Meio Ambiente teve 2023 marcado por conquistas importantes em várias áreas

Publicado: Ter, 09/01/2024 15:46 | Modificado: Qua, 10/01/2024 15:35
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
  • O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental
    O ano recém-terminado será lembrado com carinho por alguns setores da pasta, como de Resíduos Sólidos, de Proteção e Defesa Animal e de Educação Ambiental

 

Para muitas pessoas, estes primeiros dias de 2024 representam uma oportunidade para lembrar e avaliar tudo o que aconteceu no ano que acabou de terminar. Na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, 2023 será marcado por boas recordações para vários setores da pasta, como os de Gestão de Resíduos Sólidos, de Educação Ambiental, de Proteção e Defesa Animal, entre outros.

Os maiores investimentos foram destinados à questão de resíduos sólidos, sobretudo nas obras do Aterro Sanitário Municipal, dentro do qual uma nova célula está sendo instalada em área com 49 hectares. Nas atuais dependências, houve no ano passado o conserto da geomembrana, a elaboração de estudo hidrogeológico, o monitoramento fitoquímico de água e chorume, além de outras intervenções que, somando aos novos investimentos, totalizam aproximadamente R$ 2,4 milhões. Ao todo, serão investidos mais de R$15 milhões na obra do novo Aterro Sanitário, que está prevista para ser entregue ainda no primeiro semestre deste ano. 

Também merece destaque a inauguração do Ecoponto no Jardim Santa Clara IV, ocorrida em dezembro. No local, que recebeu investimentos de aproximadamente R$ 835 mil, poderão ser descartados resíduos volumosos e materiais recicláveis, exceto resíduos da construção civil e de podas, jardinagem e roçadas.

Nesta mesma época, houve também a inauguração da Unidade de Valorização de Recicláveis (UVR), considerada a maior do Paraná e uma das maiores do Brasil. Entre construção, reforma e ampliação de maquinários, além de sistema de prevenção a incêndios, a estrutura com 1.906 metros quadrados de barracão e 166,65 metros quadrados de área administrativa, recebeu investimentos de R$ 2,8 milhões e será mantida com o trabalho dos dos integrantes da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Toledo (Acatol). “Os investimentos não apenas melhoram a gestão de resíduos sólidos, mas também criam oportunidades econômicas, promovem a inovação e reduzem os impactos ambientais negativos associados à disposição inadequada desses materiais”, avalia a diretora do Departamento Administrativo da SMMA, Scheila Taimara da Silva, que está interinamente à frente da pasta cujo titular é Junior Henrique Pinto.

No âmbito teórico, o setor também foi responsável pela manutenção do estudo de gravimetria em relação ao descarte do lixo urbano, o que possibilita um diagnóstico mais preciso sobre os hábitos da população em cada região da cidade. Outro avanço importante foi o treinamento em Gestão de Resíduos da Construção Civil ministrado em agosto pela engenheira civil Carla Gracy Ribeiro Meneses (que é doutora em Engenharia Química e mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental) para servidores das secretarias do Meio Ambiente, do Planejamento, Habitação e Urbanismo, e da Infraestrutura Rural e Urbana e de Serviços Públicos, bem como da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural (Emdur).

 

Proteção e Defesa Animal

Com investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão em 2023, um recorde histórico, a Coordenação de Proteção e Defesa Animal da SMMA conseguiu implementar ações sonhadas há bastante tempo por cidadãos que atuam nesta causa. É o caso do Banco de Rações do Município de Toledo, programa lançado em novembro e que, de saída, já beneficiou 24 protetoras mantenedoras de casas de passagem para animais recolhidos por abandono ou situação de maus tratos

No início de dezembro, durante as festividades alusivas ao aniversário de 71 anos do município, foi inaugurado, no Parque do Povo/Luiz Claudio Hoffmann, o primeiro parque para cães de Toledo o ParCão. Durante todo o ano, essa integração entre pets e seres humanos ficou evidente nas feiras de adoção nas quais mais de 60 animais ganharam um novo lar.

Levando em conta os aspectos sanitários, 2023 foi extremamente positivo para a Coordenação de Proteção e Defesa Animal, com a realização de aproximadamente 1.600 castrações de cães e gatos e realização, em agosto, de campanha de vacinação antirrábica. “Estas ações são fundamentais para garantir o bem-estar dos animais, pautadas na proteção da integridade física, da saúde e da vida dos animais, prevenindo e combatendo atos de maus-tratos e abusos de qualquer natureza”, pontua Scheila. 

Educação ambiental e mais

Em 2023 houve uma consolidação das ações de educação ambiental por meio da continuidade ao programa de recuperação de nascentes e a manutenção de espaços para visitação, como o Aquário Municipal Romolo Martinelli e a Trilha Ecológica do Horto Florestal (ambos no Parque Ecológico Diva Paim Barth), que, juntos, receberam 83 mil pessoas em 2023. 

Além disso, foram promovidas visitas técnicas ao Aterro Sanitário Municipal e ao barracão gerenciado pelos integrantes da Acatol. Entre colaboradores de empresas, professores em formação docente e estudantes de escolas, cursos técnicos e faculdades, 1.682 pessoas conheceram estes lugares em 2023. Por falar em estruturas, mais uma foi incorporada à SMMA: a trilha ecológica ao lado da sede da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), um investimento de R$ 196.157,78.

Na esteira do processo de revisão do Plano Municipal de Arborização Urbana, também coube à pasta a organização, no fim de junho, do 6º Encontro Regional Sul de Arborização Urbana (Ersau). Outros projetos importantes aos quais parte da equipe técnica da SMMA está envolvida são o plano de contingência para desastres na barragem do lago do Diva Paim Barth e de implantação do sistema de monitoramento da parte alta da microbacia da Sanga Panambi. 

Durante o ano, mais de 3 mil ações de fiscalização foram realizadas e diversos serviços foram executados pela equipe operacional, muitos dos quais motivados por protocolos abertos na Ouvidoria-Geral do Município, sendo que 82,35% destes foram atendidos. “A Secretaria teve inúmeros investimentos, todos fundamentais para criar um equilíbrio entre o desenvolvimento humano e a preservação do meio ambiente. As equipes desenvolveram inúmeras ações de caráter educativo, preventivo e, quando necessário, punitivo, sempre tendo no horizonte os objetivo de promover o desenvolvimento pedagógico da população, ensinando-lhe boas práticas em meio ambiente”, analisa a secretária interina.