Pacientes com suspeita de dengue devem procurar atendimento na Unidade Sentinela da Vila Paulista

Publicado: Seg, 26/02/2024 14:41 | Modificado: Ter, 27/02/2024 13:43
  • O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h
    O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e funcionamento será das 7h às 19h
  • O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h
    O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e funcionamento será das 7h às 19h
  • O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h
    O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e funcionamento será das 7h às 19h
  • O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h
    O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e funcionamento será das 7h às 19h
  • O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h
    O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e funcionamento será das 7h às 19h

 

A Secretaria de Saúde, além da Unidade de Pronto Atendimento José Ivo Alves da Rocha (UPA da Vila Becker) e do Pronto Atendimento Municipal Doutor Jorge Nunes (PAM/Mini Hospital), agora conta com mais um local para atendimento de pessoas com sintomas de dengue. As atividades da Unidade Sentinela (US) acontecem na estrutura da Unidade Básica de Saúde da Vila Paulista. 

O espaço abriu as portas nesta segunda-feira (26) e  funcionamento será das 7h às 19h, contando com duas equipes formadas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de assistentes administrativos e auxiliares de serviços gerais. Conforme a diretora da Rede de Urgência e Emergência, Juliana Lima, devem procurar a Unidade Sentinela os pacientes com cefaleia (dor de cabeça), febre, dor nas articulações, diarreia, vômito e manchas pelo corpo. 

A ideia é oferecer os atendimentos de acordo com a classificação de cada paciente. Em casos mais graves, a pessoa pode ser direcionada ao PAM, com transporte sanitário da Secretaria de Saúde, ou aberta uma ocorrência via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com transferência diretamente para a rede hospitalar. “A pessoa que procurar o atendimento na [unidade] sentinela terá toda a atenção e cada caso será avaliado pela equipe multiprofissional. Será uma espécie de extensão do PAM e da UPA”, disse Juliana.

A secretária de Saúde, Gabriela Kucharski reforçou que a partir de agora quem apresenta sintomas de dengue deve procurar a Unidade Sentinela. “O PAM/Mini Hospital e a UPA da Vila Becker serão nossas referências para atendimentos das demais situações clínicas e casos graves. Apenas crianças até 12 anos, com suspeita de dengue devem continuar procurando a UPA. Apesar de muitas pessoas doentes com dengue, as outras enfermidades continuam acontecendo e precisamos dar atendimento a elas”, destacou. 

Dados - Conforme informações do Departamento de Gestão da Secretaria de Saúde, houve um aumento considerável de atendimentos nas unidades de atendimento às urgências e emergências. Normalmente, estes casos somam 350 a 450 por dia, entretanto essa média chegou aos 700 na última semana, com pico de 772 na última quinta-feira (22).