados com acessos ao Ministério do Meio Ambiente e sites afins.
Haverá orientação de trabalhos e projetos, à todas as pessoas que buscarem conhecimento junto ao Centro.
Viagens técnicas e visitas terão oportunidade e acesso à Educação Ambiental, dentro dos parâmetros e condições que o Centro poderá oferecer.
Serão exibidos filmes, documentários, slides informativos para a população de forma geral.
A Equipe do CEAT dará suporte para eventos, palestras, campanhas e divulgação de atividades referentes ao meio ambiente.
Ficará responsável um profissional para acompanhamentos de pessoas no horto florestal, parte do CEAT, para orientação prática à respeito da fauna e flora nativa existente no Município.
Quanto ao tempo de atividade, a estruturação e implementação do CEAT deverá ser um trabalho avaliativo contínuo, já previsto e disponibilizado de meios físicos, materiais, humanos e financeiros a cargo do Município de Toledo.
Pretende-se também aumentar o trabalho já desenvolvido como maior qualidade e disponibilidade de recursos didáticos, através da parceria com instituições envolvidas com Educação Ambiental. 

 
Parceiros: Instituto Ambiental do Paraná IAP, Eco Clube Cidadão Ambiental, Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE, Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental SUDERHSA, Superintendência Regional da Secretaria de Estado do Meio Ambiente SEMA, Escola Intentus, Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural EMATER, Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento SEAB.
Área de abrangência: Regional;
Vigência: Permanente.

MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

* Registro de movimentação individual e coletivo;
* A avaliação deve ser diária e com fechamento todo final de mês;
* O registro deve ser feito através de mapas comparativos, mês a mês. 



 



 

 

Lixo Útil

As tarefas do poder público e da sociedade, com relação aos resíduos sólidos produzidos, são bem claras: reduzir, reaproveitar e depositar adequadamente o não reaproveitável, tendo sempre em mente que qualquer lançamento dos mesmos na natureza, significa um prejuízo para o meio ambiente. Para isso, necessita-se: Tecnologia para efetuar a coleta, separação e reciclágem, Informação para motivar o público alvo e mercado para absorção do material recuperado.

O programa prevê basicamente duas formas de retirada seletiva dos materiais recicláveis: a coleta porta a porta e os pontos fixos de troca ou de entrega voluntária, sendo que os demais materiais continuam sendo coletados na forma tradicional e depositados em aterro sanitário.

Coleta porta a porta
Nesta modalidade o programa disponibiliza uma caixa plástica devidamente identificada para cada residência, onde são armazenados os materiais que são oferecidos limpos e secos para a coleta semanal.
Um veículo especialmente adaptado é utilizado para esta coleta e o material recolhido é selecionado por tipo e acondicionado de acordo com os interesses de comercialização. Atualmente, são 5.400 domicílios atendidos com este programa.

Pontos fixos de troca e entrega Voluntária
Atualmente são cinco pontos fixos instalados na sede do Município, em locais estratégicos e mais três no interior. Com isso, os participantes tem mais conforto, uma vez que cada ponto fixo é dotado de um barracão de aproximadamente 150 metros quadrados de área coberta, onde os mesmos ficam ao abrigo de intempéries.
O programa se torna mais eficiente pois só recebe o material se estiver limpo e previamente separado pelos participantes, ou seja, o papel separado do plástico, do vidro e dos metais, o que elimina a mão de obra para posterior separação. A freqüência de atendimento nos pontos fixos permite a agilização do decarte dos materiais, eliminando a necessidade de acúmulo dos mesmos nas residências dos participantes. A equipe de atendimento tem melhores condições de trabalho e orientação que passa a ser feita de forma individualizada.
São 2.830 famílias cadastradas participando regularmente da troca. São recolhidas, em média, 142 toneladas por mês de recicláveis previamente separados.

