Superando dificuldades, Toledo encerra 2023 com conquistas consolidadas

Publicado: Sex, 29/12/2023 15:58 | Modificado: Ter, 02/01/2024 17:38
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
  • Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor
    Apesar da frustração de receitas, ano termina com superávit, obras entregues, programas bem-sucedidos, sensação de dever cumprido e esperança de um 2024 ainda melhor

 

O encerramento de cada ano é motivo para que muitas pessoas reflitam o que fizeram nos 12 meses anteriores e traçar metas para os próximos 12 meses. Para o governo municipal, 2023 foi repleto de desafios que foram superados, além de marcar a entrega de obras importantes e a consolidação de programas importantes.

O prefeito Beto Lunitti observa que, felizmente, o cenário pessimista desenhado no primeiro quadrimestre, quando percebeu-se uma considerável frustração de receitas oriunda da redução dos repasses dos governos estadual e federal, não se confirmou em sua totalidade. Ajustes nas contas foram necessários, mas 2023 está terminando com superávit, o que dá tranquilidade para o governo municipal seguir funcionando normalmente nos primeiros meses do Ano Novo que se inicia na segunda-feira (1º).

Segundo o chefe do Executivo Municipal, a superação deste problema tem vários responsáveis. “Foram necessárias tomar medidas duras, como adiar em ao menos um ano a implantação de uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento] Pediátrica, mas recebemos o apoio e a compreensão de secretários, diretores, gerentes, coordenadores e dos servidores em geral para lidar bem com esta questão orçamentária. Quero agradecer a todos estes que estão próximos de nós, mas também aqueles que intercederam em favor da causa municipalista no âmbito estadual e federal”, reconhece Beto.

 

Hospital Regional, enfim inaugurado

Em 2023, importantes estruturas foram inauguradas. Entre elas, do Ecoponto, no Santa Clara IV; da Unidade de Valorização de Recicláveis (UVR), no Aterro Sanitário Municipal; da reforma do Centro Cultural Oscar Silva, onde funciona a Biblioteca Pública Municipal; do Centro de Iniciação Esportiva (CIE)/Estação Cidadania Doutor Jomah Hussein Ali Mohd Rabah, no São Francisco; e da sede própria da Central de Especialidades Osvaldo Luiz Ricci, na Grande Pioneira.

Contudo, 2023 entrará para a história como o ano no qual conseguim, enfim, abrir as portas do Hospital Regional de Toledo (HRT). O prefeito compreende que a entrega desta obra só foi possível graças ao envolvimento de dezenas de pessoas, a começar pelo vice-prefeito Ademar Dorfschmidt. “Foi ele, lá em 2021, quando foi prefeito em exercício em razão enquanto eu estava internado com Covid-19, que criou um grupo de trabalho com reuniões semanais nas quais foram discutidas e planejadas as ações que viabilizaram cada etapa do desenvolvimento deste projeto. Não vejo o funcionamento do Regional só como uma conquista pessoal, mas também como o cumprimento de um dever que todo governante tem de agir pelo bem da população”, pontua.

Beto compreende que o HRT é uma parte importantíssima para o bom funcionamento da saúde pública em Toledo como um todo. “Da atenção básica à urgência todos os setores devem ser contemplados com investimentos. Este hospital vem para resolver um gargalo com cirurgias eletivas e alguns procedimentos que podem ser feitos em hora e cuja espera antes se prolongava por dias”, observa. “Nesta e em outras questões, só temos a agradecer os deputados federais que representam Toledo na Câmara [Dilceu Sperafico, Elton Welter e Sérgio Souza] em Brasília e à representação do Oeste na Assembléia Legislativa do Paraná, sobretudo o Marcel Micheletto, que tem sido um importante aliado nos pleitos que levamos ao governador Ratinho Junior”, avalia.

