Espetáculos com o palhaço Ritalino dão início ao Festival de Teatro de Toledo

Publicado: Seg, 24/04/2023 16:00 | Modificado: Ter, 25/04/2023 11:09
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
  • “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)
    “O Carteiro” e “O melhor show do mundo: na minha opinião” estão entre as 14 peças que fazem parte da programação do evento, que segue até sábado (29)

 

Com espetáculos protagonizados pelo Palhaço Ritalino, personagem vivido pelo ator Tiago Marques, foi dado início à edição 2023 do Festival de Teatro de Toledo. A primeira das 14 peças que estão na programação do evento foi “O Carteiro”, que atraiu, na noite deste domingo (23), grande número de famílias para o Teatro Municipal.

No dia seguinte, no mesmo local, o artista encenou, em duas sessões, o espetáculo “O melhor show do mundo: na minha opinião”. Ao todo, mais de 1.000 alunos do Circo da Alegria, de 13 escolas municipais de Toledo (Alberto Santos Dumont, Amélio Dal Bosco, André Zenere, Anita Garibaldi, Antônio Scain, Ari Arcássio Gossler,  Arsênio Heiss, Borges de Medeiros,  Carlos Friedrich, Carlos João Treis e Egon Werner Bercht)  e uma de Ouro Verde do Oeste (Padre Arnaldo Janssen) divertiram-se e interagiram com as dinâmicas do palhaço Ritalino.

Alunos do 2º ano da Escola Municipal Carlos João Treis, Alícia Casarin de Souza e Kauê Felipe Marques de Oliveira, os dois têm opiniões semelhantes sobre a peça à qual assistiram. “A melhor parte foi a do malabarismo com as bolinhas”, avalia Alícia. “Achei muito divertida a parte em que o palhaço jogava as bolinhas para cima”, comenta Kauê.

A professora deles, Ângela Pereira dos Santos, relata que a experiência foi fantástica para os 23 estudantes da turma que foram ao Teatro Municipal. “Para alguns foi a primeira vez que estiveram aqui. Porém, todos estavam ansiosos em vir e viveram intensamente o espetáculo, interagindo com o artista”, pontua.

 

Próximos atos

A secretária da Cultura, Rosselane Giordani, está otimista com o que se viu até aqui do Festival de Teatro de Toledo 2023, que segue até sábado com espetáculos para públicos de todas as faixas etárias. “Na peça de estreia, vários pais e filhos tiveram um domingo diferente. Avaliamos positivamente a adesão da comunidade e, durante a semana, teremos, graças à parceria com a Secretaria da Educação, milhares de alunos de várias escolas presentes para espetáculos no Teatro Municipal e alguns destes vão até estabelecimentos de ensino do interior”, observa. “Teremos uma programação intensa até dia 29, com a presença de atores e companhias de Toledo e região, além de espetáculos em renome nacional. A gente convida toda a população para prestigiar as peças e se divertir durante este festival tão bonito, que se consolida cada vez mais na nossa cidade”, convida.

A entrada para todos os espetáculos é gratuita, sem necessidade de retirada antecipada dos ingressos. “A única exceção é para a peça ‘Autobiografia autorizada’, monólogo com Paulo Betti, ator consagrado e dono de uma carreira sólida. Neste caso, a entrada dependerá de convite que já pode ser retirado na Casa da Cultura ou no Teatro Municipal”, explica a secretária.

O Teatro Municipal, aliás, concentrará a maioria das apresentações. Contudo, estudantes de quatro escolas de comunidades do interior (São Luiz do Oeste, Vila Nova, Dez de Maio e Bom Princípio) terão um pouco do evento bem pertinho de casa. “Esta descentralização do festival reforça nossa política pública voltada à formação de plateia, algo que tem sido desenvolvido, por exemplo, com o programa Teatro na Escola”, comenta Rosselane.

 

Os espetáculos do Palhaço Ritalino

O carteiro – Nesta peça, o ator Tiago Marques presta, com muito humor e leveza este trabalho, uma homenagem à profissão de carteiro(a). O espetáculo mostra um recorte do dia a dia deste profissional. Enquanto o dia passa, o carteiro entrega cartas, nem sempre encontra o endereço, às vezes encontra apenas um cão raivoso. Ele se relaciona com caixas e pessoas e vai criando relações cômicas e poéticas por onde passa.

