Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais

Publicado: Sex, 27/10/2023 15:20
  • Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais
    Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais
  • Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais
    Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais
  • Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais
    Cuidadores e cuidadoras passam por capacitação em relação aos cuidados com animais

 

A Secretaria do Meio Ambiente (SMA) organizou, na quinta-feira (26), um encontro para explanar o Decreto nº 885/2023, que trata sobre ações de fortalecimento das políticas públicas de bem-estar animal em Toledo. Participaram representantes de organizações não governamentais (ONG’s), protetores e protetoras independentes e servidores municipais ligados ao setor de Proteção e Defesa Animal. 

O momento reuniu aproximadamente 30 pessoas ligadas à causa animal e foram dadas orientações sobre como funcionará o Programa Permanente de Controle Populacional de Cães e Gatos, as Casas de Passagem para animais e o Programa Banco de Ração, bem como explanar alguns leis que tratam sobre animais em condições de maus tratos identificar essas situações.

O encontro foi conduzido pela coordenadora de Proteção e Defesa Animal Júlia Heiss e pelo médico veterinário da SMA Nelson Kodama Lanconi Raymundo. “Em breve, as cuidadoras e cuidadores terão acesso ao banco de ração, algo que vai ajudar muito no trabalho que estas pessoas desenvolvem, bem como as casas de passagem, onde esses animais serão cuidados até conseguirem um lar”, disse Júlia.

A coordenadora ainda comentou que Toledo criou o Setor de Proteção e Defesa Animal em 2014, na primeira gestão do atual prefeito Beto Lunitti, e desde então tem avançado nas ações em prol dos animais de rua e resgatados em situação de maus tratos. “Com a implantação da coordenadoria foi possível destinar destinadas verbas para procedimentos de esterilização e atendimentos veterinários, além de promover toda essa interação entre os protetores, oferecendo capacitação, treinamento e a sensibilização da população sobre os cuidados com os animais”, concluiu.