Prefeitura oferece curso de Português para migrantes

Publicado: Qui, 15/06/2023 16:48 | Modificado: Qui, 15/06/2023 18:00
  • Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa
    Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa
  • Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa
    Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa
  • Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa
    Na primeira edição, 25 imigrantes de seis países diferentes participaram das aulas de Língua Portuguesa

 

Após o sucesso da primeira edição, a Prefeitura de Toledo, a Pontifícia Universidade Católica (PUC/PR) e Cáritas Toledo oferecem 60 vagas para o curso de Língua Portuguesa para migrantes. As vagas serão divididas em três turmas, sendo 10 encontros para cada turma e com uma carga horária de 40 horas/aula cada uma. Entre os inscritos estão alunos de pelo menos três nacionalidades diferentes: haitianos, venezuelanos e egípcios.

 

A secretária da SMDH, Rosiany Favareto justifica e ressalta a importância do curso. “Com a mudança de país, os migrantes sofrem com inúmeras dificuldades como: clima, cultura, economia, idioma e, em algumas situações, com xenofobia.Tendo em vista que nesses processos migratórios, para que os migrantes acessem as diversas políticas públicas, há a necessidade de domínio da língua portuguesa para a melhor compreensão e atendimento oferecido”.

 

Entre temáticas que serão trabalhadas no conteúdo programático estão lições que envolvem desde como se apresentar, cumprimentar pessoas, propor atividades, pedir informações em serviços de atendimentos como restaurantes, bares, reservas de hotéis, descrever e identificar coisas, expressar descontentamento, além do dia-a-dia de brasileiros. Esses e outros conteúdos serão utilizados para trabalhar a gramática da língua portuguesa. 

 

A coordenadora de Políticas para Imigrantes e Outros Grupos Vulnerabilizados da SMDH, Laudiceia Correia, explica que para obter o visto na Polícia Federal é necessário que o imigrante saiba, ao menos, o básico da língua portuguesa. “A PF verifica isso pessoalmente e quando se tem o certificado do curso é um ponto positivo à favor deles. E nosso maior objetivo é a inclusão e o acolhimento desse migrante, visto que o idioma é a porta de entrada desse cidadão em qualquer espaço”, pontua. Segundo a coordenadora, a maioria dos inscritos estão em condição grave de vulnerabilidade social e são atendidos pela rede socioassistencial e Embaixada Solidária. 

 

Resultado - A tendência deste curso é contribuir significativamente na vida dos participantes. “Temos um caso atendido por toda a rede, de uma egípcia com 3 crianças pequenas, ela foi o destaque maior do curso: entrou pronunciando quase nada em português e saiu formando frases e conseguindo entender o idioma. As escolas onde as crianças frequentam e a rede de atendimento sentiram a diferença. O curso ajudou ela na comunicação  em todos os lugares, facilitando o entendimento tanto dela, quanto de quem a estava atendendo”, relatou Laudicéia. 

 

Metodologia - O curso buscará utilizar diferentes metodologias e recursos didáticos para tornar as aulas mais participativas e interativas, tais como temas relacionados ao dia a  dia, aulas expositivas, trabalhos em grupo, visando o alcance dos objetivos do curso. Deverá ser ministrado de forma lúdica e prazerosa, para que os alunos imigrantes realizem do início ao fim, diminuindo assim, abandonos e desistências ao longo das aulas. 

 

Vagas - Ainda restam algumas vagas. Os interessados podem entrar em contato com a Coordenadoria do Imigrante na SMDH pelo número (45) 3196-2405 ou pelo Whatsapp (45) 98428-9083. As inscrições também podem ser realizadas pessoalmente na Rua México, 150 - Jardim Gisela. 

 

Aulas - Os 10 encontros acontecem na PUC/PR sempre em um período do final de semana, conforme o horário de cada turma:

TURMA 1 - aulas aos sábados pela manhã (08h às 12h) de 01/07 a 02/09. 

TURMA 2 - aulas aos sábados à tarde (13h30 às 17h30) de 01/07 a 02/09.

TURMA 3 - aulas aos domingos pela manhã (08h às 12h) de 02/07 a 03/09.