Sub Programa Ponto Fixo- Implatação: 27/03/95

Benefícios:
- Propicia um incremendo de alimentos para as famílias carentes.
- Limpeza no lote, no bairro e na cidade.
- A troca de material reciclável por alimento é um instrumento para a ação da Educação Ambiental com resultado social, não econômico.
- Os participantes do Ponto Fixo, quando fora do seu bairro, também coletam material reciclável em outros locais.

 

Malha Hidrográfica

RIO TOLEDO
Extensão: 26,5 Km;
Nascente: Entre São Luiz do Oeste e Linha Gramado;
Foz: Rio São Francisco;
Afluentes: Sanga Perdida, Sanga Golondrina, Sanga Guarani, Sanga Manaus, Sanga Pinheirinho, Sanga Capellari, Sanga Lajes.

RIO SÃO FRANCISCO
Extensão: 72,1 Km;
Nascente: Bairro Santos Dumont Cascavel;
Foz: Rio Paraná;
Afluentes: Arroio Grande, Arroio Ligeiro, Arroio Tamoio, Sanga Canoinha, Sanga Canela, Sanga Canelinha, Sanga Barra Escura, Sanga Arapaçu, Arroio Lopeí, Sanga Dorano, Sanga Pernilongo, Sanga Curta, Sanga Gerivá, Sanga Mandarina, Sanga Tapuí, Sanga Hervalzinho, Sanga das Pacas, Arroio Toledo, Sanga Ipiranga, Sanga Perdida, Sanga Golondrina, Sanga Guarani, Sanga Laranjal, Sanga Laje, Sanga Manaus, Sanga Pinhalzinho, Sanga Pardo, Sanga Cedro, Sanga São João, Sanga Garaipó, Sanga Sete Cachorros, Sanga Cachorro Perdido, Sanga Xaxim, Sanga Perdida, Sanga Coati, Sanga Enganador, Sanga Angico, Sanga Ipê, Sanga Lola, Sanga Macuco, Sanga do Pato, Sanga Perdido.

ARROIO GUAÇU
Extensão: 20 Km;
Nascente: Entre São Luiz do Oeste e Ouro Preto;
Foz: Rio Paraná;
Afluentes: Sanga Pipocú, Sanga Esquecida, Sanga Cedro Marcado, Sanga Acaraí, Sanga Cristal, Sanga Campina, Sanga Pirapó, Sanga Barreiro, Sanga Arraruta, Sanga Arapongas, Sanga Branca, Sanga Sarandi, Sanga Tarumã, Sanga Boqueirão, Sanga Maraú, Lajeado Barro Preto, Sanga Pitanga, Sanga Guajuíra, Sanga Floriano, Sanga Pinhalzinho, Sanga Cavalo Morto, Lajeado Soco Boê, Sanga Juriti, Sanga Timborim, Sanga Seca, Sanga Cotovelo, Sanga Taquaraçu, Sanga Dezenove de Junho, Sanga Nambú, Sanga Quinze de Novembro, Sanga Funda, Sanga Antas, Sanga Tigre, Lajeado Gavião, Lajeado Ubiretama, Sanga Serelepe, Arroio Lajeado Grande, Sanga Caçador, Sanga Guanixinga, Sanga Tatu, Sanga Ranchinho, Sanga Ortigas, Sanga Bueiro Quebrado, Sanga Lambari, Sanga Palmeiral, Sanga Três Cedrinhos.

ARROIO MARRECO
Extensão: 38,3 Km;
Nascente: Loteamento Pasquali II (Jardim Gisella);
Foz: Arroio Guaçu;
Afluentes: Sanga Panambi, Sanga Campina Grande, Sanga Curta, Sanga Jacutinga, Sanga Sabiá, Sanga Mirin, Sanga Silvino, Sanga Surungá, Sanga Boi, Sanga Tarumã, Sanga Pavão, Sanga Palmito, Sanga Santo Antonio, Sanga Cascavel, Sanga Macaco, Sanga Esperança, Sanga Velas, Sanga Laranjeira, Sanga Três Pedras, Lajeado Azul, Sanga Cristal, Sanga Dois Irmãos, Lajeado 41, Sanga Clara, Sanga Bambú, Sanga Taquara, Lajeado Barra Bonita, Sanga Urú, Sanga Jacuí.

