Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo

Publicado: Ter, 17/10/2023 16:58
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
  • Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo
    Prefeitura de Toledo coloca em funcionamento mais uma casa abrigo

 

Com o intuito de melhorar o atendimento às crianças em situação de acolhimento institucional, a Prefeitura de Toledo implantou a quarta casa abrigo no município. A unidade, chamada Casa Abrigo Menino Jesus III, iniciou seus trabalhos nesta terça-feira (17) com 16 crianças, mas tem capacidade para 18. Atualmente, o município tem sob seus cuidados mais de 70 crianças e adolescentes. Na segunda-feira (16) a equipe de gestão da Secretaria de Assistência Social e o prefeito Beto Lunitti realizaram uma visita ao local. 

A decisão pela instalação de mais uma casa aconteceu em outubro de 2022. “Neste ano, a partir do segundo semestre, foi verificado o aumento dos acolhimentos de crianças e adolescentes. Esses acolhimentos acontecem devido a graves situações de violência intrafamiliar e são efetivados através do Conselho Tutelar e por decisão judicial”, explica a secretária de Assistência Social, Solange Silva dos Santos Fidelis. 

Conforme Solange, houve um esforço da gestão municipal para que a nova unidade fosse instalada. “Foram muitas etapas. A primeira foi conseguir um espaço físico adequado, fazer aquisição de todo o mobiliário e equipamentos, realizar a contratação de servidores para execução de um serviço que funciona 24 horas, todos os dias do ano. Tudo isso para oferecer as melhores condições, pois por um tempo este será o lar das crianças acolhidas”, salienta.

A secretária também comentou que o serviço de acolhimento permite, por um período da vida das crianças e adolescentes, a vivência em um espaço protegido, garantindo o cuidado integral pelo poder público. “O objetivo, além desta proteção integral, é o trabalho junto à família de forma que possa ser viabilizado o retorno para família de origem, família extensa (avós, tios, etc) e esgotadas as possibilidades, que possam ser colocados em família substituta através de processo de adoção. Este trabalho envolve uma ampla rede de serviços intersetoriais do município, o Conselho Tutelar, o Ministério Público e o Poder Judiciário”.

Para o prefeito Beto Lunitti, ao passo que colocar essa nova casa em funcionamento dando mais conforto às crianças é importante, o município se preocupa com a ampliação desta modalidade de atendimentos. “Melhor seria que as crianças não precisassem vir para cá. A meta deste governo é ampliar a rede de serviços, prevenir situações de violência e fortalecer a função protetiva da família, mas diante da realidade, o município precisava dar uma resposta. Tomamos a decisão de promover o cuidado e proteção de crianças e adolescentes em situação de violência. Estamos felizes diante de mais um serviço implantado e seguimos trabalhando e fazendo o nosso melhor enquanto parte da rede de proteção”, conclui.