Quatro personalidades são homenageadas nos 70 anos de Toledo

Publicado: Seg, 12/12/2022 17:25 | Modificado: Ter, 13/12/2022 17:15
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
  • Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth
    Duas honrarias foram entregues, a de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth

 

Os títulos de Cidadão Honorário do Município e a Medalha Willy Barth são honrarias concedidas pelos poderes Executivo e Legislativo a pessoas que praticaram atos de relevante interesse social em favor da população de Toledo. Na noite da última sexta-feira (09), em sessão solene na Câmara de Vereadores, quatro personalidades que tiveram sua trajetória de vida reconhecida em favor dos munícipes foram homenageadas. 

Com o Título de Cidadão Honorário do Município de Toledo, Joaquim Katsuyuki Iwasaki e Otacílio Ananias Moreno, o “Pernambuco”. Com a Medalha Willy Barth, Sérgio Avelino Campagnolo e Lineu Schenknecht. A solenidade reuniu dezenas de autoridades, lideranças, familiares e populares na Câmara de Toledo, entre elas o prefeito Beto Lunitti, o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, vereadores, vereadoras, além de médicos, empresários, familiares, entre outros.

O evento fez parte da programação das comemorações dos 70 anos de emancipação do Município de Toledo, em 14 de dezembro próximo. O prefeito Beto Lunitti teceu elogios a todos os homenageados, em especial a Otacílio Ananias Moreno, o Pernambuco, o qual indicou para receber a honraria de Cidadão Honorário. Ao homenageá-lo, Beto estendeu a homenagem “aos anônimos, reconhecer os pequeninos que estão escondidos, mas que seu trabalho é fundamental”. Falou de quando andava na carroça de Otacílio, que carregava os utensílios daqueles que chegavam em Toledo. “Precisamos ter o sentimento de gratidão e empatia. Gostar de gente é fundamental para que possamos construir territórios. Então, Ananias, na sua sabedoria popular, me sinto representado na sua indicação, pois temos essa constância de compreender que os aspectos da vida cotidiana produz a materialidade e o recurso que chamamos de economia. Juntos e tão somente juntos podemos consolidar essa terra como terra de todos, de gente que trabalha e de gente feliz. Ananias, sinta-se agraciado com o Título de Cidadão Honorário, não só para o senhor, mas pela periferia, pelos pobres de Toledo, que contribuíram com a história de Toledo. Parabéns”, exaltou o prefeito Beto Lunitti. 

 

Otacílio Ananias de forma muito humilde e após elaborados discursos agradeceu dizendo que não tinha o que falar “sou leigo, nem trouxe papel na mão [para o discurso], eu criei uma família para o desenvolvimento de Toledo. Vi Toledo crescer que nem vi meus filhos mais velhos. Meu filho mais velho tem 60 anos. Foram 12 filhos. Minha escola foi abrir picadas para os colonos. Não sou doutor, sou aposentado, não tenho o que falar, só obrigado”, declarou. Após a solenidade, Ananias disse que essa homenagem foi “a maior alegria, estou muito, estou tão alegre que perdi até a conversa. Se eu morrer amanhã já estarei satisfeito por realizar todos os meus sonhos”, frisou. 

O vice-prefeito Ademar Dorfschmidt homenageou o pastor Lineu com a Medalha Willy Barth e parabenizou os demais. “Com certeza o coração dos homenageados pulsa mais forte, pois sabem o quanto já fizeram pela nossa gente. Obrigado pastor! Os médicos presentes cuidam da vida das pessoas, o pastor Lineu cuida da alma das pessoas. Um pastor exemplar que se dedica às causas da comunidade. O curador da alma sempre está nos apoiando nos momentos de alegria e tristeza”, elogiou o vice. Lineu falou de sua trajetória até se formar pastor em 1992 e agradeceu a deus pelo dom da vida, pela sua família e pela sua paróquia. “Sou muito grato por essa homenagem. Nós precisamos nos unir, juntos com a Administração pública, ter amor por essa cidade, uma cidade que o povo ama e que é abençoada”, agradeceu. 

Para acompanhar na íntegra como foi toda a sessão solene basta clicar neste link da transmissão do youtube da Câmara de Vereadores.

 

Sergio Avelino Campagnolo - nasceu em Toledo, filho do médico pioneiro e ex-prefeito de Toledo e proprietário das rádios Cristalina e Guaçu em Nova Santa Rosa e Toledo, o saudoso Avelino Campagnolo, e de Inez Luíza Campagnolo. Sergio Avelino e o irmão Orley Álvaro seguiram o caminho da medicina como o pai. Sergio Campagnolo foi secretário da saúde na gestão do prefeito Luiz Alberto de Araújo (in memorian) e como vice-prefeita Rosali Campos. Atuou de 1989 a 1991 e buscou viabilizar a saúde preventiva e curativa. As ações incluíram a melhoria do saneamento, à época precário, com intervenções junto à concessionária dos serviços de água e esgoto e ações municipais. O fornecimento de água tratada era interrompido com frequência nas partes mais elevadas da cidade, que receberam reservatórios. Os apelos também foram atendidos pela concessionária com a implantação de sete modernas estações de tratamento de esgoto. No interior do município foram implantados, com recursos municipais, o fornecimento de água tratada em várias localidades, através de poços artesianos, caixas d'água e rede distribuidora. Na destinação do lixo foi substituído o aterro a céu aberto por aterro controlado – coberto diariamente, após depósito adequado do lixo. À época, foram retiradas famílias - inclusive idosos e crianças - que viviam do lixo no local. Outra medida de alto alcance foi a implantação da coleta seletiva do lixo hospitalar em hospitais, farmácias e clínicas com destinação final em aterro sanitário próprio.

