Estudantes devem realizar pré-cadastro para uso do transporte escolar público

Publicado: Seg, 27/11/2023 13:58 | Modificado: Ter, 28/11/2023 17:32
  • Prefeitura pretende ampliar o serviço e economizar recursos com o planejamento eficaz das linhas ofertadas
    Prefeitura pretende ampliar o serviço e economizar recursos com o planejamento eficaz das linhas ofertadas

 

A Secretaria Municipal da Educação de Toledo (Smed) está realizando um estudo para melhorar o planejamento do transporte escolar público para 2024. O serviço é oferecido gratuitamente pelo município e atende diariamente aproximadamente dois mil alunos da rede municipal (44,6%), estadual (45,9%), da educação especial (4%), do ensino superior e escolas particulares. O pré-cadastro deve ser realizado de forma online clicando neste link

 

“O transporte escolar visa garantir o acesso à educação de qualidade a todos os alunos, promovendo a equidade e a inclusão. Nós temos o compromisso de proporcionar um transporte seguro, eficiente e com acesso universal. Para isso, contamos com a colaboração de todos no sentido de preencher esse pré-cadastro, é a primeira vez que fazemos um estudo como este pensando em melhorar o sistema tanto para os alunos, quanto para a gestão municipal”, informa a Secretária da Educação, Marli Gonçalves Costa.

 

O investimento neste serviço em 2023 deve chegar a R$9,5 milhões. Somados os quilômetros rodados das 72 rotas, são percorridos mais de 9,4 mil quilômetros por dia. “Diante da definição deste perfil, se evidenciou a necessidade de reestruturação do transporte escolar. O estudo está sendo realizado para que possamos implementar melhorias nas rotas para 2024, com adequações de percursos e redefinição de itinerários”, complementou o coordenador do Setor de Transporte Escolar da Smed, Alessandro Heidmann. 

 

A intenção da Smed é reduzir o tempo do estudante no deslocamento “casa x escola” e aproveitar melhor os veículos contratados para essa finalidade. Estima-se que a economia com as readequações pode variar de R$500 mil a R$1 milhão. 

 

Alessandro relata algumas situações já identificadas. “Já identificamos roteiros que, em virtude das múltiplas instituições de ensino, acabam deixando alunos em seis ou sete escolas. Isso faz com que os alunos cheguem muito cedo nas primeiras instituições. Pretendemos concentrar os roteiros e reduzir o tempo total do trajeto. Em alguns casos, poderemos ter um transbordo de alunos de uma rota para outra”, explica o coordenador. Mesmo otimizando itinerários, estima-se um acréscimo de pelo menos mais sete rotas para atender os alunos do projeto Integralizar. 

 

Quem tem direito ao transporte escolar público

- Alunos da Educação Básica, tanto da zona Rural, quanto Urbana;

- Matriculados na Rede Municipal e Estadual da Educação;

- Residam a uma distância igual ou superior a 2.000 metros das escolas em que estão matriculados.

 

Observação: Estudantes que optarem por matrícula em instituição de ensino diferente daquela indicada pela Secretaria Municipal ou Estadual de Educação abdicam do direito ao transporte escolar público.

 

Regras para outros beneficiários - Estudantes universitários, alunos de escolas particulares, professores e servidores da rede pública municipal de ensino.

 

- Utilização condicionada à disponibilidade de vaga;

- Não pode haver mudança no itinerário definido para o transporte escolar;

- Não pode acarretar em aumento da despesa ao Município.

 

Pré-cadastro online - O pré-cadastro para utilização do transporte escolar deverá ser realizado de forma online clicando neste link

 

Procedimentos após o pré-cadastro

- Aguarde o contato do Setor de Transporte Escolar da Secretaria Municipal de Educação;

- Será agendada uma data para a apresentação da documentação necessária: declaração de matrícula e comprovante de endereço;

- Realizar a retirada da carteirinha do transporte escolar.

 

Para mais informações, entre em contato com o Setor de Transporte Escolar da Smed (45) 3196-3502 ou (45) 3196-3547 (WhatsApp).