Novo LirAa apontou 2,6% de infestação do mosquito Aedes aegypti

Publicado: Qui, 27/10/2022 16:44
  • O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante
    O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante
  • O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante
    O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante
  • O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante
    O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante

 

O Setor de Controle e Combate às Endemias de Toledo divulgou na tarde desta quinta-feira (27) os números do 4º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LirAa) de 2022. Os trabalhos foram realizados de segunda a quarta-feira (24 a 26) e durante o período ocorreram visitas em 1733 imóveis na área urbana. Os agentes de combate às endemias encontraram criadouros do inseto transmissor da dengue, do zika vírus, da febre chikungunya e da febre amarela em 2,6% dos 1.733 imóveis visitados.

O resultado aponta para médio risco de epidemia o que, segundo a coordenação do setor, é preocupante. “É o quarto LirAa deste ano e estamos acima do preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 1%. Agora começa o período de verão e a tendência de chuvas amplia a possibilidade de se formar criadouros nos quintais. É preciso estar vigilante e remover qualquer material que possa acumular água e se tornar potenciais locais para o desenvolvimento do mosquito”, disse a coordenadora de Controle e Combate às Endemias, Lillian Konig. 

O trabalho se estendeu por residências, empresas e terrenos baldios escolhidos mediante sorteio realizado por programa fornecido pelo Ministério da Saúde, distribuindo as visitas de forma proporcional entre todos os bairros da cidade. Vasos de plantas, baldes, pneus, lixo doméstico, tonéis, piscinas, caixas d'água, máquina de lavar, sucata de carro, ralo, plantas e vaso sanitário foram os objetos onde os focos do mosquito foram encontrados durante o LirAa. 

Índice por bairros

Maracanã II - 14,81% 

Rossoni II - 13,79 % p

Panorama - 13,51% 

América - 9,67% 

Paulista 7,69% 

Industrial - 7,40% bacia 

Europa - 7,40% 

Maracanã - 7,14%

Iachombeck - 7,14%

São Francisco II - 7,5% bebedouro 1 

Esplanada - 6,89% 

La Salle II - 6,66%

Planalto - 6,25% 

Santa Clara IV - 5,76%

Bressan - 5,71%

Orquídeas - 5,12% 

São Francisco - 5%  

Tocantins - 4,54% 

Vila Becker - 4,16% 

Tancredo Neves - 4%

Independência - 3,33% 

Panambi - 3,33% 

Coopagro - 3,03% 

Pasquali - 2,63% 

Gisela - 2,56%

Santa Clara - 2,5% 

Kromann - 2,32%

Telefone - O setor de Controle e Combate às Endemias informa que está com um novo número para atender moradores que não estavam em casa quando os agentes de combate a endemias (ACE’s) foram fazer a vistoria. Quem recebeu o informe sobre esta ausência, deve agendar a visita pelo número (45) 3196-3095.