Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara

Publicado: Qui, 21/03/2024 17:25 | Modificado: Sex, 22/03/2024 17:30
  • Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
    Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
  • Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
    Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
  • Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
    Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
  • Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
    Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
  • Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara
    Avanços históricos da Cultura são apresentadas em audiência pública na Câmara

 

Os recentes avanços históricos promovidos pela Secretaria Municipal da Cultura (SMC) estiveram em evidência na audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (20) no Plenário da Câmara de Vereadores. Na ocasião, foi apresentado relatório sobre a execução física e orçamentária referente ao terceiro quadrimestre de 2023. Transmitido pelo canal da Casa no YouTube, o evento é promovido pela Comissão de Educação, Cultura e Desporto, e atende ao estabelecido na Lei Municipal 2.696/2023.

Liderada pela secretária Rosselane Giordani, a equipe técnica da SMC trouxe detalhes a respeito das estruturas físicas e humanas, do orçamento, do cumprimento de metas do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025, dos projetos culturais, dos eventos, e dos serviços e atendimentos realizados pela pasta. Também foram apresentados os investimentos realizados em aquisição de equipamentos e adequação de espaços, bem como dados relacionados a iniciativas do governo federal de fomento à cultura.

Estruturas e orçamento

A Secretaria da Cultura é responsável pela manutenção de seis espaços: o Centro Cultural Oscar Silva/Biblioteca Pública Municipal, o Museu Histórico Willy Barth, o Teatro Municipal de Toledo, a Casa da Cultura, o Centro de Esportes e Artes Unificado (CEU das Artes), o Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer/Biblioteca Extensão Vila Pioneira e a Estação da Leitura (que foi reaberta em 2021 após ficar fechada por dois anos). O atendimento à população nestes equipamentos é viabilizada por uma equipe composta por 47 servidores, sendo 42 efetivos e 5 em comissão – este número inclui os dez novos servidores que foram adicionados aos quadros da pasta, atendendo a demanda de servidores da área administrativa, de professores de piano, teatro e dança (nunca teve antes), de técnico de palco, de bibliotecário, de historiador, e de técnico de arte/violão, permitindo a criação de 200 novas vagas para este curso, reduzindo uma fila que historicamente sempre foi grande. 

Em 2023, a SMC teve orçamento final de R$ 9.317.985,82, sendo que R$ 7.623.776,64 foram empenhados. Estes recursos estão divididos em sete segmentos: Atividades do Gabinete da Secretaria da Cultura; Atividades do Departamento da Cultura; Atividades Culturais com crianças e adolescentes; Construção, reformas e melhorias de espaços culturais; Manutenção das atividades das Bibliotecas Municipais; Atividades Culturais; e Atividades Culturais (Fundo Municipal de incentivo à Cultura).

Serviços e atendimentos

Após falar sobre a execução orçamentária da SMC, Rosselane discorreu sobre as atividades realizadas nos espaços sob gestão da pasta. Entre eles está a Biblioteca Pública Municipal, que, após a reinauguração, registrou, entre setembro e dezembro de 2023, aumento de 388% no empréstimo de livros e de 423% na frequência de leitores em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado, quando o equipamento funcionou em sede provisória.

No mesmo período, entre visitas monitoradas, atendimentos a alunos e visitas espontâneas a exposições, o Museu Histórico Willy Barth recebeu 5.290 pessoas. Um dos principais cartões-postais da cidade, o Teatro Municipal de Toledo foi palco 90 de eventos no ano passado (63 artísticos e 27 não artísticos) que receberam 92 mil pessoas. 

Espaço de convivência propício para diversas atividades desportivas, culturais e recreativas, o CEU das Artes ofereceu 3 cursos e 12 projetos/oficinas que beneficiaram 300 alunos. Durante o ano, o espaço recebeu 21 eventos que, somados, reuniram público de 2.631 pessoas, sem contar os 21.361 beneficiados por outras atrações, como sessão de cinema, utilização do telecentro e exposições. Em breve, este equipamento contará com a primeira pista pública de skate coberta no Paraná, um projeto de R$ 536.120,73 cuja licitação já foi homologada e a empresa vencedora iniciará as obras em abril.

Em 2023, o Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer passou a ofertar cursos de violão e capoeira, além de ter recebido roda de capoeira e oficinas temáticas de patchwork e de decoração de caixas em MDF. Ao total, 214 pessoas foram beneficiadas com estas ações, totalizando 6.976 atendimentos. 

A Casa da Cultura disponibilizou 18 cursos para 1.159 pessoas que foram matriculadas em 192 turmas. Além disso, recebeu cinco eventos artísticos (público de 1.164 pessoas), quatro projetos musicais (27 beneficiados), oficina temática de audiovisual (65 participantes), exposição permanente de trabalhos dos alunos de Pintura e Introdução ao Desenho Artístico (19.696 pessoas), totalizando 21.852 atendimentos.

Levando em conta somente cursos e oficinas, estes equipamentos públicos realizaram 66.105 atendimentos que beneficiaram 2.377 pessoas. 

