jose.seide 15 de Agosto de 2022 at 14:11h

Saúde mental ponto a ponto: UBS Vila Nova inicia amanhã (16) oficina de crochê

A Estratégia Saúde da Família (ESF) que atua na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Vila Nova passa a oferecer, a partir de amanhã (16), uma oficina gratuita de crochê para os moradores do distrito. Os encontros serão semanais, sempre às terças-feiras, das 14h às 16h, na sede da unidade de saúde, e terão o objetivo de promover saúde mental a partir de uma terapia que relaxa e propicia socialização.

 

Os interessados podem se inscrever na recepção da UBS. “Esta ação é voltada à saúde coletiva, pois, além de um passatempo, o crochê acalma, previne doenças cardiovasculares e degenerativas, alivia o estresse e a ansiedade, e reduz o desânimo, o cansaço mental, a monotonia e a solidão. Ao manusear as agulhas, ligando uma linha na outra, o cérebro é estimulado, gerando sensação de bem-estar e relaxamento”, descreve a enfermeira da ESF Vila Nova, Viviane Delcy da Silva. “Com as oficinas, a equipe pretende ainda resgatar a identificação de pessoas já ligadas à atividade do crochê, por ter um contato familiar ou alguma lembrança relacionada. A carga afetiva auxilia no processo de lidar com o estresse”, acrescenta.

 

Viviane pontua que o crochê não será a única atração dos encontros semanais. “Vamos aproveitar que todos estarão reunidos para eventualmente oferecer sessões de auriculoterapia e monitorarmos semanalmente a pressão arterial e o nível de glicemia dos participantes”, comenta. “Certamente esses índices vão melhorar a cada semana, pois, por meio de um exercício que requer concentração, raciocínio e coordenação motora, as pessoas se manterão intelectualmente ativas, contribuindo para a redução dos riscos de terem depressão, doença de Alzheimer, mal de Parkinson e distúrbios relacionados à ansiedade. Afinal, o crochê faz aumentar os níveis de serotonina e dopamina, substâncias responsáveis pelas sensações de bem-estar e prazer, além de baixar a pressão sanguínea”, detalha a enfermeira.

 

A secretária da Saúde, Gabriela Kucharski, destaca o caráter preventivo desta ação da ESF Vila Nova. “Neste momento pós-pandemia, estamos realizando uma reestruturação da atenção primária, que é a porta de entrada principal do SUS [Sistema Único de Saúde]. É ali que nós temos que desenvolver atividades para nossa população no sentido de prevenir o surgimento de doenças. Inovadora, esta atividade contribui para recuperarmos as ações que eram desenvolvidas em grupos, sobretudo com a população idosa”, salienta.