RIO DEZOITO DE ABRIL
Extensão: 28 Km;
Nascente: Vila Flórida;
Foz: Rio Paraná;
Afluentes: Sanga Tupijava, Sanga Garota, Sanga Mochila, Sanga Pea Peru, Sanga Iravijá, Sanga Rui Barbo, Sanga Pain, Arroio Jaguarandi, Sanga Irruçu.

RIO SANTA QUITÉRIA
Extensão: 34,7 Km;
Nascente: Divisa entre Toledo; Cascavel; São Pedro do Iguaçu; Santa Tereza do Oeste;
Foz: Rio São Francisco Falso;
Afluentes: Arroio Centralito, Arroio Angola, Arroio Gamela, Arroio Jangada, Arroio Piraquara, Arroio Engano, Arroio Jará, Arroio Correntoso, Arroio Água Bela, Arroio Jaú, Sanga Ana Maria, Sanga Saracura, Arroio do Ouro.

Programa Mata Ciliar

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente em parceria com o Instituto Ambiental – IAP e Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos -SEMA desenvolve o programa Mata Ciliar, onde atua na produção de espécies florestais nativas para a recuperação das matas ciliares dos rios e nascentes, sendo que as mudas são entregues aos produtores gratuitamente.

Roteiro de Coleta

ROTEIRO DE COLETA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS
PROGRAMA LIXO ÚTIL: MODALIDADE PORTA A PORTA
Dia Turno
Segunda Feira Matutino
  Vespertino
Terça Feira Matutino
  Vespertino
Quarta Feira Matutino
  Vespertino
Quinta Feira Matutino
  Vespertino
Sexta Feira Matutino
  Vespertino
(Clique no turno desejado)


Dia: Segunda Feira
Locais: Jardim Porto Alegre; Jardim Independência; Jardim Carelli; Jardim Concórdia.
Turno: Matutino

RUA
HORÁRIO
Av. Dos Pioneiros
08:15
Rua Vitorio Leduc
08:15
Rua Luiz Pieorozan
08:16
Rua Vitorio Leduc
08:18
Rua João Bombardelli
08:19
Rua Evandro Scherer
08:19
BR - 467
08:23
Rua Severino Barbieri
08:28
Rua João Bombardelli
08:25
Rua Gustavo Isenhagen
08:25
Rua Ernesto Geisel
08:25
Rua Erich Powneiwas
08:25
Rua Severino Barbieri
08:32
Av. Dos Pioneiros
08:32
Rua Cuiabá
08:34
Vitor Hugo
08:36
Rua Minas Gerais
08:36
Av. Parigot de Souza
08:38
Rua Belo Horizonte
08:38
Rua Vitor Hugo
08:42
Rua São Paulo
08:42
Av. Parigot de Souza
08:46
Rua Porto Alegre
08:46
Rua Leonardo Bracht
08:54
Rua Rio Grande Do Sul
08:54
Rua Josefina Passarini
08:55
Rua São Paulo
08:57
Rua Beata Angelina
08:57
Rua Rio Grande do Sul
08:58
Rua Ramiro Zibetti
08:58
Rua São Paulo
09:00
Rua Vitor Hugo
09:00
Rua Rio Grande do Sul
09:02
Rua Julio Verne
09:02
Rua Orlando
09:03
Rua Ivaí
09:05
Rua Rio Grande do Sul
09:08
Rua Porto União
09:08
Rua Cuiabá
09:11
Av. Parigot de Souza
09:11
Rua Rio Grande do Sul
09:13
Rua Julio Verne
09:14
Rua São Francisco
09:18
Rua Vitor Hugo
09:18
Rua Rio Grande do Sul
09:22
Rua Ramiro Zibetti
09:22
Rua Paraná
09:23
Rua Beata Angelina
09:24
Rua Santa Catarina
09:24
Rua Julio Verne
09:26
Rua Paraná
09:27
Av. Parigot de Souza
09:28
Rua São Francisco
09:28
Rua Julio Verne
09:30
Rua Dona Lúcia
09:30
Av. Parigot de Souza
09:34
Rua Theobaldo Dreier
09:34
Rua Julio Verne
09:36
Rua Adilson Bier
09:36
Rua Porto União
09:38
Av. Nossa Senhora de Fátima
09:39
Rua Ivaí
09:39
Rua Rio Grande do Sul
09:42
Av. Parigot de Souza
09:43