O melhor show do mundo: na minha opinião – A plateia vê um palco iluminado, mas após o terceiro sinal… cadê o show? Ritalino, o pipoqueiro mais espalhafatoso do mundo, invade a cena com seu tabuleiro de pipoca. Ele está ali pra faturar, mas os artistas não chegam e o palhaço decide entreter o distinto público. Como vê o show toda noite, pensa que será fácil. Mas como artista, ele é um completo desastre e é bem aí que está a graça.

 

Programação

ESPETÁCULOS PARA O PÚBLICO INFANTIL E INFANTO-JUVENIL

25/4 - terça-feira - 9h - Pluft: o fantasminha - Associação Centro de Pesquisa Teatral (ACPT)

Local: Teatro Municipal de Toledo

Pluft é um fantasminha que vive com a sua mãe no sótão de uma velha casa à beira-mar. Tudo ia bem até a chegada inesperada do pirata Perna-de-Pau, que aparece à caça de um tesouro escondido no imóvel. O vilão traz consigo Maribel, sua prisioneira e neta do falecido capitão Bonança, que ali morava. Em uma aventura repleta de emoção e suspense, o fantasminha defenderá o seu território com a ajuda da menina. Para isso, precisarão superar seus medos: o dela, de fantasmas; o dele, de gente - uma bela reflexão sobre o temor em relação ao desconhecido.

 

25/4 - terça-feira - 14h30 - Severino faz chover - Cia. Trapos & Farrapos

Local: Teatro Municipal de Toledo

Inspirada na obra de Ana Maria Machado, a peça, adaptada por Virginia Maria Finzetto, conta a história do menino Severino e das dificuldades enfrentadas pelo seu povo no Nordeste brasileiro, como a seca e o processo migratório dos retirantes. Tomado pela esperança, Severino sonha em fazer chover e, apesar de todos os obstáculos, ele continua alegre e cheio de ideias. Junto de seus amigos trama vários planos para que o seu sonho e de todo seu povo se realize. E aí, será que Severino faz chover?

 

26/4 - quarta-feira - 9h - Construindo sonhos - Mariane e Aurora Yukari

Local: Teatro Municipal de Toledo

Com direção de Kelly Laser e texto de Cleusa Pereira, o espetáculo é centrado nas personagens Palhaça Emengarda (Mariane Yukari) sua filha (Aurora Miki), que conduzirão o público a refletir sobre se “você conseguiu ser o que queria ser quando criança?”. O questionamento tem o objetivo de incentivar a plateia a relembrar sua trajetória pessoal, o tanto que conquistaram e o tanto que deixaram para trás. De uma forma lúdica, todos embarcam em descobertas e incertezas, sonhos retomados ou, quem sabe, novos sonhos.

 

26/4 - quarta-feira - 14h30 - Conexão perdida - Cia. Cênica

Local: Teatro Municipal de Toledo

Divertido e interativo, o espetáculo, dirigido por Aline Fernandes, é constituído por quatro esquetes em que se trabalham os temas “tecnologia” e “futuro” sob a óptica de idosos. Um velório do futuro, a busca pela alma gêmea, uma fila longa demais e uma disputa nada convencional – junte esses ingredientes com velhinhas simpáticas, a Dona Morte, redes sociais e uma boa dose de humor. Uma ida ao teatro e Conexão Perdida está pronta! Eis um espetáculo feito para todos se deliciarem! 

 

27/4 - quinta-feira - 14h - Contos e desencantos - Os Amadores Cia. de Teatro

Local: Escola Municipal São Luiz (São Luiz do Oeste)

A peça conta com uma mescla de personagens infantis, na qual Chapeuzinho Vermelho desrespeita sua mãe, levando a cestinha de guloseimas para a vovó pela floresta. No meio do caminho, Chapeuzinho acaba comendo as guloseimas deixando a floresta poluída. O Lobo Mau, que nesta estória é um defensor da floresta, encontra todo este lixo e fica enfurecido. Então entram os personagens da Cinderela, Bela Adormecida e o Porquinho, tentando ajudar o Lobo Mau a descobrir quem anda poluindo a floresta.

 

27/4 - quarta-feira - 14h - Reciclável público - Palhaças Pidi Mandô (Tayssa Camila) e Nublada (Alice Carine)

Local: Escola Municipal Osvaldo Cruz (Vila Nova)

O espetáculo conta o cotidiano de duas catadoras de papelão interpretadas por palhaças que reforçam o empoderamento feminino, envolvendo o público em um universo cheio de simplicidade, humor e educação, conscientizando a plateia sobre temas de extrema importância, como consumismo e responsabilidade social, ambiental e empresarial, compondo um cenário em que a conscientização se torna a principal ferramenta de transformação social. Todo este conteúdo é transmitido por meio de performances circenses, como malabarismo e palhaçaria.

