Balanço aponta diminuição das vítimas de trânsito em Toledo

Publicado: Qui, 11/01/2024 17:13 | Modificado: Sex, 12/01/2024 17:47
  • A Secretaria de Mobilidade Urbana investiu mais de R$ 4,6 milhões em sinalização e infraestrutura viária para melhorar as condições das vias de Toledo
    A Secretaria de Mobilidade Urbana investiu mais de R$ 4,6 milhões em sinalização e infraestrutura viária para melhorar as condições das vias de Toledo

 

A Secretaria Segurança e Mobilidade Urbana, por meio do Departamento de Trânsito e Rodoviário (Deptrans), divulgou essa semana o balanço dos acidentes de trânsito ocorridos em Toledo durante o ano de 2023. Segundo as estatísticas apresentadas, houve uma diminuição no total de vítimas de sinistro de trânsito, em relação aos anos anteriores. A maior queda percentual foi no número de óbitos (13,33%), passando de 15 em 2022 para 13 no último ano. Se comparado ao ano de 2021, quando foram registrados 34 óbitos, a queda chega a 61,76%. 

Os dados divulgados pelo Deptrans apontam que os tipos de veículos em que as vítimas envolvidas se encontravam quando se envolveram na ocorrência mantêm uma tendência proporcional aos anos anteriores. Nos três últimos anos, o maior número de ocorrências foi com destaque acidentes entre carro e moto, seguido por sinistros envolvendo apenas moto e, na terceira posição, automóvel e automóvel. 

Vítimas - Em 2022 o número de vítimas de sinistro no trânsito de Toledo chegou a 1644 pessoas (124 a mais que no ano anterior). Já em 2023 esse número sofreu uma queda de 10,58% e fechou o ano com 1470 vítimas. 

Os tipos de lesão mantiveram a mesma proporção nos últimos três anos, com ênfase para ferimentos leves (1050 em 2021, 1170 em 2022 e 1052 em 2023). Os ferimentos graves sem risco à vida tiveram uma redução de 11,76%, passando de 323 para 285 em 2023. 

A preocupação foi com os ferimentos graves com risco à vida. Neste caso houve um aumento de 3,85% ao acrescer de 52 casos em 2022 para 54 casos em 2023. 

Avaliação positiva - As autoridades avaliaram de forma positiva a redução dos casos e consideram isso fruto dos investimentos na sinalização horizontal (pintura viária e instalação de tachas e tachões), sinalização vertical (placas de sinalização e semáforos) e infraestrutura viária (lombadas e elevados). A Secretaria de Mobilidade Urbana investiu mais de R$ 4,6 milhões nessas áreas para melhorar as condições de sinalização das vias de Toledo. 

A direção do Deptrans argumenta que as medidas adotadas contribuíram para a diminuição do número de acidentes de trânsito. Considerando os sinistros ocorridos na área urbana e interior no último ano (1224), houve uma queda de 3,77% em relação ao ano de 2021 (1272) e de 9,8% em relação ao número de acidentes ocorridos em 2022 (1357).

A expectativa é que os condutores estejam mais atentos à sinalização e respeitem os limites de velocidade durante esse ano e contribuam com a manutenção da queda de acidentes, diminuindo por consequência o número de vítimas em virtude de acidentes de trânsito.