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo



Turno: Vespertino

RUA
HORÁRIO
Rua Cerro Largo
13:03
Rua Bahia
13:04
Rua Cerro Largo
13:06
Rua Rio Grande Do Sul
13:13
Av. J. J. Muraro
13:14
Rua Santa Catarina
13:15
Rua Cerro Largo
13:16
Rua Paraná
13:16
Rua Erechim
13:20
Rua São Francisco
13:21
Rua Cerro Largo
13:22
Rua Amazonas
13:24
Rua Suécia
13:26
Av. Nossa Senhora De Fátima
13:27
Rua Raimundo Leonardi
13:27
Rua Paraná
13:30
Rua Argentina
13:30
Av. Nossa Senhora De Fátima
13:31
Rua Suíça
13:31
Rua Paraguai
13:35
Av. J. J. Muraro
13:36
Rua Cascavel
13:38
Rua Foz Do Iguaçu
13:38
Rua Nadir Somenzi
13:40
Rua Palotina
13:40
Rua Cascavel
13:41
Rua Pedro Álvares Cabral
13:41
Rua Medianeira
13:42
Av. J. J. Muraro
13:45
Rua Ponta Grossa
13:45
Rua Ijuí
13:47
Rua Nadir Somenzi
13:47
Av. J. J. Muraro
13:48
Rua Maria do Carmo Gozzo
13:50
Rua João Paulo I
13:51
Rua Presidente Ernesto Geisel
13:51
Rua General Félix da Cunha
13:52
Rua Presidente Emílio Médice
13:52
Rua Ijuí
13:55
Rua presidente Emílio Médice
13:55
Rua General Henrique Teixeira Lott
14:00
Rua Presidente Emílio Médice
14:01
Rua Presidente Janio Quadros
14:02
Rua Vergílio Diel
14:03
Rua Angelo Massola
14:06
Rua Pedro Alvares Cabral
14:06
Rua Dom Armando Círio
14:08
Rua Joao Paulo I
14:13
Rua Presidente Ernesto Geisel
14:14
Rua Pedro Rosseto
14:14
Rua Dom Armando Círio
14:16
Rua Ijuí
14:16
Rua Visconde de Guarapuava
14:21
Rua General Henrique Teixeira Lott
14:23
Rua Nelson Lorenz
14:25
Rua Antonio Heiss
14:29
Rua Olivo Beal
14:10
Rua Dom Armando Círio
14:35
Rua Pedro Rosseto
14:37
Rua Antonio Heiss
14:41
Rua João Paulo I
14:41
Rua Dom Armando Círio
14:45
Rua Vergílio Comerlatto
14:45
Rua Leopoldo Schmidt
14:49
Rua Guerino Maschio
14:49
Rua João XXIII
14:51
Rua Pedro Alvares Cabral
15:01
Rua Paulo VI
15:02
Rua A. Dalla Costa
15:06
Rua Henrique Bombardelli
15:06
Rua Pedro Alvares Cabral
15:02
Rua Angelo Massola
15:03
Rua A. Dalla Costa
15:17
Rua Antonio Heiss
15:17

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Dia: Terça Feira
Locais: BNH Barão; Jardim Gisela; BNH Alta Floresta; Jardim Pasqualli.
Turno: Matutino

