Atividades culturais movimentam o Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer

Publicado: Qua, 06/09/2023 17:27
  • Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências
    Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências
  • Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências
    Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências
  • Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências
    Espaço tem oferecido à população da Grande Pioneiro aulas de capoeira e violão e, mais recentemente, passou a receber uma oficina de patchwork em suas dependências

 

Além de oferecer aulas de violão e capoeira para a população da Grande Pioneiro, o Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer tem agora mais uma atividade sendo desenvolvida em suas dependências. Trata-se de uma oficina de patchwork que está sendo ministrada pela assistente em desenvolvimento social da Secretaria da Cultura, Cleonice Dumke.

Com encontros semanais às segundas-feiras e 21 alunos matriculados, a maioria idosas e jovens encaminhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras I), o curso teve início em 21 de agosto e será encerrado em 18 de setembro, mesmo dia em que terá início da Semana Farroupilha, evento em que algumas das peças produzidas durante a oficina serão expostas ao público. “É um momento rico de troca de experiências, pois ora estamos ensinando e ora estamos aprendendo. De uma forma geral, estamos desenvolvendo uma atividade artesanal e destacando o seu valor sociocultural e econômico, pois estamos capacitando pessoas a desempenharem um trabalho que pode agregar renda para as famílias dos participantes. Sem falar que, para as idosos, também representa um momento de lazer e convivência e, para os mais jovens, é uma oportunidade de aprenderem com pessoas que têm maior experiência de vida”, analisa Cleonice.

A secretária da Cultura, Rosselane Giordani, destaca que estas atividades atendem ao propósito da pasta de ocupar de forma eficiente os espaços públicos. “Apesar da interdição no auditório, o Ondy está mais vivo do que nunca! É um espaço muito importante para a Grande Pioneiro e estamos nos empenhando ao máximo para que esta comunidade tenha seu acesso aos bens culturais de qualidade facilitado”, destaca. “No início do ano passado, já iniciamos as aulas do curso de violão com professores da Casa da Cultura, dispensando a necessidade de se deslocar até a região central da cidade. Em julho foi aberto, em parceria com o Grupo Senzala, o Espaço Capoeira e Cultura Popular, um campo aberto para as manifestações da cultura popular brasileira, sobretudo as de origem afro. Além da manutenção da extensão da Biblioteca Pública Municipal neste prédio, estas ações reforçam nosso compromisso com a população da região de Toledo que concentra o maior número de habitantes”, acrescenta.