Smed dá início ao 3º Colóquio Municipal de Políticas Educacionais Inclusivas

Publicado: Qui, 21/09/2023 14:13
  • Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
    Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
  • Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
    Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
  • Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
    Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
  • Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
    Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
  • Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial
    Realizadas no auditório da PUCPR/Toledo, atividades do evento seguem até sexta-feira (22) com palestras e oficinas com especialistas em educação especial

 

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (21) a abertura oficial do 3º Colóquio Municipal de Políticas Educacionais Inclusivas (Compei) promovido pela Secretaria Municipal da Educação (Smed), por meio do Núcleo de Estudos e Atendimentos à Diversidade e à Inclusão (Neadi). Nos dois dias de evento, que está sendo realizado no Auditório Dom Anuar Battisti, do câmpus Toledo da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), professores da educação especial da rede municipal de ensino poderão aprimorar seus conhecimentos em palestras e oficinas ministradas por especialistas no assunto.

Todas essas atividades têm como ponto de partida a “Inclusão pelo direito da comunicação em uma perspectiva histórico-cultural na escola e na vida”, tema do colóquio que foi lindamente representado pelos estudantes da Escola Antônio Scain. Na abertura dos trabalhos, eles interpretaram, por meio da língua brasileira de sinais (Libras), a letra da música “A paz”, do grupo Roupa Nova.

Após a apresentação, foi formada a frente de honra composta pela secretária da Educação, Marli Gonçalves Costa; a analista judiciária Glorete Lenzi, que representou o juiz da Vara da Infância e Adolescência da Comarca de Toledo, Rodrigo Rodrigues; a presidente do Conselho Municipal da Educação, Luci Graciela Kuhn; e a vice-presidente do Fórum Municipal da Educação, Danieli Bringmann. “No nosso dia a dia, o termo ‘formação’ é tratado diariamente e visto de forma ampla, visando alcançar todos os servidores da Smed e isso inclui os da Educação Especial, setor que recebe a mesma atenção dada a outros da nossa pasta”, pontua Marli. “Em nome do juiz da Vara da Infância e Adolescência, quero expressar toda minha satisfação em estar aqui na companhia de pessoas que fazem a política pública da educação para pessoas com deficiência acontecer em Toledo”, comenta Glorete.

 

Palestras e oficinas

Desfeita a frente de honra, teve início a primeira palestra do Compei (Direito à comunicação) ministrada pela mestre e doutoranda em Ensino de Ciências pela Universidade de Brasília (UnB), Joanna de Paoli. “Estamos na capital do Brasil e até hoje não conheci nenhum município que se preocupe e invista mais em formação docente do que Toledo. A forma como vocês lidam com o assunto ‘inclusão’ me deixa emocionada, pois para mim, que é mãe de um filho com transtorno do espectro autista, ter com quem contar nos momentos de dificuldade é fundamental”, comenta.

À tarde, o mestre-doutor em Educação Física pela UnB, Juarez Oliveira Sampaio, abordou o tema psicomotricidade. No período noturno, a partir das 19h, Joanna e Juarez fazem uma palestra em conjunto.

A programação de sexta-feira será destinada a três oficinas que serão realizadas das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h no prédio onde fica a sede da Smed e da Escola de Governo. No ato da inscrição, os participantes puderam optar entre três opções: Educação Especial Inclusiva – AEE/Psicopedagagos(as), com Joanna de Paoli; Educação Especial Inclusiva – Psicomotricidade, com Juarez Oliveira Sampaio; e Dislexia/Psicopedagogos(as), com a mestre em Distúrbios da Comunicação Humana pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Giovana Romero Paula.