RUA
HORÁRIO
Av. Nossa Senhora De Fátima
08:03
Rua Princesa Isabel
08:05
Rua Carlos Barbosa
08:08
Rua Gisela Merlin Leduc
08:11
Rua Princesa Isabel
08:13
Rua Gilberto Guterres Beltrão
08:15
Rua Waldemar Rossoni
08:20
Rua Saturno
08:20
Rua Princesa Isabel
08:22
Rua Domingos Pasquali
08:22
Rua Princesa Isabel
08:23
Rua Uruguai
08:24
Rua Carlos Barbosa
08:25
Av. Nossa Senhora De Fátima
08:28
Rua Pinheiro Machado
08:28
Rua Uruguai
08:32
Rua Francisco Basso
08:33
Rua Domingos Pasquali
08:35
Rua Waldemar Rossoni
08:35
Rua Ana Pasquali
08:36
Rua Décia Terezinha De Prado
08:37
Rua Uruguai
08:37
Rua Itália Piovesan Pasquali
08:38
Rua José Pasquali
08:38
Rua Ana Pasquali
08:39
Rua Primo Fachin
08:39
Rua São João
08:39
Rua Santa Rosa
08:41
Rua Padre Anchieta
08:41
Rua Carlos Barbosa
08:42
Rua Barão Do Rio Branco
08:43
Rua Santo Ângelo
08:44
Rua Padre Anchieta
08:46
Rua Princesa Isabel
08:46
Rua Carlos Barbosa
08:47
Rua Santo Campagnolo
08:47
Av. Parigot De Souza
08:51
Rua Almirante Barroso
08:52
Rua Protásio Alves
08:53
Rua Santos Dumont
08:54
Rua Ledoino José Biavatti
08:55
Rua Barão Do Rio Branco
08:56
Rua Protásio Alves
08:56
Rua Santo Campagnolo
08:57
Rua General Daltro Filho
08:57
Rua Mario Totta
08:58
Rua Daniel Nardi
08:59
Rua Santos Dumont
9:00
Rua Pinheiro Machado
09:01
Rua General Carneiro
09:02
Rua Borges De Medeiros
09:03
Rua Santos Dumont
09:04
Rua General Daltro Filho
09:04
Rua Barão Do Rio Branco
09:07
Rua Carlos Barbosa
09:08
Rua Gisela Merlin Leduc
09:13
Rua General Daltro Filho
09:14
Rua Barão Do Rio Branco
09:24
Rua Protásio Alves
09:24
Rua Colômbia
09:24
Rua Gisela Merlin Leduc
09:28

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Turno: Vespertino

RUA
HORÁRIO
Rua Andorin Barbosa
13:20
Rua Equador
13:22
Rua Andorin Barbosa
13:24
Rua Borges De Medeiros
13:25
Rua Gisele Merlin Leduc
13:26
Rua México
13:27
Rua Saturno
13:27
Rua Pinheiro Machado
13:28
Rua Uruguai
13:30
Rua México
13:32
Rua Caetano Severino Perin
13:32
Rua Pinheiro Machado
13:35
Rua São João
13:40
Rua Ledoino José Bivatti
13:42
Rua Rui Barbosa
13:43
Rua Pinheiro Machado
13:46
Rua Marumbi
13:50
Rua Coronel Ângelo Melo
13:51
Rua Barão Do Rio Branco
13:53
Rua Carlos Barbosa
13:53
Rua Marumbi
13:55
Rua Santa Rosa
13:57
Rua Luis P. Londeiro
13:57
Rua Santo Ângelo
13:58
Rua João Cordeiro Gomes
13:58
Rua Santa Rosa
13:59
Rua Marumbi
13:59

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Dia: Quarta Feira
Locais: Vila Industrial; Jardim Santa Maria.
Turno: Matutino.

