Emdur inicia reurbanização da Rua Carlos Sbaraini

Publicado: Qui, 30/03/2023 17:15 | Modificado: Sex, 31/03/2023 16:23
  • O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
    O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
  • O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
    O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
  • O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
    O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
  • O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
    O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
  • O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias
    O projeto inclui recape do pavimento e nova posição para a ciclovia, atualmente localizada no meio das vias

 

Aprovada em audiência pública no final do mês de janeiro de 2023, as obras de reurbanização da Rua Carlos Sbaraini, entre a Avenida Senador Atílio Fontana e a PR-585 na região dos bairros São Francisco e Panorama, foram iniciadas este mês e estão a todo vapor. A Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de Toledo (Emdur) está responsável pelos trabalhos. Toda a reurbanização está orçada em R$ 4.223.819,59. A prefeitura não cobrará pelo recape e galerias (aproximadamente R$1,92 milhão).

O trecho a ser reurbanizado é de 1800 metros. Segundo o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, “as obras estão andando num ritmo bem acelerado e estamos bem felizes com os primeiros resultados, principalmente com a qualidade dos serviços que a Emdur tem nos proporcionado. Temos algumas situações para ajustar, é o caso de alguns comércios que aplicaram calçada de paver e que teremos que remover para que seja efetuado o projeto que foi aprovado na audiência pública. Mas os moradores da região Sul estão contentes ao ver as melhorias proporcionadas”, relatou Dorfschmidt. 

A proposta de intervenção prevê criação de ciclovia unidirecional, para ambos os lados da pista, que forneça segurança para o ciclista; execução de calçada nova em concreto para padronização e instalação de piso tátil para acessibilidade; rampas de acessibilidade em todos os cruzamentos; recapeamento asfáltico em todo o trecho; não haverá necessidade de recolocação de postes; sinalização horizontal e vertical; paisagismo mantendo árvores existentes que estão alinhadas retirando árvores e tocos inadequados, plantio de novas árvores; novos pontos de ônibus e lixeiras; galerias de águas pluviais e nova iluminação em LED (Parceria Público Privada). 

A intervenção, mesmo que inicial, já deixou a população animada. O agricultor Osmar dos Santos Costa (53) nem mora na Carlos Sbaraini, mas faz questão de acompanhar os trabalhos da Emdur. “Vai ficar muito bom, já deveriam ter feito assim desde a primeira vez que revitalizaram. Do jeito que tava era muito perigoso circular com bicicleta no meio das pistas. Minha neta tem 11 anos e vai pra aula de bicicleta, enquanto ela não chega em casa a gente não fica tranquilo. O trânsito é muito complicado. Mas quando terminarem vai ficar bonito e mais seguro”, avalia o morador. 

As melhorias também estão deixando os comerciantes animados. O proprietário de um mercado na Rua Carlos Sbarini, José Castilho, comentou que com o passar do tempo, se não há modificações “vai ficando tudo velho e isso desestimula todo mundo. Já estamos notando diferença, vai ficar uma avenida bonita e esperamos que pelo menos mantenha a clientela. Com certeza irá trazer mais conforto para as pessoas que passam nas calçadas e se o estacionamento ficar livre das rampas será ótimo para nós”, comenta o comerciante. 

O engenheiro civil da Emdur, Giovany Frantz, informou que a partir da próxima semana a Emdur deve continuar a execução de meio fio. “Dentro do plano de execução, as obras são realizadas de três em três quadras, na sequência deve ser realizado o recape. O objetivo é fazer seis quadras, deixar as calçadas, ciclovia e galerias prontas para então fazer o recape, deixando uma grande área de obra pronta”, informou o engenheiro. As obras foram iniciadas nas proximidades da PR-585 e vão avançando gradativamente até chegar na Avenida Atílio Fontana.