Inscrições para novos integrantes do Conselho Tutelar são prorrogadas

Publicado: Qui, 27/04/2023 11:45 | Modificado: Sex, 28/04/2023 18:00
  • Inscrições para novos integrantes do Conselho Tutelar são prorrogadas
    Inscrições para novos integrantes do Conselho Tutelar são prorrogadas

 

As inscrições para participar do processo de escolha para conselheiros e conselheiras tutelares foram prorrogadas. O prazo para o registro das candidaturas para quem quer atuar nas duas unidades do órgão em Toledo agora vai até o dia 12 de maio. Os interessados devem apresentar a documentação exigida conforme o Edital de Convocação n° 007/2023 do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). A extensão do prazo foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial na quarta-feira (26).

A resolução também contém as regras gerais do processo de escolha, que apontará quem serão os membros dos conselhos tutelares de Toledo. A novidade é que, conforme a Resolução n° 231/2022, do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), serão cinco membros escolhidos como titulares, e os demais que receberem votos serão considerados suplentes, conforme quantidade de votos recebidos. Outra mudança é que quem já exerceu o cargo de conselheiro tutelar pode concorrer novamente, independente do número de mandatos já exercidos.

Sob fiscalização do Ministério Público (MPPR), o pleito, que ocorrerá no dia 1° de outubro, será conduzido pelo CMDCA, através da comissão especial criada para esta finalidade e pela mesa receptora de votos. Eleitores com domicílio eleitoral em Toledo têm direito ao voto “universal, direto, uninominal, facultativo e secreto”. As candidaturas podem ser registradas em horário comercial (dias úteis, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h) na Secretaria Executiva do CMDCA, localizada no Jardim Gisela (Rua México, 150).

Para se candidatar para a função, que tem remuneração mensal de R$ 3.800,00, os requisitos são ter no mínimo 21 anos de idade, ensino médio completo, residir em Toledo há pelo menos 02 anos, ter experiência profissional reconhecida no trabalho direto com crianças e adolescentes de no mínimo 02 anos e apresentar toda a documentação exigida no edital.