RUA
HORÁRIO
Rua General Carneiro
08:08
Rua Santo Ângelo
08:15
Rua Erico Veríssimo
08:15
Rua Casemiro De Abreu
08:15
Rua Mauá
08:17
Rua Graciliano Ramos
08:17
Rua Santos Dumont
08:21
Av. Olavo Bilac
08:21
Rua 13 De Abril
08:24
Rua Emiliano Perneta
08:24
Rua Santos Dumont
08:26
Rua Emílio De Menezes
08:26
Rua 13 De Abril
08:31
Rua Rocha Pombo
08:31
Rua Santos Dumont
08:32
Rua Carlos De Carvalho
08:32
Rua Santa Marta
08:36
Rua São Damião
08:36
Rua Cândido Sampaio
08:36
Rua Carlos De Carvalho
08:36
Rua Monaco
08:37
Rua São Damião
08:38
Rua Acalpuco
08:38
Rua Carlos De Carvalho
08:40
Rua Olavo Bilac
08:40
Rua 03 De Outubro
08:40
Rua Carlos Barbosa
08:40
Rua Julio De Castilho
08:41
Rua Ledoino José Biavatti
08:46
Rua 03 De Outubro
08:46
Rua Santo Ângelo
08:57
Rua General Carneiro
08:57
Rua 13 De Abril
09:00
Rua 1º De Julho
09:03
Rua Santo Ângelo
09:05
Rua 13 De Abril
09:06
Rua Santa Rosa
09:07
Rua Julio De Castilho
09:09
Rua Carlos Barbosa
09:09
Rua 13 De Abril
09:11
Rua Pinheiro Machado
09:11
Rua Julio De Castilho
09:16
Rua Borges De Medeiros
09:16
Rua 13 De Abril
09:17
Rua General Daltro Filho
09:18
Rua Mané Garrincha
09:22
Rua Pinheiro Machado
09:31
Rua Joana D`Arc
09:31
Rua General Daltro Filho
09:36
Rua Dr. Osvaldo Silveira
09:36
Rua Pinheiro Machado
09:37
Rua 13 De Abril
09:38
Rua General Daltro Filho
09:38
Rua Santos Dumont
09:42
Rua Protásio Alves
09:42
Rua 13 De Abril
09:44
Rua Ledoino José Biavatti
09:45
Rodoviária
09:48

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Turno: Vespertino

RUA
HORÁRIO
Rua Augusto Formigheri
13:20
Rua Guanabara
13:21
Rua General Alcides Etchgoyen
13:24
Rua Formosa
13:25
Rua Da Faculdade
13:26
Rua Terra Roxa
13:26
Rua General Alcides Etchgoyen
13:26
Av. Ministro Cirne Lima
13:33
Rua Da Faculdade
13:33
Rua Guanabara
13:38
Rua Nossa Senhora Da Luz
13:38
Av. Ministro Cirne Lima
13:42
Rua Padre Antônio Patuí
13:42
Rua Guanabara
13:48
Rua Pio X
13:48
Rua Corbélia
13:50
Rua Verbo Divino
13:50
Rua Vila Lobos
13:51
Rua Carmem Miranda
13:51
Av. Ministro Cirne Lima
13:52
Rua Verbo Divino
13:52
Rua Corbélia
13:55
Rua Augusto Formigheri
13:55
Av. Ministro Cirne Lima
14:02
Av. Parigot De Souza
14:02
Rua Guanabara
14:06
Rua Miraldo Pedro Zibetti
14:06
Av. Ministro Cirne Lima
14:08
Av. Parigot de Souza
14:08
Rua Zulmir Longh
14:09
Rua Miraldo Pedro Zibetti
14:10
Rua Matelândia
14:10
Rua General Alcides Etchgoyen
14:12
Rua Céu Azul
14:12
Rua da Faculdade
14:13
Rua Vila Lobos
14:13
Rua Augusto Formigheri
14:15
Rua Corbélia
14:16

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Dia: Quinta Feira
Locais: BNH Tocantins; Vila Becker; BNH Pioneiro; Jardim La Salle.
Turno: Matutino

