Toledo promove “Dia D” para atendimento à pessoa em situação de rua

Publicado: Seg, 17/04/2023 12:13 | Modificado: Ter, 18/04/2023 09:40
  • Ação oferecerá vários serviços a este público e será realizada nesta quarta-feira (19), das 8h às 12h, no ginásio de Esportes Euzébio Garcia (Boa Esperança)
    Ação oferecerá vários serviços a este público e será realizada nesta quarta-feira (19), das 8h às 12h, no ginásio de Esportes Euzébio Garcia (Boa Esperança)

 

Toledo promove nesta quarta-feira (19) o “Dia D” para atendimento à pessoa em situação de rua (PSR). Das 8h às 12h, vários serviços serão oferecidos a este público em estrutura que será montada no Ginásio de Esportes Euzébio Garcia (Rua Tomás de Aquino, 680): emissão de documentos (certidões, identidade e boletins de ocorrência), atendimentos de saúde (avaliação, testes rápidos e encaminhamentos), atualização e inserção do Cadastro Único, e encaminhamento ao mercado de trabalho.

O “Dia D” é uma realização de seis secretarias municipais (de Assistência Social, de Saúde, de Segurança e Mobilidade Urbana, de Administração [Cozinha Social], de Esportes e Lazer, e do do Agronegócio, de Inovação, Turismo e Desenvolvimento Econômico [Agência do Trabalhador]), da Polícia Militar e da unidade local do Serviço de Integrado de Saúde Mental/Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas(Caps - SIM/PR). A Secretaria Municipal de Políticas para Infância, Juventude, Mulher, Família e Desenvolvimento Humano, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR/câmpus Toledo) e a subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/Toledo) também apoiam a iniciativa.

Segundo a diretora do Departamento de Proteção Social Especial/Média Complexidade (PSEMC) da Secretaria de Assistência Social, Juliana Alves Máximo, esta ação concentra num só lugar um trabalho que já é feito diariamente pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas II). “Nós temos uma equipe de abordagem social que está em constante contato com este público, detectando suas demandas e fazendo os encaminhamentos naquilo que é possível auxiliar. Nesta ação, com a presença de todos os setores a quem costumamos recorrer num só lugar, vamos agilizar esses trâmites”, explica.

De acordo com a diretora, existem mais de 50 pessoas em situação de rua em Toledo. “Este número tem variações sazonais, com pessoas vindas de fora passando um tempo na cidade e indo embora depois de um tempo. Contudo, temos em nosso mapeamento 53 cidadãos que permanecem constantemente aqui, os quais são monitorados pelo Creas II”, explica. “Para todos eles, fixos e temporários, estamos fazendo tudo que é possível para que seus direitos sejam assegurados. Sabemos que há muitos que não querem sair das ruas, mas, para os que querem sair desta realidade, oferecemos a Casa de Passagem e outras políticas públicas para que possam recomeçar”, salienta.