Enquanto alunos estão de férias, Cmeis e escolas de Toledo passam por reparos

Publicado: Qua, 03/01/2024 11:24 | Modificado: Qui, 04/01/2024 17:23
  • Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
    Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
  • Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
    Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
  • Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
    Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
  • Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos
    Equipes da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos estão aproveitando o período sem aulas para realizar intervenções nos estabelecimentos

 

Alunos e professores estão de férias, mas os trabalhos continuam nas escolas e centros municipais de educação infantil (Cmeis) de Toledo. Servidores da Secretaria da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos (Sirusp) estão aproveitando a ausência de movimentação neste período sem aulas para realizar reparos de pequeno e médio porte nestes estabelecimentos.

São intervenções nas partes elétrica, hidráulica, estrutural e de acessibilidade que estão sendo realizadas por uma equipe multidisciplinar formada por pedreiro, eletricista, pintor e encanador, que estão seguindo cronograma formulado a partir das demandas apresentadas pela Secretaria Municipal da Educação (Smed), responsável pelo fornecimento do material. “Nesta lista de reparos há uma escala de prioridades, na qual vamos focar, em um primeiro momento, as seis escolas e os três Cmeis que mais precisam. O que depende do trabalho dos nossos servidores será feito dentro de um cronograma próprio e, depois de concluído, faremos outros serviços que estão com chamados em aberto. Quando se tratar de um reparo que exija outros tipos de profissional da construção civil, com metalúrgico e vidraceiro, nossa equipe contribui no sentido de orientar sobre a melhor maneira de se executar o serviço”, explica a diretora do Departamento de Obras da Sirusp, Caroline Machado.

Neste primeiro momento, o esforço será concentrado nas escolas do interior – Tomé de Souza (Vila Ipiranga), Princesa Isabel (Dois Irmãos), Miguel Dewes (Dez de Maio), São Pedro (Cerro da Lola), Nossa Senhora das Graças (Ouro Preto) e Santo Antônio (Boa Vista) – cuja maioria receberá ensino integral a partir de 2024 por intermédio do programa Integralizar. Na cidade, a prioridade são os Cmeis Cantinho Feliz (Vila Industrial), Elizia Carraro (Vila Boa Esperança) e Rosângela Andreoli (Vila Paulista).

Segunda a titular da Smed, Marli Gonçalves Costa, o objetivo da parceria com a Sirusp é oferecer aos alunos da rede municipal um ambiente mais seguro e confortável para estudarem. “Este planejamento tem sido feito no sentido de viabilizar estas melhorias nas férias de julho e de fim de ano. Tudo é pensado para que o retorno dos professores e dos alunos tenham melhores condições em nossos espaços, com ambientes limpos e preservados nos quais toda a comunidade escolar se sinta bem e acolhida”, destaca a secretária.