BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas

Publicado: Ter, 16/05/2023 17:15 | Modificado: Qua, 17/05/2023 17:58
  • BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
    BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
  • BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
    BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
  • BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
    BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
  • BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
    BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
  • BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas
    BRF e Prefeitura estudam solução para fluxo de caminhões e bem estar dos motoristas

 

Uma comitiva da Prefeitura de Toledo esteve, nesta terça-feira (16), em visita à unidade da BRF em Toledo. Atendendo o convite da direção da indústria, a intenção do encontro era buscar soluções para o fluxo dos caminhões e bem estar dos motoristas, bem como diminuir os problemas gerados para os moradores quando se formam filas para descarga de grãos. Durante o encontro, foi apresentada a proposta de construção de um estacionamento para 160 caminhões, possibilitando a chegada programada das cargas e acabando com a presença das carretas nas vias públicas. 

A reunião começou com uma apresentação sobre alguns dados da BRF em Toledo. Atualmente a indústria emprega 7 mil colaboradores e tem capacidade de abater 300 mil frangos e 7,5 mil suínos por dia, sendo boa parte industrializada. “Atualmente, esta unidade é a segunda maior do Brasil, atrás somente da instalada em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Aqui temos o maior frigorífico de suínos da América Latina”, disse o gerente executivo da Unidade, Luciano Micheletto.

Além disso, diariamente, a unidade recebe cerca de 4.700 toneladas de grãos, entre soja, milho e sorgo, utilizados para a produção de óleo e ração. E é a chegada destes grãos que acaba se tornando um problema devido ao grande fluxo de caminhões utilizados para o transporte. “Temos tentado minimizar, com instalação de banheiros químicos, servindo alimentação, porém são medidas paliativas. A solução é edificarmos um estacionamento, com espaço adequado para os motoristas, o que vai evitar a presença destes caminhões parados em vias públicas, causando transtorno para os moradores da região”, disse o gerente de Agropecuária, Antônio Álvaro Júnior. 

O estacionamento está previsto para um espaço onde atualmente fica um depósito de lenha, com acesso na confluência da Rua Mário Fontana com a Avenida Egydio Geronymo Munaretto. Micheletto acrescentou que existe um interesse da BRF em estar mais próxima da comunidade. “Por isso nos reunimos para, junto com os técnicos da Prefeitura de Toledo, buscarmos soluções e parcerias para sanar uma situação que é incômoda para a comunidade, mas também para nós”, destaca.

Em nome da equipe da administração municipal, o prefeito Beto Lunitti se colocou à disposição para estudar todas as possibilidades para resolver os problemas. “A BRF é importante para o nosso desenvolvimento econômico, pois entendemos a relevância que vocês têm na geração de emprego e renda. Vamos trabalhar para chegarmos em uma denominador que atenda a todos de forma legal e satisfatória”. Lunitti ainda lembrou que existem outras demandas sendo deliberadas junto à unidade, como a abertura da Rua Tomás Gonzaga, que passará por uma área atualmente pertencente à indústria, entre outras situações. “Queremos sempre manter as boas relações institucionais e nos alegramos em saber que vocês estão empenhados em melhorar o nosso ambiente urbano”, concluiu.