CRAS Itinerante apresenta números do seu primeiro ano de atendimento na sede própria

Publicado: Ter, 20/12/2022 14:17 | Modificado: Ter, 20/12/2022 15:20
  • CRAS Itinerante apresenta números do seu primeiro ano de atendimento na se própria
    CRAS Itinerante apresenta números do seu primeiro ano de atendimento na se própria

 

Implantado em abril de 2020, o Centro de referência de Assistência Social (CRAS) VI - Itinerante ganhou, em dezembro de 2021, sua sede própria. Para comemorar a data, a Secretaria de Assistência Social (Smas) apresentou, nesta semana, o número de atendimentos realizados em seu primeiro ano de funcionamento no local (Rua Souza Naves, 171). O equipamento é responsável por oferecer serviços continuados de Proteção Social Básica de Assistência Social às famílias, grupos e indivíduos em situação de vulnerabilidade social.

Apesar de localizado na região central, o CRAS VI, como o próprio nome diz, tem uma característica volante e tem como objetivo reduzir os impactos da desigualdade de acesso da população residente na área rural do município, descentralizando os serviços e realizando atendimentos em espaços existentes nas linhas e distritos, em visitas domiciliares e também na sede.

Nesses doze meses foram entregues 39 kits bebê e benefício eventual de natalidade e acompanhamento às gestantes inseridas no projeto Cegonha Feliz, encaminhados 15 auxílios funeral, 104 apoios na obtenção de solicitação de documentos, 1.412 atendimento com Cartão Toledo é + Dignidade (adotado em substituição às cestas básicas) e 6.736 atendimentos e acompanhamentos do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF). 

Além disso, no CRAS também é possível fazer fazer ou atualizar o Cadastro Único para Programas Sociais. “Este é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como as características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras”, explicou a diretora de Proteção Social Básica, Camila Perachi. 

Somente neste quesito, foram quase 2 mil pessoas atendidas, seja de forma na sede, ou por meio de atendimentos descentralizados, contatos telefônicos, informações e orientações via aplicativo de mensagem. “Também tivemos atendimentos em relação à passagens intermunicipais, documentos, além de encaminhamentos para obtenção de carteira para a pessoa idosa e para acesso em Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e outros serviços da rede de proteção, informação e orientação sobre acesso a direitos”, completou. 

Territórios de atendimento do CRAS VI - Vila Ipiranga, Dois Irmãos, Vila Nova, Novo Sarandi, Novo Sobradinho, São Miguel, São Luiz do Oeste, Concórdia do Oeste, Dez de Maio, Xaxim, Cerro da Lola, Ouro Preto, Boa Vista, Bom Principio, Vista Alegre, Linha Gramado, Linha Tigre, Linha São Valentim, Linha Mandarina, Cerâmica Prata, Linha São João, Linha 14 de Dezembro, Linha Recanto, São Salvador, Linha Tapuí, Linha Boiko, Linha Bue Caé, Linha São Paulo, Linha Floriano, Sol Nascente, Linha São Francisco, Linha Lageado Grande, Linha da Usina, Linha General Osório, Km 41, Linha Guaçu, Linha Guaçu, Linha Giacomini, Linha para Toledo, Dois Marcos e Fazenda Chaparral.