Pela 5ª semana consecutiva, novos casos de dengue em Toledo passam de 100

Publicado: Sex, 22/03/2024 17:21 | Modificado: Seg, 25/03/2024 17:29
  • Pela 5ª semana consecutiva, novos casos de dengue em Toledo passam de 100
    Pela 5ª semana consecutiva, novos casos de dengue em Toledo passam de 100

 

O boletim divulgado nesta sexta-feira (15) pela Secretaria de Saúde de Toledo (SMS) apresenta um quadro epidemiológico ainda mais preocupante em relação à dengue. Pela quinta semana consecutiva, o número de novos casos confirmados da doença passa de 100.

Da última edição do informativo, publicado em 15 de março, até às 10h de hoje, Toledo confirmou 150 novos casos. Com isso, o total no atual ano epidemiológico, iniciado em 1º de agosto de 2023, chega a 1.644 – mais da metade(53,89%) dos casos confirmados estão concentrados cinco bairros: Europa/América (469), Facchini (127), Panorama (100), Coopagro (97) e Santa Clara IV (93).

O número de confirmações pode ficar ainda maior, pois há 1.015 pacientes aguardando resultados de exames. Somando os testes que deram positivo, os 1.676 casos descartados e os que estão em análise, chega-se a um total de 4.336 notificações, que corresponde ao total de pessoas que procuraram os serviços públicos e privados de saúde com sintomas típicos de dengue. 

O dado mais preocupante contido no boletim diz respeito à quantidade de óbitos causados pela dengue, que dobrou em uma semana, passando de três para seis. Com isso, o índice de letalidade (razão entre número de mortes e total de casos) chegou a 0,36% e, com o fim de reduzir esta média, a SMS está atuando em várias frentes para oferecer um atendimento com mais qualidade à população.

Entre outras medidas, está a criação da unidade sentinela na Vila Paulista, que está realizando atendimento exclusivo, de segunda a sábado, das 7h às 19h, a pacientes com sintomas de dengue. Também com esta dinâmica, as unidades dos Jardins Panorama, Concórdia e Cosmos estão ficando abertas, de segunda a sexta-feira, até às 21h. Estas estruturas complementam o trabalho que já está sendo realizado, 24 horas por dia e 7 dias por semana, pelo Pronto Atendimento Municipal (PAM/Mini Hospital) Dr. Jorge Milton Nunes e pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) José Ivo Alves da Rocha.

Para dar conta da demanda crescente, a SMS está fazendo remanejamento de equipes e contratação temporária de profissionais. Além disso, não está medindo esforços para reforçar o estoque de insumos (soro de reidratação e medicamentos, por exemplo) bastante utilizados em pacientes com dengue. 

 

Todos podem ajudar

Dessa forma, a SMS, por meio do setor de Controle e Combate às Endemias, reforça o pedido para a população redobrar as ações de combate e prevenção ao mosquito nos imóveis onde mora e trabalha, impedindo que este se reproduza em locais onde a água pode acumular, tais como vasos, pneus, garrafas, calhas, plantas, entre outros lugares.  Também recomenda às pessoas que apresentarem sintomas de dengue a procurarem imediatamente atendimento médico, evitando os quadros mais graves da doença. 

Outro ponto fundamental para frear a disseminação da dengue em nosso município, é a realização das vistorias pelos agentes de combate a endemias (ACEs) nos imóveis. Dessa forma, quando baterem em sua casa, facilite o trabalho deles e siga todas as orientações que forem dadas.