Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento

Publicado: Seg, 15/01/2024 16:58
  • Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
    Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
  • Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
    Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
  • Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
    Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
  • Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
    Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
  • Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento
    Representantes da Prefeitura e da UTFPR visitam obras da nova Usina do Conhecimento

 

As obras da Usina do Conhecimento seguem a todo vapor e foram visitadas, nesta segunda-feira (15), por integrantes da administração municipal e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O espaço,  localizado na península à beira do lago que forma o Parque Ecológico Diva Paim Barth, será transformado em um centro de educação e novas tecnologias gerenciado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Durante as vistorias, também foi anunciada a destinação de recursos para investimento em equipamentos.

O novo local vai atender diversos públicos, de crianças a adultos, com ações de iniciação científica e educação empreendedora. “Vamos poder aqui atender diversos públicos, inclusive o cidadão que está transitando pelo Parque. Além disso, teremos outras ações sobre educação financeira e empreendedorismo e sobre metodologias ativas (destinadas a professores). Além disso, poderá receber visitas escolares programadas e abrigar incubadoras para jovens iniciarem sua trajetória empresarial, recebendo assessoria especializada para isso”, disse o diretor do Campus Toledo da UTFPR, Elder Elisandro Schemberger.

Sobre o recurso alcançado junto à Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), de aproximadamente R$ 300 mil, Elder explicou ser oriundo de um projeto inscrito pela Universidade e que apenas quatro municípios paranaenses alcançaram tal feito. “Foi escrito um projeto para fomento a praças científicas, visando o fomento da ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas”, explicou. O recurso deve estar disponível entre 60 e 90 dias e será utilizado para custeio de materiais.  

O prefeito Beto Lunitti reafirmou seu encantamento com o que está sendo proposto para o espaço pela UTFPR e pela Secretaria Municipal da Educação (Smed). “Temos muitos avanços em relação à educação, em diversas frentes, tendo como carro-chefe o Aluno Conectado, programa que disponibiliza internet de qualidade para todas a rede municipal, tablets para os alunos, salas de aulas equipadas com televisores inteligentes, laboratórios de robótica e informática com impressoras 3D e notebooks para os professores, além de ações como o curso superior em Tecnologias Educacionais e o Professor Pesquisador, com vantagens para os docentes cursarem pós-graduações e mestrados. Tudo isso poderá ser potencializado pela nova Usina do Conhecimento”, comentou.

Parceria - Conforme o acordo firmado entre a instituição de ensino superior, que desenvolveu o projeto, e a Prefeitura de Toledo, cabe ao governo municipal licitar, contratar e fiscalizar as obras. Neste momento, colaboradores da empresa vencedora do certame licitatório trabalham em três frentes: parte elétrica, pintura interna e colocação de pavers. Para os próximos dias, estão previstas as instalações do pergolado na área de acesso e de vidros internos.

O valor para a execução global (mão de obra e materiais) é de R$ 1.639.843,13. “É um projeto bastante desafiador, visto que encontramos o espaço bastante deteriorado antes do início das obras. Como centenas de pombos ocupavam o local, havia muita sujeira e, na primeira limpeza que foi feita, já se percebeu uma diferença significativa. À medida que a obra avança, vemos as transformações pelas quais a Usina do Conhecimento está passando”, relata a diretora do Departamento de Obras da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos, Caroline Machado.