Vigilância em Saúde confirma terceiro óbito por dengue em Toledo

Publicado: Seg, 11/03/2024 17:12 | Modificado: Ter, 12/03/2024 17:33
  • Vigilância em Saúde confirma terceiro óbito por dengue em Toledo
    Vigilância em Saúde confirma terceiro óbito por dengue em Toledo

 

A Secretaria de Saúde de Toledo confirmou nesta segunda-feira (11) seu terceiro óbito por dengue no atual período epidemiológico. Trata-se de um homem, 69 anos, com comorbidades. O início dos sintomas aconteceu em 8 de fevereiro e o paciente foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) diretamente ao Hospital Bom Jesus no dia 18, sendo transferido para unidade de terapia intensiva (UTI) no dia 22 e vindo a óbito no dia 23. 

Dados do último boletim - Segundo a Secretaria de Saúde de Toledo, 1.160 pessoas testaram positivo para a doença entre 1º de agosto de 2023 e 8 de março de 2024, número que supera os registrados entre 1º de agosto de 2022 e 31 de julho de 2023 (1.096).

Estes números comprovam o crescimento exponencial dos casos da doença em Toledo, fenômeno que ocorre em várias regiões do Brasil neste momento. O viés de alta nos de casos pode ser percebido pela quantidade de notificações, que registrou recorde na primeira semana de março: da última edição do boletim, na última sexta-feira (1º),  até às 10h de hoje (8), este número saltou de 2.976 para 3.720, o maior incremento (724) em uma semana no atual ano epidemiológico.

Notificação caracteriza-se pela procura de pacientes aos serviços públicos e privados de saúde com sintomas típicos da doença, como manchas avermelhadas na pele, dor abdominal, febre, dor no corpo, cansaço, entre outros. Dos 3.720 registros já realizados, 1.160 já confirmaram dengue (eram 1.009 na semana passada), 1.227 tiveram esta hipótese descartada e 1.333 aguardam resultado dos exames (até 1º/3, haviam 831 pacientes na fila), também um recorde no atual ano epidemiológico.