RUA
HORÁRIO
Prefeitura
08:08
Rua Thomas Gonzaga
08:17
Rua Manoel Ribas
08:18
Rua Castro Alves
08:19
Rua 1º De Maio
08:21
Rua Dos Pioneiros
08:22
Rua Manoel Ribas
08:23
Rua José Do Patrocínio
08:23
Rua 1º De Maio
08:25
Rua Felipe Guimarães
08:25
Rua Mem De Sá
08:27
Rua Vasco Da Gama
08:27
Rua 1º De Maio
08:27
Rua Joaquim Nabuco
08:28
Rua Mem De Sá
08:29
Rua Marcilio Dias
08:29
Rua Gonçalves Dias
08:30
Rua Henrique Dias
08:30
Rua Fernandes Vieira
08:31
Rua Gonçalves Dias
08:31
Rua Cristóvão Colombo
08:31
Rua Manoel Ribas
08:32
Rua Marcilio Dias
08:32
Rua 1º De Maio
08:33
Rua Anita Garibaldi
08:34
Rua Manoel Ribas
08:35
Av. Ministro Cirne Lima
08:47
Rua Padre Luiz Luise
08:49
Rua Valternei Ramos Zaleski
08:51
Rua Padre Luiz Luise
08:53
Rua Ministro Marcos Freire
08:55
Rua Protásio Alves
09:01
Av. Ministro Cirne Lima
09:01
Rua Ida Becker
09:03
Rua Britânia
09:04
Rua Carlos Mathias Becker
09:05
Av. Ministro Cirne Lima
09:07
Rua Guarani
09:08
Rua Leonir Giaretta
09:08
Rua Ida Becker
09:09
Rua Jurandir Dal Prá
09:10
Rua Guarani
09:15
Rua Cristo Rei
09:17
Rua Salvador
09:17
Av. Ministro Cirne Lima
09:18
Av. Maripá
09:21
Rua Leonir Giaretta
09:21
Rua Salvador
09:22
Rua Britânia
09:22
Av. Maripá
09:22
Rua Cristo Rei
09:23
Rua Prata
09:25
Rua Jurandir Dal Prá
09:26
Rua Tiburcio Antunes
09:26
Rua Cristo Rei
09:26
Rua Salvador
09:27
Rua Leonir Giaretta
09:27
Rua Guarani
09:27
Rua Jurandir Dal Prá
09:27
Rua Tiburcio Antunes
09:28
Av. Ministro Cirne Lima
09:32
Rua Prata
09:33
Rua Leonir Giaretta
09:33
Rua Guarani
09:37
Rua Criciumal
09:45
Rua August Fomigheri
09:46
Rua Pedro dos Santos Ramos
09:47
Rua Wilson Albuquerque
09:51
Rua Criciumal
09:52
Rua Augusto Formigheri
09:53
Rua Pedro dos Santos Ramos
09:54
Rua Wilson Albuquerque
09:55
Rua Tupã
09:57
Rua Augusto Formigheri
09:58
Rua Pedro dos Santos Ramos
09:59
Rua São Rafael
10:00
Rua Wilson Albuquerque
10:05
Rua Criciumal
10:06
Rua Raimundo Leonardi
10:07
Rua Pedro dos Santos Ramos
10:08
Rua Panambi
10:09
Rua General Rondon
10:12
Rua Nossa Senhora do Rocio
10:13
Rua Bonfim
10:14
Rua Guarani
10:15
Rua General Rondon
10:16
Rua General Alcides Etchegoyen
10:17
Rua Criciumal
10:18
Rua Guarani
10:19
Rua Maringá
10:40
Rua Raimundo Leonardi
10:41
Rua Coronel Vicente
10:42