Na área de saúde curativa o sistema foi estruturado com a municipalização da assistência ambulatorial, dos serviços de vigilância sanitária e epidemiológica e da divisão da cidade em seis regiões polos. Foi construído o mini hospital da Vila Pioneiro com atendimento 24 horas, sete dias por semana, atualmente funcionando como Pronto Atendimento Municipal. Foram construídos ainda mais cinco postos de saúde, com projetos atualizados e funcionais. Sergio Avelino Campagnolo é casado com a também médica Maria de Fátima Quirino Campagnolo e pai de Andre Avelino Campagnolo, Paula Luíza Campagnolo e Maria Thereza Campagnolo, todos seguindo a paixão dos pais como médicos.

 

Joaquim Katsuyuki Iwasaki - nasceu em Martinópolis (SP) em 1949 e aos cinco anos mudou-se com sua família para o Paraná, fixando-se em Cornélio Procópio. Aos 16 anos foi fazer cursinho para o vestibular de farmácia na Universidade Federal do Paraná, mas acabou acatando sugestão de um professor para fazer medicina devido às suas notas. Aprovado entre os 20 primeiros, concluiu o curso e veio para Toledo, pois conhecera o também médico e empresário Jorge Okano, bem como sua então namorada, Irma que conhecia Nair Okano. Irma prestou concurso no Banco do Brasil, no segundo concurso da instituição que admitia mulheres, passando em Cornélio Procópio, assumindo em Guaíra. Eles se casaram em Curitiba antes dele se formar, em 1974, quando veio o convite do médico Jorge Okano para trabalhar em Toledo. Sua esposa conseguiu transferência para Toledo, onde trabalhou por décadas no Banco do Brasil até se aposentar.

Joaquim perdeu o pai ainda bebê mas relata com orgulho o carisma, garra e dedicação que via em sua mãe. Ela viuvou aos 33 anos de idade, ficando com 5 filhos homens, o mais novo, Joaquim, tinha seis meses de vida. Faleceu aos 96 anos e durante 50 anos de sua vida se dedicou a ensinar a língua e a cultura japonesa. Aos 85 anos ela recebeu no Japão uma homenagem do governo por difundir a cultura japonesa pelo mundo, especialmente no Brasil.

Amante do futebol, Joaquim por quarenta anos comandou o Japanela, um dos clubes mais tradicionais de futebol suiço toledano. Atualmente ainda comanda o time do Clube Mexa-se. Incansável, em setembro Joaquim Iwasaki completou 48 anos de atuação na medicina em Toledo. 

 

Lineu Schenknecht - Pastor Lineu Schenknecht é natural do então distrito toledano de Nova Santa Rosa, onde nasceu como filho de Albino e Dusnelda Schenknecht, juntamente com os irmãos Harri, Lido, Valdir, Sani, Rosane e Ilse. Cursou o ensino médio em Nova Santa Rosa e ingressou em 1987 no curso de teologia no Seminário Concórdia, em São Leopoldo-RS. Após estágio em Gravataí-RS, formou-se em 1992 e em junho de 1993 recebeu chamado pastoral para Toledo. É casado com Márcia Iliane Hennig Schenknecht, com que tem as filhas Julianna e Luísa. Pastor Lineu graduou-se nos cursos de história e filosofia na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). Periodicamente, participa de cursos ministrados pela Igreja Evangélica Luterana do Brasil. Lineu Schenknecht exerce seu trabalho pastoral atualmente nas congregações da Igreja Luterana do Brasil de Toledo e São Pedro do Iguaçu.

 

Otacílio Ananias Moreno - 81 anos, é pernambucano de Arcoverde e chegou no Paraná no então Distrito de Brasilândia do Sul, próximo de Assis Chateaubriand, no início da década de 60, com os seus pais. Casou-se com Dorvalina Maria Moreno (in memorian) em 1963, em Assis Chateaubriand, e tiveram 12 filhos.

Otacílio porém tivera seu primeiro contato com o município de Toledo ainda em 1950, fixando residência na Linha São Pedro, como pioneiro do município. Conhecido popularmente como “Pernambuco”, Otacílio atuou inicialmente na prestação de serviços para a colonizadora Maripá-Madeireira Rio Paraná S.A., além de desempenhar ofício na Colonizadora Norte do Paraná, em Assis Chateaubriand. Posteriormente, trabalhou na Indústria de Palmitos Ivaí e na Laminadora Berneck Compensados. Ainda jovem e durante grande parte de sua vida trabalhou como picadeiro e desbravador de matas e, juntamente com sua equipe, abriu inúmeras áreas para colonização e comércio de lotes, usando machado, foice e outros instrumentos da época. A trajetória profissional de Otacílio “Pernambuco” inclui também atuação na Prefeitura de Toledo por mais de duas décadas. O período cobriu as gestões dos prefeitos Egon Pudell, Avelino Campagnolo, Wilson Carlos Kuhn, Duílio Genari, Albino Corazza Neto e Luiz Alberto de Araújo, desempenhando funções de ajudante de caminhão e serviços gerais. Também foi servente de pedreiro na Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de Toledo (Emdur). Na área social, Otacílio Ananias Moreno e sua esposa Dorvalina tiveram efetiva participação em diversas atividades e eventos da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Europa, onde moravam e atuavam na comunidade. Após a perda de Dorvalina, Otacílio casou-se anos depois com Marli Fátima Rodrigues, sua atual esposa.

 

Fonte: Com informações da Câmara de Vereadores de Toledo