Toledo inaugura primeiro Banco de Alimentos em parceria com Governo do Estado

Publicado: Ter, 02/04/2024 16:10 | Modificado: Qua, 03/04/2024 16:55
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
  • Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos
    Município completa um tripé na segurança alimentar, além da Cozinha Social e dos restaurantes populares, agora conta com um Banco de Alimentos

 

 

A Secretaria de Administração da Prefeitura de Toledo inaugurou, nesta segunda-feira (01), o Banco de Alimentos Municipal e a Cozinha Escola. O equipamento, localizado ao lado do Restaurante Popular do Jardim São Francisco, completa um tripé para garantir a segurança alimentar e nutricional da população e soma-se aos oito restaurantes populares e a Unidade Central de Produção de Alimentos (Cozinha Social) de Toledo. 

O município é o primeiro a ter um banco de alimentos em parceria com o Governo do Estado. Os outros cinco ficam nas unidades da Companhia de Abastecimento do Paraná (Ceasa), em Curitiba, Cascavel, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu. “Parabenizo o esforço da equipe local por construírem aqui soluções, articulações para aproveitamento de comida, pois o nosso principal trabalho é gerar oportunidade para que todos consigam ter alimento”, disse o secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Norberto Ortigara. “Toledo tem relevância e é referência em segurança alimentar”. 

Os investimentos totalizam aproximadamente R$ 2,83 milhões, sendo R$ 1,3 milhão oriundos do Governo do Paraná e a contrapartida municipal de R$ 1,53 milhão. A previsão é que em 60 dias o local esteja operando em sua totalidade. As obras começaram em julho do ano passado e foram concluídas em 26 de fevereiro. A instalação conta três barracões, reformados e adequados pela Prefeitura de Toledo.

O primeiro é dedicado à Central de Recebimento. “Vamos realizar a coleta de alimentos excedentes doados por produtores, varejistas ou outras fontes que, caso não fossem recolhidos, iriam ser descartados”, disse o diretor de Segurança Alimentar e Nutricional do município, Luiz Bazei. A expectativa é arrecadar de 150 a 200 toneladas ao mês. 

O segundo barracão será para a Central de Processamento e para a instalação de uma Cozinha Escola, que promoverá a educação alimentar e nutricional, fazendo com que a população atendida conheça e pratique a produção de alimentos mais saudáveis. O espaço também será utilizado para cursos profissionalizantes, que futuramente poderão se refletir na geração de renda aos participantes. 

No terceiro barracão será instalada uma unidade para desidratação dos alimentos, processo que facilita a armazenagem, além de manter a qualidade nutricional. Os alimentos serão destinados para hospitais, asilos, casas de recuperação, entidades socioassistenciais, casas lares, entre outros que atendam pessoas em estado de insegurança alimentar e nutricional e famílias em vulnerabilidade social. Estima-se que um público de 10 a 15 mil pessoas sejam beneficiadas mensalmente.

Para o chefe do Núcleo Regional da Seab em Toledo, Paulo Salesse, e para o diretor da Cozinha Social de Toledo, esse “é um sonho se tornando realidade”. Salesse disse ainda que tem certeza que “esse Banco de Alimentos de Toledo será o melhor do Estado do Paraná, pode não ser o maior, mas será o melhor, pelas suas características, pelo jeito que foi concebido e construído. Ele também irá mudar a gestão de segurança alimentar aqui no município”. 

O prefeito Beto Lunitti e o vice Ademar Dorfschmidt comemoraram a conquista para a segurança alimentar da população, reconheceram a parceria com o Governo do Estado e agradeceram todos os envolvidos para o sucesso do empreendimento. “Fazemos gestão pública compartilhada com a sociedade”, disse Ademar. O prefeito pontuou que “esse é um momento crucial, do ponto de vista da segurança alimentar para a comunidade. Saco vazio não pára em pé. Estar com fome é sinônimo de destruição, primeiro do organismo humano e depois como sociedade. Então, investir nosso tempo em produzir coisas boas e tomar decisões positivas que mudam a vida das pessoas é nosso propósito”, completou Beto. 

A senadora pelo Estado do Mato Grosso do Sul e ex-ministra da Agricultura, Tereza Cristina, elogiou a parceria entre os governos. “Já estou com uma pontinha de inveja boa do Paraná. Tudo que ouvi aqui soa como música para meus ouvidos. A inauguração desse banco de alimentos coroa todo o esforço do Paraná nessa organização que vocês tem aqui. Cada vez fico com mais vontade de trazer os nossos prefeitos [do Mato Grosso do Sul] aqui para o Paraná, para conhecer essa parceria. Quando você vai para a vida pública é preciso se despir de vaidades pessoais. Estou vendo que aqui em Toledo as vaidades são a favor da população, seja ela que nível for”, disse a senadora. 

“O mundo anda muito rápido, tem muita tecnologia nova, e nós não podemos ter mais de um bilhão de pessoas no mundo passando fome, muito menos no Brasil, onde nós somos celeiros. Isso aqui é muito bom e não pode acabar, prefeito [Beto Lunitti]”, completa Tereza Cristina, reforçando a necessidade de manutenção do programa. 

A cerimônia de abertura do Banco de Alimentos Municipal contou com uma expressiva participação popular e com diversas representatividades políticas, que parabenizaram Toledo pela iniciativa em buscar melhorar a saúde da população por meio de investimentos em segurança alimentar. Entre os presentes que exaltaram a gestão municipal, estão o presidente do Legislativo de Toledo, vereador Dudu Barbosa; os deputados federais Elton Welter e Sérgio Souza; presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Otamir Martins; a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Seab, Márcia Cristina Stolarsky; o presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), Natalino Avance de Souza; presidente do Ceasa-PR, Éder Bublitz; o diretor do Departamento de Economia Rural da Seab, Marcelo Garrido Moreira; além do secretário municipal de Administração, Andriws Todeschini Prestes e demais integrantes da gestão municipal.