Prova Toledo é aplicada para mais de cinco mil alunos

Publicado: Sex, 17/02/2023 16:04
  • A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino
    A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino
  • A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino
    A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino
  • A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino
    A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas para as crianças matriculadas nos 3º, 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino

 

A Secretaria Municipal da Educação, na perspectiva de diagnosticar a aprendizagem e avaliar o desempenho das mais de 5000  crianças matriculadas nas turmas de 3º, 4º e 5º anos, da Rede Municipal de Ensino, elaborou a Prova Toledo de Língua Portuguesa e Matemática. A Prova Toledo foi aplicada pelos próprios professores regentes de turmas, nesta quinta e sexta-feira, dias 16 e 17 de fevereiro.

As Provas foram elaboradas pelos coordenadores de Língua Portuguesa e Matemática da Secretaria Municipal da Educação, pautando-se nas diretrizes da Proposta Pedagógica Curricular da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP) e nas Matrizes de Referência da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), além da Prova Brasil. Essas referências norteiam as avaliações do Sistema de Avaliação da Aprendizagem.

“Essas definições e resultados é para a gente ter um diagnóstico da situação das possíveis defasagens que há no ensino, em quais locais e conteúdos estão mais presentes. A divulgação dos resultados vai ser no início da primeira semana de março. A partir desses resultados, os professores e nossos coordenadores de português e matemática já estão levantando como proceder, dependendo do conteúdo que há defasagem, para não deixar nenhuma criança para trás”, garante a secretária da Educação, Marli Gonçalves Costa. 

O coordenador de Língua Portuguesa, professor Valdinei José Arboleya informou que transcorreu tudo tranquilamente com a aplicação das provas. “Como estamos em fase de mudança da matriz curricular de língua portuguesa e de matemática do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) o resultado será avaliado para trabalharmos diretamente com os professores os aspectos que precisam ser reajustados no processo de ensino para melhorar o desempenho do município nos resultados das avaliações externas”, explicou o coordenador.

Segundo a diretora do Departamento de Ensino da Smed, Dirce Maria Steffens Külzer, com os resultados da Prova Toledo, a Secretaria Municipal da Educação fará uma atuação direta na formação dos professores, prevista para acontecer no mês de março, com análise de resultados e encaminhamentos pedagógicos, principalmente naquilo que a Prova Toledo demonstrar mais fragilidades. “O objetivo é a melhoria da qualidade da aprendizagem de todas as crianças”, afirmou.