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo


Turno: Vespertino

RUA
HORÁRIO
Rua Guarani
13:26
Rua Criciumal
13:30
Rua Nossa Senhora do Rocio
13:31
Rua Bonfim
13:33
Rua Panambi
13:34
Rua Criciumal
13:41
Rua General Alcides Etchgoyen
13:41
Rua Pedro dos Santos Ramos
13:45
Rua da Faculdade
13:46
Rua Criciumal
13:54
Rua Primavera
13:58
Rua Pedro dos Santos Ramos
14:01
Rua Raimundo Leonardi
14:02
Rua Criciumal
14:02
Rua Wilson Albuquerque
14:03
Rua Pedro dos Santos Ramos
14:04
Rua General Alcides Etchgoyen
14:08
Rua Coronel Vicente
14:08
Rua Wilson Albuquerque
14:12
Rua Maringá
14:12
Rua Guarani
14:15
Rua Bonfim
14:16
Rua Nossa Senhora do Rocio
14:16

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo

Dia: Sexta Feira
Locais: Centro
Turno: Matutino

RUA
HORÁRIO
Av. Senador Atílio Fontana
08:37
Rua Piratini
08:40
Rua Dom Pedro II
08:44
Rua XV de Novembro
08:51
Rua Independência
08:52
Rua Guarani
08:54
Rua Almirante Barroso
09:00
Rua Piratini
09:09
Rua Santos Dumont
09:09
Rua Guarani
09:18
Rua São João
09:24
Rua Sete de Setembro
09:29
Rua Rui Barbosa
09:30
Rua Nossa Senhora do Rocio
09:33
Rua Barão do Rio Branco
09:34
Rua Piratini
10:04
Rua Tiradentes
10:05
Rua Sete de Setembro
10:14
Rua Dr. Manoel Silveira D` Boux
10:14
Rua XV de Novembro
10:14
Rua Sarandi
10:15
Rua Souza Naves
10:16
Rua Santos Dumont
10:16

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

voltar ao topo

Turno: Vespertino

RUA
HORÁRIO
Rua XV de Novembro
13:23
Rua Santos Dumont
13:37
Rua Sete de Setembro
13:33
Rua Barão do Rio Branco
13:42
Av. Maripá
13:43
Rua Santos Dumont
13:48
Largo São Vicente de Paulo
13:49
Rua Bento Munhoz da Rocha Neto
14:00

Fonte: Secretaria Municipal do Meio Ambiente - 2006.

Viveiro Municipal de Mudas

Produção de Mudas

 
No que se refere ao tamanho das mudas destinadas às vias públicas deve ser rigorosamente observado:
- Mudas pequenas não servem, porque poderá haver excessiva brotação lateral dificultando a formação da copa na altura conveniente.
- As mudas devem ser plantadas a partir de 1,80 m de altura, sendo ideal 2,20m.
- A muda grande apresenta a vantagem de ser mais resistente à depredação e ter maior capacidade de brotação, e a copa forma-se a uma altura conveniente. Depois de plantada a muda, deverá ser colocado um tutor de madeira de modo a garantir o crescimento reto e evitar tombamento, e uma grade de proteção, de forma a garantir a sua proteção contra veículos, animais e o próprio homem.
 

ARBORIZAÇÃO URBANA - CALÇADA

MUDAS GRANDES

Espécie

Quantidade

Ipê Roxo

110

Ipê Amarelo

20  (para locais com Rede Elétrica)

Cereja do Japão

80  (para locais com Rede Elétrica)

Primavera

120 (para locais com Rede Elétrica)

Quaresmeira

200 (para locais com Rede Elétrica)

Pata de Vaca

40   (para locais com Rede Elétrica)

Acácia Manduirana

20

Jacarandá

40

 

ARBORIZAÇÃO RURAL

MUDAS PEQUENAS

Espécie

Quantidade

Ligustro

1200

Guabirova

2000

Araçá

500

Sibipiruna

300

 

PAISAGISMO (NÃO PODEM SER PLANTADAS NA CALÇADA)

Espécie

Quantidade

Pingo de Ouro

1100

Palmeira Imperial

250

Palmeira Leque

800

Cróton

250


Informações:

- Para reitrar mudas no viveiro municipal, o(a) interessado(a) deverá fazer uma autorização junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

- As mudas fornecidas pelo viveiro são, em sua maioria, de origem nativa da região, para reflorestamento ou para arborização urbana.