 

28/4 - sexta-feira - 9h30 - Sobre dragões e bolhas de sabão - Virgínia de Araújo

Local: Escola Municipal São Dimas (Bom Princípio)

Ao perceber que os animais do planeta começaram a desaparecer misteriosamente e que a fada protetora das florestas foi raptada por um terrível dragão, um rapaz, com o objetivo de resgatá-los todos, decide embarcar em uma aventura cheia de desafios e aprendizados, exigindo dele muita coragem. A proposta da peça, da Akasha Produções Culturais, consiste em uma contação de histórias teatralizada, com dinâmicas interativas que estimulam a coordenação motora, o raciocínio lógico e a imaginação das crianças.

 

28/4 - sexta-feira - 14h30 - Colcha de retalhos - Nara Mattana

Local: Escola Municipal Miguel Dewes (Dez de Maio)

Colcha de Retalhos é um projeto artístico de literatura e contação de histórias com memórias afetivas e recordações, unindo sentimentos e gerações. O espetáculo é uma junção de vivências de pessoas que passaram pelo caminho da atriz, histórias reais, fantásticas e encantadas, com sabor de reconhecimento de pertença, onde muitas pessoas podem se identificar, se reconhecer nas palavras desenhadas dentro do espetáculo, possibilitando um passeio pela própria história do expectador, vivendo junto o espetáculo.

 

ESPETÁCULOS PARA O PÚBLICO ADULTO

25/4 - terça-feira - 19h30 - O castigo da soberba - Grupo Cachorro Afinado (alunos da Cia. Trapos e Farrapos)

Local: Teatro Municipal de Toledo

Baseada em um entremez (peça curta escrita em tom burlesco) composto por um ato assinado por Ariano Suassuna, a peça tem a linguagem própria da literatura de cordel. O enredo tem como protagonista um homem muito rico, que tinha honras de barão, e levava uma vida soberba e nada religiosa. De repente, começou a perder tudo o que tinha e, ao morrer, foi bater às portas do céu, mas sua entrada não será tão fácil. Antes, ele passará por um julgamento, tendo o Diabo como seu acusador, Nossa Senhora como sua defensora e Jesus como juiz. 

 

27/4 - quinta-feira - 19h30 - Transitório - Lysiane Baldo

Local: Teatro Municipal de Toledo

Resultado de uma série de experimentos que a atriz Lysiane Baldo realizou na esfera prática de suas pesquisas de mestrado, a peça tem como tema central o estudo da 'dramaturgia da memória autoficcional no teatro performativo'. Nesta direção, o trabalho fricciona as fronteiras entre  real e ficcional e sendo conduzida pelas memórias das mulheres de sua família e por suas próprias. Servem como elementos impulsionadores para a cena gravações em áudio de narrativas de sua avó materna, de sua mãe, fotografias e trechos de filmagens do contexto familiar.

 

28/4 - sexta-feira - 19h30 - Arteísmo - Arteístas

Local: Teatro Municipal de Toledo

O espetáculo é uma ode aos artistas de todas as vertentes e todas as linguagens, que matam um leão por dia para conseguir continuar exercendo sua profissão e um lamento pelo descaso com que se trata a arte em nosso país. Arteísmo é sobre ser artista, é sobre a beleza de criar. Dirigido por Maia Piva, todo espetáculo é inteiramente composto e encenado pelos alunos formados no curso técnico em Teatro do Colégio Eleodoro, em Cascavel, representando uma última fase desta caminhada antes de ingressarem no mercado profissional.

 

29/4 - sábado - 19h30 - Autobiografia autorizada - Paulo Betti

Local: Teatro Municipal de Toledo

Estrelado por Paulo Betti, "Autobiografia Autorizada" é um monólogo que marca a comemoração dos 40 anos de carreira do ator, que coleciona grandes sucessos no teatro, no cinema e na TV. Dirigida por ele e por Rafael Ponzi, a peça foi constituída e inspirada em textos escritos em grandes blocos durante a adolescência, onde também fazia colagens de fatos da época, e também nos artigos semanais que escreveu por quase trinta anos para o jornal Cruzeiro do Sul, de Sorocaba, cidade onde foi criado.