Projetos e eventos

No ano passado houve o estreitamento entre as secretarias da Cultura e da Educação. As escolas e centros municipais de educação infantil (Cmeis) abriram as portas para três projetos da SMC.

Por meio do Conta Cultura, 5.716 crianças matriculadas em 30 Cmeis tiveram a oportunidade de assistir, se encantar e se divertir com contações de histórias. Somados, os programas Teatro nas Escolas (criado em 2022) e Música nas Escolas (iniciado no ano passado) proporcionaram momentos de entretenimento a 18.687 crianças de toda a rede municipal de ensino.

Divulgado na página do Museu Histórico Willy Barth no Facebook, o História em Prosa teve nove edições em 2023. Exibido de maio a novembro, 2.250 pessoas tiveram a oportunidade de acessar um conteúdo que visa promover o diálogo e difusão sobre a história local, regional e também nas mais diversas perspectivas de linha pesquisa desenvolvida por pesquisadores dentro das universidades.

Também foram apresentados detalhes dos 17 eventos promovidos pela SMC, os quais reuniram 37.012 pessoas e ofereceu visibilidade a 2.119 artistas. Estão neste cálculo o 34º Encontro dos Pioneiros, o Festival de Teatro de Toledo 2023, o 14º Festival da Música Gospel, as duas etapas da 3ª Conferência Intermunicipal de Cultura de Toledo/PR, o 19º Encontro de Corais Professor Darcysio Fritsch, o 2º Arraiá do CEU das Artes, o Concerto Orquestra Sinfônica do Paraná (que teve master classes oferecidas pelos músicos e maestro do grupo a alunos da Casa da Cultura), o 47º Festival de Inverno de Toledo (Festin), o oficinão de editais da Lei Paulo Gustavo, o 8º Toledo em Dança, a 14ª Semana Farroupilha de Toledo, a 2ª Festa Literária de Toledo (Flit), o 2º Tooledo Rock Festival, o 24º Aniversário do Teatro Municipal de Toledo, os Recitais dos Alunos da Casa da Cultura e a 12ª Virada Cultural de Toledo.

Investimentos e fomento à cultura

As explanações a respeito das melhorias na infraestrutura física dos espaços culturais ficaram entre os pontos altos da audiência pública. O maior deles (R$ 2.777.623,81) foi a entrega da reforma do Centro Cultural Oscar Silva, espaço que abriga a Biblioteca Pública Municipal e a nova sede da SMC, abrindo, assim, espaço para duas salas de aula (uma com acessibilidade para atender alunos com necessidades especiais) na Casa da Cultura, que passou por adequações elétricas e de prevenção e combate contra incêndio e pânico, um investimento de R$ 31.928,55. 

Também mereceu destaque a reforma no Museu Histórico Willy Barth, onde foram realizadas algumas intervenções, como correções de revestimentos e infiltrações e adequações intervenções estruturais necessárias à proteção do acervo. Este projeto demandou, ao todo, um investimento de R$ 923.316,73.

As aquisições para os equipamentos gerenciados pela SMC também foram mencionadas. A frota a serviço da pasta ganhou um veículo novo no ano passado e agora conta com três unidades, o triplo do que havia no início da atual gestão, quando havia apenas um carro com sérios problemas de motor.

No Teatro Municipal, houve aquisições de ar condicionado para as salas de ensaio e para a cabine de som. Além disso, o palco recebeu linóleo novo, tablado foi colocado na sala de ensaio e uma cozinha planejada foi instalada neste espaço e na Casa da Cultura.

No CEU das Artes houve a reabertura do Telecentro, que, no início da atual gestão, não contava com nenhum computador em condição de uso. Agora, há 12 máquinas funcionando e o local tem recebido as atividades de projeto de extensão em informática desenvolvido em parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O equipamento público também teve sua biblioteca reaberta e, a exemplo das demais bibliotecas que estão sob a gestão da SMC, o espaço agora conta com o Pergamum, software que gerencia o acervo – por falar nisso, novos livros foram adquiridos pela pasta e distribuídos entre todas as bibliotecas.

Na Casa da Cultura, 15 violões novos foram para as aulas com este instrumento musical. 

A parte final da apresentação foi destinada à gestão, pela SMC, dos recursos advindos de políticas públicas de fomento à cultura implementadas pelo governo federal. Via Lei Paulo Gustavo, o setor artístico-cultural de Toledo recebeu R$1.273.823,13, sendo: R$ 906.579,92 para o setor do audiovisual e R$ 367.243,20 para as demais linguagens. Somando os três editais, 93 proponentes (29 individuais e 64 coletivos) foram contemplados, beneficiando 320 artistas.

Em relação à Política Nacional Aldir Blanc (PNAB), o Fundo Municipal de Cultura de Toledo já recebeu o repasse de R$1.104.067,90. Este valor será distribuído em 11 categorias de editais que estão sendo elaborados e serão lançados em breve.