Região Central já conta com novos "amarelinhos"

Publicado: Seg, 25/03/2024 14:59
  • Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
    Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
  • Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
    Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
  • Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
    Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
  • Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos
    Novo contrato permite agendamento para recolher volumosos

 

A Secretaria de Meio Ambiente (SMA) renovou o contrato de coleta de resíduos e ampliou a abrangência da cobertura dos serviços. Os conhecidos “amarelinhos”, destinados aos depósitos de materiais recicláveis, serão todos substituídos por contêineres novos. Além dos atuais 104, Toledo aumentará as unidades à disposição, totalizando 150 contêineres a serem distribuídos na área central do município. A substituição dos antigos aconteceu na última sexta-feira (22).

Nas demais localidades o serviço de coleta de recicláveis do município continuará cobrindo 100% da área urbana com a modalidade porta-a-porta, uma vez por semana, que agora também abrangerá os distritos. “Estamos avançando nesta área e qualificando o material que vai para a reciclagem, dando melhores condições de trabalho e renda para os integrantes da Acatol [Associação dos Catadores da Recicláveis de Toledo]”, disse o prefeito Beto Lunitti.

Agendamento - o secretário do Meio Ambiente, Júnior Henrique Pinto, explica que a grande novidade deste novo contrato é o agendamento da coleta de volumosos. Hoje a população já tem disponíveis três opções para o descarte de volumosos: A Central de Recebimento na Avenida Cirne Lima, no Jardim Coopagro, o EcoPonto do Santa Clara IV e o Aterro Sanitário. “O morador que queira destinar um resíduo volumoso, um guarda-roupa, cama, sofá, qualquer coisa nesse sentido, que chamamos de inservíveis, vai fazer o contato telefônico, vamos passar uma data específica, nessa data a pessoa vai colocar esse móvel na frente da sua casa para o caminhão da coleta levar e destinar da forma correta”, explica Júnior. 

O serviço estará disponível para quem não tem condições de levar o resíduo volumoso até o destino adequado e respeitará uma lista de prioridades. O transporte não terá custo para o cidadão, mas acontecerá de acordo com o fluxo da demanda. 

A Secretaria do Meio Ambiente informou que no mês de janeiro foram coletadas mais de 200 toneladas de resíduos recicláveis, bem superior a janeiro de 2023. A média do ano fechou em 132 toneladas/mês. “Mês de janeiro sempre registramos um volume maior de coleta comparado aos demais meses, mas com as ampliações que estamos proporcionando pretendemos fechar esse ano com uma média de 145 a 160 toneladas/mês”, estima o secretário, baseado na média crescente de coleta. 

Autuações - Todo descarte de resíduo de forma irregular é passível de ser autuado pelo Meio Ambiente, além das outras sanções previstas em outras secretarias. Então qualquer um que venha a fazer um descarte fora dos espaços e locais apropriados, pode ser notificado e autuado.

Funcionamento - Ecoponto Santa Clara abre de segunda a sexta-feira das 8h às 17h30 e no sábado, das 8h às 12h. Na Central de Recebimento do Coopagro, segue o mesmo horário de segunda a sexta-feira, mas no sábado, o horário é estendido até às 18h. O Aterro Sanitário atende de segunda a sexta-feira das 8h às 17h e no sábado até meio-dia.