Ampliar as formas de acesso ao Biopark foi tema de encontro na Prefeitura

Publicado: Sex, 26/01/2024 17:13 | Modificado: Seg, 29/01/2024 15:22
  • Ampliar as formas de acesso ao Biopark foi tema de encontro na Prefeitura
    Ampliar as formas de acesso ao Biopark foi tema de encontro na Prefeitura
  • Ampliar as formas de acesso ao Biopark foi tema de encontro na Prefeitura
    Ampliar as formas de acesso ao Biopark foi tema de encontro na Prefeitura

 

O aumento do número de empresas alocadas e moradores, bem como o fortalecimento das unidades educacionais instaladas no Biopark, têm despertado preocupação com os gestores do parque de biociências e também para a administração municipal em relação a rotas interligando o município e o empreendimento. O tema motivou um encontro entre o vice-presidente e gerente de negócios do Biopark, Paulo Vitor Almeida, acompanhado do arquiteto e urbanista Enio Luiz Perin, o prefeito Beto Lunitti e demais integrantes das duas entidades. 

Atualmente, a principal forma de acesso é a rodovia PR-589, porém o chefe do Executivo Municipal já externou o desejo de buscar alternativas para a construção de uma grande avenida interligando o sede do município com o local que já abriga duas instituições de ensino superior, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Biopark Educação, além do Instituto Federal do Paraná (IFPR), laboratórios, órgãos públicos e aproximadamente 200 empresas. 

“Trabalhamos com essa possibilidade e vamos buscar junto aos demais entes federativos formas e parcerias para tentar viabilizar esse eixo que se iniciará no viaduto da Rua Barão do Rio Branco com a BR-467 até o Biopark. Porém, é algo a longo prazo. Entretanto, é muito bom a gente poder conversar sobre o assunto e ouvir outras sugestões dos representantes do Biopark”, disse Beto que no encontro estava junto com os secretários de Planejamento, Habitação e Urbanismo, Norisvaldo Penteado, e do Agronegócio, Turismo, Inovação e Desenvolvimento Econômico, Diego Bonaldo.

Já Vitor Almeida disse que a intenção prioritária com a conversa é demonstrar toda a evolução que o Biopark está levando para aquela região, mas alinhar esse desenvolvimento urbanístico ao plano diretor e ao crescimento de Toledo. “A Prefeitura sabe do crescimento, que estamos recebendo pessoas, abrindo novos loteamentos, buscando novos comércios e tudo ocorrendo em tempo recorde. Por isso estamos nos adiantando com algumas discussões com o intuito de dar segurança e conforto para toda essa população que está migrando para nosso ecossistema”, concluiu.