Entidades participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública

Publicado: Ter, 12/03/2024 17:24
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
  • Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública
    Entidades recebem participam de ato de reconhecimento de sua utilidade pública

 

Duas entidades foram declaradas de utilidade pública a partir de leis sancionadas pela administração municipal, a partir de projetos de vereadores na Câmara Municipal. Na manhã desta terça-feira (12), integrantes do Movimento Colorado de Toledo (Mocoto) participaram de ato para receber o texto da Lei nº 2.722/2024. A tarde, foi a vez da Associação Evangélica Robert Reid Kalley, receber o título conquistado por meio da Lei Nº 2.721/2024

O prefeito Beto Lunitti assinou as duas leis, mas por conta de uma viagem à capital federal, coube ao vice-prefeito Ademar Dorfschmidt e a chefe de Gabinete Fabiana Trento a entrega das cópias das leis às beneficiadas. 

No primeiro ato, Dorfschmidt disse prezar pela diversidade e parabenizou os integrantes pelo trabalho da entidade que agrega torcedores do Sport Club Internacional de Porto Alegre. “É preciso reconhecer o trabalho que vocês fazem pela nossa sociedade, apesar de eu ser gremista”, brincou. O título foi proposto pelo vereador Leoclides Bisognin que justificou a decisão. “Existe um trabalho bastante intenso da Mocoto e agora, com esta lei, a entidade pode ter mais facilidade na obtenção de recursos”, disse. 

De acordo com o vice-presidente do Mocoto, Valdair Carlos Fiori, o movimento não é só o espaço para uma torcida, mas um grupo que assiste a jogos de futebol e que promove eventos para todas as torcidas, proporcionando um ambiente agradável e de respeito. É a partir destes eventos que o movimento consegue ajudar com entidades beneficentes, como a Associação dos Amigos de Basquetebol de Toledo (Abatol), que recebe R$ 1.300,00 dos colorados.

O segundo momento teve a participação do pastor Carlos Magno Vieira. A Associação Evangélica Robert Reid Kalley promove atividades para aproximadamente 70 crianças todos os sábados. No ano passado, o grupo já havia recebido da Prefeitura de Toledo um terreno para suas atividades sociais e filantrópicas, que tem como objetivo principal promover o crescimento e o desenvolvimento integral de crianças. “A sociedade ganha com a transformação que essas crianças experimentam e nós, enquanto promotores destas ações, nos sentimos privilegiados”, disse o pastor, que no ato esteve acompanhado do vereador e autor do projeto da Lei, vereador Professor Oseias.