Por falar no ocupante da cadeira mais importante do Palácio Iguaçu, o prefeito de Toledo destaca a similaridade de ideias e ações que existe entre eles. “O governador trata como prioritárias questões muito caras para o nosso município: o agronegócio, a educação e a inovação tecnológica, além de ter liderado ações importantes em prol do meio ambiente e da agricultura familiar. Admiro-o pela inteligência e, por ser ainda jovem, creio que ele tem muito a oferecer ao Paraná”, salienta. “Em outro ponto o Ademar e eu somos bem parecidos com o Ratinho Junior: não perdemos tempo respondendo críticas, usamos todas nossas energias com aquilo que realmente interessa à população. Se for necessário rever uma opinião, sempre haverá espaço para mudar para melhor a nossa trajetória”, pondera.

 

A educação e o futuro de Toledo

Outro ponto alto do governo municipal em 2023 foi a consolidação do Aluno Conectado, o qual tem criado, na rede municipal de ensino, um ecossistema de inovação e tecnologia na educação por meio de dispositivos que tornam a aprendizagem de conteúdos letivos mais atraente para as crianças. No fim de 2022 e no decorrer deste ano, todos os equipamentos e estruturas necessárias para o funcionamento para o programa.

Ao falar deste assunto, o prefeito de Toledo não esconde seu entusiasmo. “A gente enxerga a educação como uma ferramenta de libertação, inclusão e encantamento. Estamos seguindo por este caminho sem abrir mão de valores importantes da pedagogia tradicional, como o professor, o livro didático, o giz e a lousa. Mas é importante trabalharmos para que o aluno sinta vontade de ir para a aula e, assim, ter uma formação que o prepare para os desafios da vida adulta, com condições dignas de vida. Estas e outras ações que empreendemos já nos renderam premiações, o que certamente faz os olhos do Brasil se voltarem para cá e verem nosso município como uma referência”, comenta.

Ainda falando sobre o futuro, ele destaca o importante papel desempenhado pelo Ambulatório Materno Infantil (AMI), que tem sido um importante auxílio para gestantes e bebês, que são acompanhados desde o ventre materno até os 1.000 primeiros dias de vida. “Temos que cuidar muito bem desta geração que está vindo. A construção do Biopark em nosso município é o ‘cavalo encilhado’ que está passando em nossa frente e temos que aproveitar esta oportunidade para formarmos cidadãos conscientes e capazes de atuar nos postos de trabalho que já estão sendo abertos pelas empresas instaladas no parque tecnológico. Geração de empregos de qualidade, bem remunerados, é a chave para que milhares de famílias toledanas melhorem suas condições de vida”, analisa.

 

Fim de ano

Para celebrar as conquistas obtidas em 2023, o prefeito Beto Lunitti, em nome da administração municipal, convida as famílias de Toledo e região para recepcionar o Ano Novo para a tradicional festa de réveillon que será realizada na noite deste domingo (31) no Parque Ecológico Diva Paim Barth. Com expectativa de um público de 40 mil pessoas, o evento é o maior do Paraná e o terceiro maior do Sul do Brasil.

Além disso, o gestor expressa os votos de que 2024 seja um ano ainda melhor na vida de todos. “Quero dizer aos nossos cidadãos que todos somos importantes para a construção de uma Toledo melhor. Juntos, somos capazes de construir soluções para os problemas que ainda existem, pois certamente nosso município não é perfeito, mas é visto com bons olhos pelas pessoas que ouvem falar ou que conhecem a nossa terra. Desejo que este Ano Novo seja repleto de bênçãos, harmonia e prosperidade na vida de todos, que em momento algum falte amor, humildade, empatia e perdão, tanto para pedir quanto para conceder”, enumera. “O sentimento meu e do Ademar é de gratidão por tudo o que vivemos até aqui, pois nada do que conseguimos foi só com as nossas forças, precisamos da colaboração de muita gente ao nosso lado, a quem queremos deixar aqui o nosso ‘muito obrigado’ eterno”, agradece.